Saladas para o verão

As receitas que você vai ver a seguir além de incrivelmente saborosas, são refrescantes e nutritivas

Você já escolheu as saladas favoritas para o verão? Nos meses mais quentes do ano é bem comum procurar consumir alimentos mais leves e frescos. Por isso que as saladas fazem o maior sucesso nessa época do ano. Afinal, elas não demandam muito tempo de preparo, são refrescantes e não causam uma sensação de peso no estômago, que é agravado com o calor da época.

Além disso, engana-se quem pensa que as saladas são “sem graça”. Com os ingredientes certos, é possível criar receitas incríveis e extremamente saborosas, que vão encantar até os paladares mais exigentes.

Pensando nisso, o Remédio Caseiro separou 6 receitas incríveis de saladas para você preparar no verão. E ainda há dicas de molhos e dos acompanhamentos ideais. Confira e experimente novos sabores!

6 receitas de saladas para o verão

Você pode até ser do tipo que vira a cara para as saladas. Contudo, saiba que nem sempre elas são chatas e sem sabor. As receitas que você vai ver a seguir além de incrivelmente saborosas, são refrescantes e nutritivas.

Uma combinação perfeita para o verão! Isso porque, as altas temperaturas pedem alimentos frescos e consequentemente ricos em água. Confira e incremente suas refeições com as dicas a seguir!

1. Fatouche

Também chamada de fatuche ou fattoush esta é uma famosa salada árabe que combina perfeitamente com o verão. A receita leva folhas e vegetais frescos, que são encontrados facilmente no oriente médio. Além de croutons feitos com pão árabe, que dá crocância e sabor extra para o preparo.

Prato branco com salada

Entre as opções de saladas para o verão, o tipo fatouche é uma ótima pedida (Foto: depositphotos)

Essa salada é bastante rica em vitaminas e minerais importantes para a saúde. Como as vitaminas A e C, além de cálcio, ferro e potássio.

Ingredientes:

  • Folhas frescas de alface
  • 1 tomate maduro
  • 1 pepino médio
  • 1 cebola média
  • Meio maço de salsinha e cebolinha
  • Croutons de pão pita com especiarias
  • Sumac
  • Sal e azeite a gosto para temperar

Modo de preparo:

Em primeiro lugar lave bem todos os vegetais que serão usados na receita. Logo depois corte a alface, o tomate, o pepino, a cebola, a salsinha e a cebolinha em cubos pequenos.

Coloque tudo em uma travessa para salada e tempere com sal, azeite e o sumac a gosto. Os croutons podem ser feitos temperando o pão pita ou árabe com especiarias e levando ao forno até ficarem crocantes.

O sumac ou sumagre é um tempero típico do oriente médio, de cor vermelha e é usado para substituir o limão em alguns pratos. Caso não consiga encontrá-lo é possível substituir por uma mistura de páprica picante e limão.

Contudo, é necessário destacar que o sabor é apenas semelhante e o ideal é usar sempre o sumac.

2. Salada de legumes e queijo cottage

Outra receita que cai bem no verão é essa salada que leva vegetais crus e cozidos no vapor com o queijo cottage. Esse é um tipo de queijo com baixo teor calórico, por ser produzido a partir do leite desnatado.

Por isso, é bem leve e vai bem com vários tipos de alimentos, até mesmo em saladas. Além de saborosa, essa receita é rica em vitaminas do complexo B e minerais como cálcio, iodo e selênio, além de conter proteínas. Confira como preparar essa refeição leve e saborosa.

Salada com queijo cottage

Para saborear dessa receita, é preciso cozinhar os vegetais no vapor (Foto: depositphotos)

Ingredientes:

  • 1 xícara e meia de vagem em cubos
  • 4 abobrinhas pequenas raladas
  • 350 gramas de queijo cottage
  • 4 colheres (de sopa) de semente de girassol
  • 1 colher (de sopa) de suco de limão
  • Cheiro verde a gosto para decorar

Modo de preparo:

Antes de mais nada é preciso cozinhar as vagens no vapor até que fiquem macias. O tempo de cozimento é de aproximadamente 5 minutos. Logo depois leve para um refratário para salada e misture com a abobrinha e o suco de limão.

Por fim, coloque o queijo cottage e as sementes de girassol por cima e finalize com o cheiro verde. Essa receita é o suficiente para servir quatro pessoas e fica pronta em menos de 20 minutos.

3. Sunomono

Sunomono é uma salada agridoce de pepino tradicional no Japão. Ela é bastante leve e com um sabor marcante. O melhor de tudo é que ela possui poucas calorias e é rica em diversos nutrientes.

Salada sunomono

Salada feita com pepino japonês e gergelim (Foto: depositphotos)

Além disso, vai bem com diversos tipos de acompanhamentos ou até mesmo sozinha e é bem fácil de preparar. Confira.

Ingredientes:

  • 1 pepino japonês
  • 1 colher (de sopa) de sal marinho
  • 3 colheres (de sopa) de vinagre de arroz
  • 2 colheres (de sopa) de açúcar cristal
  • 2 colheres (de sopa) de gergelim

Modo de preparo:

Em primeiro lugar, lave bem o pepino que será utilizado com a casca. Depois corte em fatias bem finas e coloque em uma tigela ou prato fundo. Em seguida, coloque o sal e misture bem.

Os pepinos devem ficar aproximadamente 10 minutos no sal para desidratar. Em seguida, transfira o vegetal para um escorredor e deixe por mais 15 minutos. Isso é necessário para tirar toda a água dele.

Enquanto isso toste o gergelim em uma frigideira e deixe esfriar até o momento do uso. Enquanto isso, é preciso fazer a calda de açúcar e vinagre que irá dar o sabor agridoce ao sunomono.

Para isso você deve levar o açúcar e o vinagre ao fogo baixo em uma panela. Mexa bem até não sobrar nenhum grão, mas não deixe que a mistura levante fervura. Por isso é importante manter o fogo bem baixo. Desligue o fogo e deixe esfriar por completo.

Em seguida, lave bem o pepino para retirar o excesso de sal e seque bem com o auxílio de um papel toalha. Por fim, coloque todos os ingredientes em uma saladeira e finalize com o gergelim tostado.

Uma dica, sempre use o vinagre de arroz nesta receita. Ele é menos ácido e mais adocicado que os outros tipos e irá dar um sabor delicado ao sunomono.

4. Salada Carolina

A salada Carolina além de gostosa é fácil de fazer e perfeita para quem deseja que ela seja o foco da refeição. Especialmente porque já leva boas fontes de proteínas e outros nutrientes importantes para a saúde. Confira como fazer.

Salada com ovo cozido

Por possuir ovo cozido, essa salada possui alto teor de proteína (Foto: depositphotos)

Ingredientes:

  • 1 pé de alface americana
  • 2 tomates maduros
  • 2 ovos cozidos
  • 150 gramas de queijo parmesão
  • 1 colher (de chá) de mostarda
  • Suco de meio limão
  • 50 ml de azeite de oliva
  • Sal e pimenta do reino a gosto

Modo de preparo:

O primeiro passo é preparar o molho. Para isso você precisa misturar o azeite, o limão, a mostarda, o sal e a pimenta em um recipiente fundo. Em seguida, higienize bem todos os ingredientes e cozinhe os ovos.

Corte a alface em tiras, e os ovos e os tomates em cubos pequenos. O parmesão deve ser ralado em tiras grossas. Por fim, misture tudo no recipiente com o molho e está pronto para ser servida.

5. Salada com peito de peru e frutas

Além dos vegetais frescos, as frutas também costumam ser destaques durante o verão. Afinal, elas são leves, saborosas e possuem altas quantidades de nutrientes e água.

Salada com peru

Essa opção de salada para o verão surpreende pela crocância (Foto: depositphotos)

O melhor de tudo é que é possível adicionar algumas frutas às saladas. O resultado são receitas com um leve toque adocicado que irão fazer o maior sucesso. Nesta salada o destaque vai para a maçã, que adicione um crocante extra a preparação.

Ingredientes:

  • 3 folhas de alface crespa
  • 1 maçã pequena
  • 1 colher (de chá) de cheiro verde
  • 3 fatias de peito de peru light
  • 1 colher (de chá) de azeite de oliva
  • 1 colher (de chá) de mostarda
  • 1 colher (de chá) de vinagre branco e vinagre balsâmico
  • Sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo:

Com os ingredientes higienizados corte em cubos a alface, a maçã, o peito de peru e o cheiro-verde. Logo depois coloque todos em uma saladeira ou recipiente fundo e misture bem.

Em seguida prepare o molho misturando todos os líquidos, o sal e a pimenta, misturando bem. Por fim, coloque o molho na salada e está pronto para servir.

6. Salada mediterrânea

A salada mediterrânea é uma ótima pedida para quem quer uma refeição rápida e completa. Ela mistura folhas e vegetais frescos com grãos cozidos, o que garante o consumo de nutrientes importantes para o corpo.

Salada mediterrânea

Essa receita pode ser feita com lentilha ou grão-de bico (Foto: depositphotos)

Ingredientes:

  • 1 xícara de chá de lentilha
  • Meio pepino
  • Meia cenoura
  • 4 rabanetes
  • 8 tomates cereja
  • 2 colheres (de sopa) de amêndoa torrada e sem pele
  • 1 maço de agrião
  • Sal, pimenta-do-reino e limão a gosto
  • 2 colheres (de sopa) de azeite de oliva
  • 2 colheres (de sobremesa) de vinagre de vinho branco
  • Salsa picada

Modo de preparo:

O primeiro passo de preparo da salada mediterrânea é cozinhar a lentilha. Para isso você deverá levá-la ao fogo com água e sal até que esteja al dente. Feito isso, escorra e deixe esfriar.

Misture o azeite, o vinagre, uma pitada de sal e a salsa e acrescente a lentilha. Em seguida, corte o pepino, a cenoura, os rabanetes e os tomates em cubos e coloque em um recipiente fundo. Faça o mesmo com as amêndoas.

Tempere tudo com sal, pimenta e limão e deixe descansar por 5 minutos. Por fim, acrescente o agrião e misture a lentilha com os demais ingredientes e está pronto para servir. Você pode ousar e adicionar queijos, frutas secas ou carnes grelhadas. Já a lentilha pode ser substituída por grão-de-bico.

Melhores acompanhamentos

Acompanhamento é o nome dado ao alimentos que se serve para complementar o prato principal. Desse modo, é ideal para realçar os sabores, mas é servido em uma travessa separada.

Na maioria das vezes as saladas são vistas apenas como acompanhamentos. Porém, saiba que as receitas que você viu nesse artigo podem ser o prato principal da sua refeição.

Dito isso, é importante saber com o que servi-las para não acabar com um prato que roube todo o sabor. Portanto, o mais seguro é apostar em carnes grelhadas. Peixes, frango ou carne vermelha magra combinam bem com vários tipos de salada e são excelentes fontes de proteína.

Vegetarianos podem apostar em grãos cozidos como o feijão branco e o grão-de-bico. Ambos podem ser servidos com legumes e complementam bem a refrescância e o sabor suave das saladas.

Risotos ou suflês também caem muito bem e são utilizados com frequência para este fim. A dica para não errar é sempre escolher sabores complementares. Se a salada possui ingredientes com um gosto mais forte, como é o caso da fatouche, opte por acompanhamentos mais suaves, por exemplo.

Ideias de molhos leves e saborosos

O molho é uma parte importante e que eleva o sabor de qualquer salada. Para o verão o ideal é que eles sejam preparados com ingredientes leves e que não estragam com facilidade com as altas temperaturas.

Um exemplo disso é o tradicional mostarda e mel. Esse molho leva apenas mostarda, mel, vinagre e pimenta-do-reino e vai bem com várias receitas de saladas.

O molho com iogurte natural também é uma boa pedida. Para prepará-lo você precisa apenas de iogurte desnatado, azeite, vinagre, alho, sal e pimenta a gosto. É só misturar tudo e está pronto para o uso.

Por fim, misturando suco de limão, azeite e alho você consegue um molho leve e perfeito para saladas verdes. Para trazer uma refrescância extra é possível até adicionar folhas de hortelã.

Quais ingredientes devem ser evitados?

Durante o verão o corpo pede por alimentos mais leves e com alto teor de água. Por isso, alguns ingredientes devem ser evitados ou reduzidos durante o preparo das refeições, sejam elas saladas, guarnições ou acompanhamentos.

Um exemplo do que deve ser evitado são os ingredientes muito gordurosos ou processados. Os processados têm pouquíssima água e altas quantidades de sódio em suas composições. Desse modo, devem estar de fora das refeições.

Colocando sal na salada

É recomendado usar o sal com moderação nas saladas e em outros pratos (Foto: depositphotos)

Ingredientes que estragam com facilidade como maionese, leite e queijos frescos também devem ser evitados. Especialmente caso a salada não seja mantida refrigerada, pois é bom destacar que o calor diminui o tempo de vida desses alimentos.

Por fim, no livro “Guia alimentar para a população brasileira” o Ministério da Saúde destaca a importância de diminuir a quantidade de sal, açúcares e gorduras usados na preparação dos alimentos. Além disso, exalta a importância de consumir apenas produtos frescos e que sejam higienizados adequadamente.

Cuidados com a alimentação no verão

Durante o verão é essencial cuidar da alimentação. Especialmente porque as altas temperaturas alteram o metabolismo, fazendo com que o corpo perca mais água. E esse quadro pode levar a casos de desidratação.

Por isso, o Ministério da Saúde indica o consumo frequente de água e alimentos frescos, para manter a hidratação do corpo. Portanto, frutas, legumes e as saladas para verão que você viu nesse artigo são os alimentos da temporada.

Além disso, é importante evitar o consumo excessivo de açúcar, sódio, álcool e processados. Isso porque, esses componentes aumentam a perda de água pelo organismo e não possuem todos os nutrientes que o corpo precisa para se manter com saúde.

Sobre o autor

Avatar
Jornalista (Mtb-PE: 6770) com formação completa no curso de Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo (UniFavip-DeVry). Experiência prática de dois anos em produção jornalística para TV e rádio. Atualmente atua na área de redação para web, nas áreas de educação, beleza e saúde alternativa. Além da formação no curso superior, possui experiência em produção de vídeo, diagramação de livros e revistas e marketing.