Chá de Cabelo de milho trata infecção urinária e distúrbio cardíaco

Por Jéssica Vanessa

Cabelo de milho

O chá desta parte do milho ajuda até a emagrecer! | Imagem: Reprodução

O milho (Zea mays, L., Poaceae) é, sem dúvida, um dos alimentos mais nutritivos que existem. A utilização dele na alimentação humana é bastante abrangente, seja na forma in natura (milho verde fresco), enlatado ou na forma de farinha usada na fabricação de biscoitos. Entretanto, não é apenas na culinária que o milho tem destaque. O cabelo de milho, também conhecido como barba de milho ou estigma de milho, é uma parte da planta que geralmente é jogada fora, mas com ele se pode fazer um chá usado popularmente como diurético, no tratamento de infecções urinárias ou no controle da pressão alta.

O cabelo de milho é indicado em quais situações?

Embora não haja comprovação científica até o momento, o cabelo de milho pode auxiliar nas seguintes situações:

  • Cura de infecções urinárias
  • Em caso de cistite ou dores ao urinar, inclusive em casos de pedras nos rins.
  • Diminuição da pressão sanguínea
  • Diabetes
  • Obesidade

Cientificamente comprovado, o chá de cabelo de milho atua como poderoso antioxidante, auxiliando em doenças ou processos decorrentes do estresse oxidativo (aterosclerose, inflamações, envelhecimento e até mesmo câncer). Seus efeitos diuréticos, antidiabético, antidepressivo, revitalizante, redutor de triglicerídeos e colesterol, anti-inflamatório e neuroprotetor vêm sendo estudados em centros de pesquisa e têm apresentado resultados promissores.

Além de auxiliar na cura de todos esses problemas, o chá de cabelo de milho parece favorecer o “emagrecimento”, pois devido ao seu efeito diurético alivia a retenção de líquidos, que é um dos fatores que mais causam inchaço. Deve se ter em mente que o chá não emagrece (ou seja, não queima gordura), apenas ajuda na eliminação de líquidos do organismo, conferindo uma sensação de leveza ao corpo.

Estudos mostraram que o chá do cabelo de milho não apresenta toxicidade, portanto não apresenta risco potencial à saúde. De todo modo, o consumo abusivo do chá deve ser evitado. Para homens com dificuldade em urinar, devido à inflamação da próstata, é preciso evitar a infusão do cabelo do milho, pois o seu efeito diurético aumenta a frequência urinária e isso pode aumentar a sensação de dor.

Como fazer o chá?

1 a 2 colheres de sopa de cabelo de milho (deve-se utilizar os estigmas secos ou frescos) e 500 mL de água. Ferver a água e despejar sobre os estigmas. Abafar por cerca de 5 a 10 minutos, coar e beber. Consumir 1 a 2 xícaras por dia durante o período de inchaço ou retenção de líquidos. É preciso lembrar de ter cuidado na hora de utilizar esta infusão, assim como qualquer produto natural. Mesmo sendo produtos medicinais, dependendo do organismo, podem possuir efeitos diversos se usados de maneira errada. O ideal é sempre consultar um especialista antes de qualquer tratamento.

Revisão do texto