Manga engorda ou emagrece? Nutricionista esclarece

Você já se perguntou alguma vez se manga engorda? Por ser uma fruta muito saborosa, há quem se preocupe com o consumo da mesma durante alguma dieta.

Pensando nessa dúvida, que pode ser muito comum entre quem está querendo emagrecer, conversamos com a nutricionista Karla Maciel. A especialista esclarece, de uma vez por todas, se a manga engorda ou emagrece.

Além disso, a profissional de nutrição nos contou sobre as propriedades e benefícios dessa fruta tão importante na cultura brasileira. Confira tudo isso a partir da leitura desse artigo!

Afinal, manga engorda ou emagrece?

De acordo com a nutricionista Karla Maciel, isso depende da quantidade consumida ou da forma como ela é adicionada na alimentação diária, se in natura ou na preparação de sucos, vitaminas ou saladas.

Manga e fita métrica

Se ingerida de forma correta, essa fruta pode ser aliada do processo de emagrecimento (Foto: depositphotos)

Por exemplo, uma manga do tipo haden possui em média 350 gramas e 190 calorias. Por isso, é importante ficar atento a quantidade e não exagerar no consumo, pois isso irá aumentar as calorias ingeridas ao longo do dia.

Mas de maneira geral, a profissional defende que a manga possa ser consumida por quem está fazendo dietas de emagrecimento. Tudo isso graças ao valor nutritivo que essa fruta possui.

Outro ponto positivo da manga, para quem quer perder peso, é a sua grande quantidade de fibras solúveis. Com isso, ela aumenta a sensação de saciedade e diminui a ingestão de calorias.

A profissional também destaca a facilidade de encontrar produtos feitos com a fruta prontos para consumo, como polpas e suco de manga. Apesar disso, Karla alerta sobre a composição desses itens e indica que alimentos muito açucarados sejam evitados.

No entanto, segundo as orientações do Guia Alimentar para a População Brasileira, o consumo da manga deve ser feito in natura. Isso porque, uma alimentação saudável deve utilizar alimentos naturais e minimamente processados.

Qual tipo de manga é mais calórica?

Segundo a nutricionista, o valor calórico e a quantidade de nutrientes varia entre cada tipo de manga. De acordo com a profissional, a mais calórica é o tipo tommy atkins, umas das mais populares do mercado e a que apresenta um maior tamanho em comparação as outras.

Cada manga tommy tem em média 400 gramas e 202 calorias. No entanto, ela é a mais rica em proteínas e fibras alimentares, com valores que chegam aos 3,4 gramas  8 gramas, respectivamente.

Por isso, ela não deve ser encarada como uma vilã e deixada de lado. O importante, segundo a profissional, é sempre dosar a quantidade e aliar o consumo da fruta com hábitos alimentares mais saudáveis.

Propriedades nutricionais da fruta

A manga é uma fruta bastante nutritiva, por exemplo, in natura possui 80%da sua composição formada por água. Assim, ela é um alimento perfeito para evitar a desidratação nos meses mais quentes do ano.

Karla Maciel também informa que uma manga haden com 300 gramas possui 1,2 gramas de proteína, 0,8 de lipídeos e 50 gramas de carboidrato. No caso dessa última substância, vale ressaltar que ela vira açúcar quando metabolizada e oferece mais energia ao corpo.

As fibras alimentares compõem 4,8 gramas da fruta, que também é bastante rica em diversos tipos de minerais. Esses últimos são: cálcio, magnésio, fósforo e pequenas quantidades de sódio e zinco.

Entre as vitaminas, a principal encontrada nesse tipo de manga é a vitamina C. Ainda são encontradas vitaminas A, do complexo B, como a B2 e a B3, além de tiamina e riboflavina. Todas essenciais para a manutenção da saúde do organismo.

Benefícios da manga para a saúde

Além de todas essas propriedades nutricionais, a manga possui diversos outros compostos que só trazem benefícios para a saúde. Como é o caso dos vários tipos de antioxidantes, que ajudam a prevenir uma série de doenças.

Veja a seguir sete dos principais benefícios que o consumo de manga traz para a saúde e o porquê você deve adicionar a fruta no cardápio da sua família. Confira:

  • Contribui para o bom funcionamento do intestino
  • Ajuda a diminuir o colesterol
  • Rica em compostos antioxidantes
  • Fortalece o sistema imunológico
  • Melhora a saúde dos olhos
  • Diminui os riscos de doenças cardiovasculares
  • Protege o fígado.

Contribui para o bom funcionamento do intestino

A alta quantidade de fibras alimentares na fruta não causam apenas um aumento da saciedade. Comer manga também ajuda a regular o funcionamento do intestino, segundo a nutricionista Karla Maciel.

Isso acontece porque as fibras da manga agem captando mais água para o intestino. Evitando assim que as fezes fiquem ressecadas e prevenindo a prisão de ventre. Além disso, estimulam o crescimento de bactérias benéficas para a saúde.

Portanto, caso você sofra com os efeitos da constipação ou de gases, aderir ao consumo diário de manga pode ser uma ótima alternativa para o uso de medicamentos sintéticos. (1)

Ajuda a diminuir o colesterol

Outro benefício das fibras alimentares solúveis, destacado pela profissional, é a ação contra o colesterol ruim, também chamado de LDL. O que acontece é que as fibras presentes na fruta absorvem a gordura, descartando-a através das fezes.

Esse processo também está relacionado com a presença de uma substância conhecida como manerifina, composto fenólico encontrado na polpa e na casca da manga e que age em várias áreas do organismo.

Desta forma, a manga consegue contribuir com uma menor taxa de gordura no sangue e, consequentemente, um emagrecimento mais saudável. (1)

Rica em compostos antioxidantes

Segundo Maciel, a manga é um alimento que contém altas quantidades de antioxidantes. Entre os tipos encontrados na fruta estão a mangerifina, terpenoides e o carotenoide, sendo este último o responsável por dar o tom amarelado ou alaranjado à fruta.

No organismo, todos eles agem protegendo as células dos danos causados pela liberação dos radicais livres. Assim, favorecem o funcionamento do corpo e protegem o organismo contra o desenvolvimento de diversos tipos de doenças. (2, 3)

Mulher comendo manga

A manga fortalece o organismo, protege a saúde dos olhos e diminui o colesterol (Foto: depositphotos)

Fortalece o sistema imunológico

A mangiferina também apresenta efeitos sobre o sistema imunológico, fortalecendo o mesmo e deixando o corpo mais protegido contra doenças oportunistas, como gripes e resfriados.

Maciel também aponta para as grandes quantidades de vitamina C presentes na fruta. Esse nutriente atua semelhante a um antioxidante no organismo, estimulando a produção de anticorpos, que são as células de defesa do corpo. (3)

Melhora a saúde dos olhos

Tanto a vitamina A quanto os carotenoides presentes na manga agem diretamente sobre a saúde dos olhos. Isso acontece, principalmente, porque eles se concentram na retina e protegem a região contra os efeitos da oxidação.

Por isso, comer manga com frequência pode ser a garantia de que você irá manter os seus olhos funcionando por muito mais tempo.

Diminui os riscos de doenças cardiovasculares

Graças à ação conjunta das fibras alimentares e da mangiferina, a fruta também se mostra um importante alimento na prevenção de doenças cardiovasculares. Isso acontece devido à diminuição dos níveis de colesterol no sangue, umas das principais causas de doenças cardiovasculares no mundo.

Além disso, o composto polifenólico possui o efeito de restaurar as atividades de enzimas que protegem as células cardíacas da oxidação. Isso faz com que o coração fique mais protegido contra infartos. Ao mesmo tempo, reduz a quantidade dos compostos que são nocivos para ele. (1, 2)

Protege o fígado

Por fim, as substâncias encontradas na manga também mostram propriedades protetoras para o fígado. Graças à presença dos compostos antioxidantes, especialmente a mangiferina, que atua impedindo a inflamação das células hepáticas.

Além de diminuir os danos causados pela oxidação de gordura no órgão, a manga também diminui os índices dessa substância no organismo. Assim, o fígado consegue se regenerar, diminuindo as chances de desenvolver problemas hepáticos crônicos e que podem comprometer a qualidade de vida. (2, 3)

*Artigo feito com a colaboração da nutricionista consultora do Meeting Brasileiro de Nutrição Estética Karla Maciel (CRN-2: 46500).

Referências

(1) BERNAUD, Fernanda Sarmento Rolla; RODRIGUES, Ticiana C. “Fibra alimentar – Ingestão adequada e efeitos sobre a saúde do metabolismo“. Arq. Bras. de endocrinologia e metabologia [online], v. 57, n. 6, p.397-405, 2013. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27302013000600001. Acesso em 5 de maio de 2019.

(2) CANUTO, Kirley Marques. “Propriedades químicas e farmacológicas de mangiferina: um composto bioativo de manga (Mangifera indica L.)“. 2009. Disponível em: https://www.embrapa.br/busca-de-publicacoes/-/publicacao/152169/propriedades-quimicas-e-farmacologicas-de-mangiferina-um-composto-bioativo-de-manga-mangifera-indica-l. Acesso em 5 de maio de 2019.

(3) SHAH, K. A. et al. “Mangifera Indica (Mango)“. Pharmacology Review, v.4, n.7, p.42-48, 2010. Disponível em: https://dx.doi.org/10.4103%2F0973-7847.65325. Acesso em 5 de maio de 2019.

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.

Sobre o autor

Avatar
Jornalista (Mtb-PE: 6770) com formação completa no curso de Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo (UniFavip-DeVry). Experiência prática de dois anos em produção jornalística para TV e rádio. Atualmente atua na área de redação para web, nas áreas de educação, beleza e saúde alternativa. Além da formação no curso superior, possui experiência em produção de vídeo, diagramação de livros e revistas e marketing.