Receitas para fazer desodorantes caseiros de ervas, óleo e flores

Desodorantes tradicionais podem não evitar o odor da transpiração e ainda acabarem manchando as roupas. Por isso, saiba como livra-se destes problemas


Com ou sem exercícios físicos, o corpo transpira. Contudo, dependendo do organismo, há pessoas que transpiram mais que outras. Neste sentido, muita gente sofre com os efeitos frustrantes dos desodorantes tradicionais, alegando que estes não impedem o odor e ainda acabam manchando as roupas. Se você quer ficar livre destes dois problemas, mas acha que para isto é necessário gastar muito, surpreenda-se com dicas de perfumes naturais para suas axilas.

Receitas de desodorantes caseiros

Receitas para fazer desodorantes caseiros de ervas, óleo e flores

Foto: Depositphotos

1. Chá de sálvia

Técnica bastante utilizada pelos povos da China, o chá de sálvia para diminuir o odor excessivo da transpiração realmente tem um efeito positivo. Para tanto, basta colocar um litro de água no fogo, juntamente com duas colheres (de sopa) das folhas desta erva. Após o líquido entrar em ebulição, desligue o fogo e tampe o recipiente. Aguarde a infusão por 10 minutos e o chá estará pronto para ser utilizado na água do banho ou diretamente nas axilas.

2. Infusão de hortelã

Esta planta, além de ter um efeito positivo sobre os odores da transpiração, isto é, reduzindo-os, também é eficaz para a pele, oferecendo diversos benefícios a região cutânea. Sendo assim, é uma boa dica para quem deseja usufruir de um desodorante natural. Neste caso, a infusão é feita com uma colher (de sopa) da erva e 500 ml de água fervente. Mistura os ingredientes em um recipiente, tampa e aguarda por 10 minutos. Depois a bebida está pronta para ser utilizada. A dica é aplicar diretamente nas axilas.


3. Óleo de lavanda

A essência de lavanda é um perfume natural bem agradável ao olfato, porém se utilizado puro exala um cheiro muito forte. Por esta razão, deve ser utilizado de duas formas, ou em pouquíssima quantidade ou misturado em água. No primeiro caso, o máximo a ser usado é uma única gota por vez. Já na segunda opção, deve-se ferver um litro de água. Em seguida, com o fogo desligado, deve-se adicionar de três a cinco gotas do óleo e tampar o recipiente. Após cinco minutos, a solução está pronta para ser utilizada durante o banho.

4. Mistura com cânfora

Diferente das demais receitas que são aplicáveis no corpo, esta é indicada para ingestão. A função que esta mistura apresenta é a antitranspirante, diminuindo ou até evitando a transpiração excessiva. Para prepará-la é necessário um copo de leite, metade de um limão e óleo de cânfora. Primeiro, soca-se o limão ainda com a casca. Em seguida, mergulha a fruta no leite e finaliza adicionando três gotas do óleo essencial. O modo de consumo deve ser feito durante a noite, mas pode ser eficaz na ingestão do leite ou no ato de mascar o limão.

5. Vinagre de maçã

O vinagre de maçã, que já é um velho conhecido nas cozinhas, pode compor também as prateleiras do banheiro. Isto porque, este produto restaura o pH normal da pele e recompõe a camada ácida natural da região cutânea. Desta maneira, o corpo continua transpirando, mas o cheiro emitido é fraco o suficiente para não ser sentido. A dica é utilizar o tratamento com constância, mas esta opção dura em torno de 10 minutos.


Reportar erro