Métodos caseiros para reduzir as ‘birras’ em crianças

Birras podem ser decorrentes de diversos fatores na vida dos pequenos, como tensões sociais (na família ou escola), medo, enfermidades ou traumas físicos


Por não saberem controlar seus sentimentos e emoções, as crianças acabam apresentado variações de humor, resultando em birras. Nestas situações, gritos, explosões de raiva, choro incontrolável e até agressividade podem ser episódios frequentes. Na verdade, estes acontecimentos podem ser decorrentes de diversos fatores na vida dos pequenos, como tensões sociais (na família ou escola), medo, enfermidades ou traumas físicos.

Desta forma, além de tentar ajudar, ser compreensivo, calmo e firme, o responsável pode optar por transformar o modo de vida da criança em questão. Modificando os hábitos dos pequenos e, ao mesmo tempo, investindo em uma relação mais prazerosa com eles, a resposta virá em um reflexo direto do modo como se comportam.

Alimentação equilibrada

Os pais ou responsáveis que apostam em uma alimentação saudável, nutritiva e equilibrada, não estão cuidado apenas da saúde física das crianças, mas também da integridade mental das mesmas. Por exemplo, uma dieta rica em vitaminas é muito mais indicada que uma outra à base de alimentos com carga glicêmica alta. Isso porque, esta última é capaz de aumentar o nível de açúcar no sangue e, consequentemente, elevar a energia dos pequenos.

Ingerir várias refeições leves durante o dia é ideal para conservar um humor equilibrado. Outra dica é investir em flocos, frutas frescas e mingau no café da manhã das crianças. Além disso, buscar evitar ao máximo as bebidas gaseificadas e industrializadas, bem como comidas pré-preparadas, devido à alta quantidade de aditivos.


Imagem de crinaça chorando ao lado da mãe

Foto: Depositphotos

Massagens ou banhos com florais de Bach

A hora do banho pode ser um momento relaxante para a criança, para isso basta que os responsáveis consiga proporcionar uma experiência nova para os pequenos. Para isso, vale usar os florais de Bach. Essas essências também podem ser úteis quando aplicadas em massagens relaxantes. Para cada tipo de problema, existe um floral específico, por isso é importante entender o problema da criança e utilizar o indicado:

  • Intolerância: Floral Beech;
  • Perda de controle: Cherry Plum;
  • Possessão: Chicory;
  • Pessimismo: Gentian;
  • Gritaria: Heather;
  • Inveja: Holly;
  • Impaciência: Impatiens;
  • Melancolia: Mustard;
  • No momento da birra: Rescue;
  • Mudança brusca de humor: Scleranthus;
  • Agitação excessiva: Vervain;
  • Agressividade: Vine.

Outras técnicas para aplicar no cotidiano

Para moldar o comportamento da criança, o responsável precisa mudar também o dele. Por exemplo, ceder a birra para acabar com a gritaria do pequeno é um ato comum entre os adultos para se livrar do problema. Entretanto, esta é uma prática que só piora a situação, pois a criança percebe que vai conseguir tudo o que quer se gritar.

Além disso, é preciso que os pais conversem com seus filhos. Tente entender o que está se passando na vida do pequeno e afirmar que juntos eles podem resolver esta questão. O diálogo é sempre importante, independente da situação. Criar um ambiente tranquilo em casa é também uma saída para eliminar as tensões da vida criança e vale ressaltar que a presença do responsável na escola é uma forma de manter o controle de possíveis problemas. Caso as birras continuem, é indicado procurar um médico e se certificar que está tudo bem com o pequeno.


Reportar erro