Reishi: o cogumelo da imortalidade

Fungo é usado no combate e prevenção a várias doenças, a exemplo do câncer


Lingzhi, cogumelo da imortalidade, cogumelo da longevidade ou planta do espírito. Se você já ouviu um desses nomes saiba que eles se tratam de um mesmo elemento, o reishi. Um cogumelo achatado, duro, avermelhado e com poros brancos, que possui um gosto levemente amargo e propriedades medicinais benéficas para a saúde humana.

Na China, a especiaria é conhecida como “erva de Deus”, por ser muito utilizada e eficaz no tratamento de diversas doenças, além de garantir mais vitalidade para a pele. Neste artigo, o Remédio-Caseiro descreve esse cogumelo, suas propriedades e os benefícios que ele conduz para o corpo humano.

As propriedades do reishi

O cogumelo reishi detém diversas propriedades que combinadas em doses corretas e equilibradas conseguem tratar doenças que atingem os humanos. Ele é considerado um  desintoxicante, antioxidante e anti-inflamatório. Bem como anti-viral e energético. Além disso, esse fungo tem a capacidade de reduzir o açúcar no sangue, inibir tumores e auxiliar pessoas a reforçar o sistema imunológico, que de certa forma fica baixo devido a quimioterapia e radioterapia.

Reishi: o cogumelo da imortalidade

Foto: Pixabay

Benefícios do reishi

Essa especiaria é usada no tratamento de doenças que atacam e provocam problemas em cinco órgãos do corpo, são eles: coração, pulmão, fígado, pâncreas e rins. Sua composição é indicada para regularizar a pressão sanguínea, as taxas de açúcar do sangue e na redução do colesterol, bloqueando a liberação de histamina e o aglomerado de plaqueta sanguínea no corpo.


Além disso, o reishi cura gripe, artrite, hemorroidas, alergias, infecções respiratórias, asma, herpes. O consumo controlado do cogumelo pode elevar a disposição e a capacidade intelectual, resultando assim na diminuição do esquecimento.

Cogumelo reishi contra o câncer

Mesmo com todos esses benefícios, o reishi também é um forte aliado na luta contra o câncer. O melhor é o fato de que o cogumelo não só previne como trabalha para eliminar as células cancerígenas, principalmente as da próstata, como foi verificado em um estudo publicado em 2004 pelo International Journal of Oncology.

E quem está no processo de recuperação do câncer, tem no reishi uma fonte que supre o cansaço provocado pelo tratamento da doença e até por ela mesma.

Onde encontrar e como usar o reishi?

Esse cogumelo pode ser comprado em lojas de produtos naturais ou em mercados orientais. Podem ser encontrados em pó, cápsula ou até mesmo inteiro. Caso você compre em pó é possível usá-lo de diferentes formas nas suas refeições, tais como chá ou misturado em sucos, sopas, saladas e molhos. É importante ficar atento a quantidade utilizada, sendo indicado aproximadamente duas colheres de chá por dia.

Seguindo as instruções corretamente ficará mais fácil de tratar a determinada doença. Entretanto, nem todo mundo pode consumir esse tipo de cogumelo, a exemplo de pessoas com problemas gástricos graves ou indivíduos que usam aspirina. Outra informação válida para quem deseja consumir o reishi são os efeitos colaterais, como boca seca, acne, constipação, diarreia e hemorragia gástrica, este último sendo o efeito colateral mais grave.


Reportar erro