Entenda o que é e como tratar a língua branca

Ter a língua branca não é um bom sinal. Para combater esse problema, é preciso boas escovações,e se não melhorar, remédios caseiros podem ser usados.


Para quem não sabe, a língua é um músculo essencial do sistema digestório. Esse órgão, quando saudável, possui a cor rosada e em toda a extensão pode-se encontrar nódulos chamados papilas. Se por acaso essa região se encontra esbranquiçada, saiba que algo anormal está ocorrendo, e isso não é um bom sinal para a saúde bucal.

A cor branca pode mudar em casos extremos, adquirindo uma coloração amarelada ou até mesmo marrom. Essa camada superficial na língua é chamada de saburra e é responsável por um gosto amargo na boca e pelo mau hálito.

Mas, porque minha língua está branca?

A língua pode ter essa cor por vários motivos, como por exemplo:


  • Ronco;
  • Uso de aparelhos ortodônticos;
  • O uso de enxaguantes bucais com álcool;
  • Costume de morder dedos, lábios e bochechas;
  • Dormir com a boca aberta ou respirar dessa maneira constantemente;
  • A escassez de vitaminas do complexo de B;
  • Doenças no fígado e relacionadas a esse órgão;
  • Refluxo gastroesofágico;
  • Doenças como diabetes mellitus, mononucleose infecciosa;
  • Uso de medicamentos que diminuam o fluxo salivar.
Essa camada superficial na língua é chamada de saborra

Foto: Reprodução/ internet

Formas de dar adeus a saburra

  • Vegetais: A ingestão de vegetais crus esfoliam a acumulação de alimentos, bactérias e as impurezas encontradas na língua. Sendo assim, ao comer verduras, elas vão trabalhar como limpadores da região bucal.
  • Higiene: É preciso haver uma melhor higiene na região bucal e, para isso, abuse dos cremes e fios dentais, além de modelos de escovas para os dentes que possuam o limpador de língua, enxaguantes bucais sem álcool, entre outros. Lembre-se que a escovação precisa ser feita depois das refeições e antes de dormir, garantindo uma melhor saúde para a boca.
  • Iogurte: O iogurte natural possui bactérias benéficas chamadas acidófilos. Elas ajudam a corrigir o desequilíbrio microbiano no organismo. Essa técnica pode ser usada em bebês que possuam a saburra, só é preciso a mãe passar um pouco do produto no mamilo, assim, a criança ao ser amamentada pode ingerir um pouco desse iogurte e criar uma proteção na boca.
  • Sal: Por possuir uma propriedade antisséptica, o sal auxilia a destruir as células mortas que podem causar o mau hálito. Coloque, então, uma pitada do produto na língua e esfregue com o auxílio de uma escova de dente. Faça esse procedimento por um minuto, depois é só enxaguar, fazendo bochechas com água morna e por fim repelir o líquido. Repita duas vezes ao dia.

Se preferir, pode fazer gargarejos com a mistura de uma colher de chá com sal em um copo com água morna. O procedimento pode ser repetido livremente.

  • Açafrão: Misture meia colher de açafrão em pó, com bastante suco de limão ou até com água. Em seguida, esfregue a pasta na língua  por alguns minutos, depois é só enxaguar com água morna. Faça esse processo uma vez por dia e sinta a diferença com o passar das semanas.
  • Bicarbonato de sódio: Se você já está desanimado com o mau hálito, a dica é usar meia colher de chá de bicarbonato em um copo de água. A mistura serve para você realizar enxágues na boca em cada escovação. Além disso, o produto associado ao suco de limão pode servir para esfoliar a língua e assim livrá-la de resíduos e manter o pH bom da região bucal, neutralizando os ácidos.

Reportar erro