Quer ser feliz? Psicoterapeuta dá 5 dicas essenciais

Existem diferenças entre a alegria momentânea e a felicidade constante. Ambas se complementariam, mas uma não implica na existência da outra


A velha luta pela felicidade está entranhada no ser humano. Buscamos melhorar nossa qualidade de vida, nossos empregos, nossos relacionamentos, tudo isso para nos sentirmos satisfeitos e felizes. O que você tem feito para ser feliz?

A felicidade não é um bolo no qual existe uma receita com todos os ingredientes definidos. O que traz satisfação para uma pessoa, pode não atender as expectativas da outra. Gente com dinheiro reclama da infelicidade e gente muito pobre, também. O contrário também é verdadeiro.

Atualmente, a ciência acredita que existem diferenças entre a alegria momentânea e a felicidade constante. Ambas se complementariam, mas uma não implica necessariamente na existência da outra. Então, como diferenciar uma pessoa alegre de uma feliz?

Quer ser feliz? Psicoterapeuta dá 5 dicas essenciais

Foto: depositphotos

Psicóloga esclarece sobre a real felicidade

A psicoterapeuta Maura de Albanesi, mestre em Psicologia e Religião (PUC-SP), acredita que a felicidade é um sentimento que vem de dentro para fora, que independe de bens materiais. “A felicidade é um estado (interno) duradouro, não momentâneo. Picos de alegria não representam necessariamente a felicidade. A palavra ‘ter’ vem de um ganho externo e o ‘ser’ vem de um ganho interno”, explica.

A especialista julga que para se alcançar a felicidade, a pessoa precisa ter consciência de um mundo real, e a partir dele buscar sentido de tudo. Ou seja, o ser humano feliz é aquele que enxerga os erros que existem ao seu redor, mas ainda assim, sente gratidão por várias coisas, desde as materiais às imensuráveis, como sentimentos e sensações. “Às vezes, a gente olha para o mundo e pensa: ‘nossa, está tudo errado’ e isso nos deixa infelizes. Então, a felicidade vem de um estado perene de aceitação dos fatos como são e, com isso, nos sentimos gratos da forma como são. Isso não implica em não nos esforçarmos para melhorarmos enquanto pessoas – sem que isso seja uma tortura – mas que seja um ato de prazer”, afirma a psicoterapeuta.

A profissional elencou os principais tópicos para atrair mais felicidade para sua vida. Fique atento (a) e descubra hoje mesmo a felicidade!

1. Faça o que gosta

Quer ser feliz? Psicoterapeuta dá 5 dicas essenciais

Foto: depositphotos

Esse conselho é tão antigo quanto eficiente. Para imediatamente de fazer aquilo que você não gosta. Aprenda a incluir prazer nas suas atividades do dia a dia e torne-se uma pessoa mais realizada. Inclua momentos de lazer na sua rotina.


2. Crie e cultive relacionamentos

Quer ser feliz? Psicoterapeuta dá 5 dicas essenciais

Foto: depositphotos

Amigos e pessoas próximas a você irão aumentar e muito as possibilidades de você ser feliz. E não abra mão dos relacionamentos não tão íntimos, muitas vezes, os colegas também contribuem para sua felicidade. Aumente o seu números de relacionamentos e veja sua vida ficar mais feliz.

3. Viaje

quer-ser-feliz-psicoterapeuta-da-5-dicas-essenciais-3

Foto: Pixabay

Essa dica não implica somente em gastar dinheiro. Muitas vezes os novos lugares estão bem próximos a você: na sua cidade, no seu bairro, na sua vizinhança. Abre-se ao novo, às novidades.

4. Cultive uma espiritualidade

quer-ser-feliz-psicoterapeuta-da-5-dicas-essenciais-5

Foto: Pixabay

A espiritualidade nos ensina o desapego, que é uma questão importante para quem busca a felicidade. A transcendência nos leva a acreditar que existe algo mais do que os bens materiais, ela nos ensina o que é necessário, mas privilegia o que é essencial.

5. Conheça a si próprio

Quer ser feliz? Psicoterapeuta dá 5 dicas essenciais

Foto: depositphotos

O autoconhecimento é um dos primeiros passos para sabermos quem nós somos, o que gostamos, o que nos traz felicidade. A partir do momento que buscamos essas respostas, brota naturalmente um paz interior que nos faz pessoas cheias de esperança, fé e tolerância.


Reportar erro