Limonada de maçã: o suco para quem sofre com diabetes

Essa receita é indicada para ser consumida no verão, ou nos dias mais quentes

A limonada de maçã é uma bebida muito deliciosa e uma das opções saudáveis para quem sofre de diabetes. Todo mundo sabe que diabéticos precisam seguir uma alimentação saudável e condizente com as sua necessidades, se quiserem levar uma vida sem problemas de saúde.

Essa tarefa não é fácil diante de tantas comidas e bebidas tentadoras que podem aumentar os níveis de glicose.

Como consequência de níveis descontrolados de diabetes, existem sintomas que vão de leves a muito graves nessas pessoas. Mal-estar, tontura, falta de apetite, ânsia, dores de cabeça, palidez e até mesmo cegueira, infecções e a morte.

Para manter a diabetes controlada não existe segredo. É necessário ter uma alimentação saudável e uma prática de atividades físicas. Infelizmente, para algumas pessoas é necessário o uso de medicamentos reguladores de glicemia, como a insulina. Ainda assim, essas pessoas devem ser cuidadosas com as refeições.

Como alternativa saudável e saborosa de bebida que pode ser consumida tranquilamente por diabéticos há a limonada de maçã. No preparo dessa bebida, se usam apenas três ingredientes naturais: limão, maçã e gengibre. Já que é possível prepará-la com água com gás, é uma boa substituição para o refrigerante.

Essa bebida é muito indicada principalmente para o controle dos níveis glicêmicos de crianças. Sabemos que para os pequenos é muito difícil viver com a diabetes enquanto estão rodeados por outras crianças comendo lanches e doces tentadores. Para as crianças, a única mudança nesse suco é que não se deve adicionar gengibre, pois o metabolismo das crianças já é muito rápido e a raiz pode prejudicá-las.

Receita da limonada de maçã

A limonada de maçã é indicada para quem tem diabetes porque age como anti-glicêmico

Esse suco deve ser consumido frio ou gelado (Foto: depositphotos)

Ingredientes

  • 1 maçã com casca;
  • 1 limão comum (taiti) grande com casca;
  • 1 cm de gengibre (ou meia colher de chá rasa de gengibre em pó);
  • 100 ml de água pura ou com gás.

Modo de preparo

Primeiramente, lave os ingredientes. Depois corte em pedaços a maçã, o limão e pique o gengibre. Coloque todos no liquidificador e adicione a água. Bata tudo até ficar homogêneo. Por se tratar de uma bebida de verão, que deve ser consumida fria ou gelada, pode-se usar água com gás também.

Por último, coe e beba. Você precisa beber imediatamente, pois ele perde propriedades muito rápido e não serve para guardar. Apesar de conter limão, não é uma bebida muito ácida, então pode ser consumida inclusive em jejum.

Contudo, se usar mais gengibre do que o recomendado, só a beba após as refeições.

Importante! Se preferir descascar o limão, não retire a película branca que fica entre a casca verde e a polpa. Ela é rica em pectina, o que ajuda o organismo da pessoa diabética.

Veja também: 10 motivos do limão ser uma das frutas mais eficazes no dia a dia

Benefícios dos ingredientes

Limão

As pessoas com diabetes devem apostar nas propriedades do limão

O limão consegue controlar os índices glicêmicos (Foto: depositphotos)

O limão (Citrus limon) é uma das frutas cítricas mais conhecidas. Pertence a classe Citrus, sendo assim parente da laranja, mexerica, grapefruit e outras frutas ácidas. Possui ação antioxidante e anticancerígena. Também é fonte de vitamina C.

De acordo com o biólogo Daniel Forjaz, em seu canal “Autor da própria saúde”, o extrato da casca do limão é comprovadamente benéfico no controle dos níveis glicêmicos. Ele explica que isso se deve porque as propriedades contidas na casca do limão impedem o processamento de amidos.

“Quando você come alguma coisa que tem amido, como por exemplo batatas, pães, massas, farinhas, açúcares, frutas, e tudo mais, os amido entram no nosso organismo e acabam virando glicose quando chegam ao intestino”, esclarece o especialista. Ele prossegue dizendo que o limão impede que os amidos sejam quebrados até chegar na fase de glicose.

Maçã

A maçã consegue proporcionar equilíbrio dos níveis de açúcar no corpo

A maçã é recomendada para diabéticos porque possui baixo índice glicêmico (Foto: depositphotos)

A maçã é uma fruta rica em pectina, que melhora o intestino e a absorção de água no organismo, o que facilita o controle metabólico. Tem ação tonificante, digestiva, desintoxicantes, laxante, antisséptica e diurética. Ou seja, auxilia no funcionamento de vários sistemas e do organismo em geral.

Para os diabéticos, a maçã é recomendada porque possui baixo índice glicêmico. Além disso, traz muito benefícios para o controle da glicemia. Isso se deve graças às propriedades da fruta, que auxilia no equilíbrio dos níveis de açúcar.

Veja também: 9 combinações de suco de beterraba

Lembre sempre de tirar as sementes para fazer o suco! As sementes de maçã não devem ser consumidas, porque fazem mal ao corpo e à saúde.

Gengibre

O gengibre é um dos ingredientes da limonada de maçã tão indicada para quem tem diabetes

O gengibre consegue prover o fortalecimento do organismo da pessoa diabética (Foto: depositphotos)

O gengibre é um rizoma originário da região Sudoeste da Ásia. A parte consumida dessa planta é a raiz, que possui inúmeros benefícios para a saúde humana. Na limonada de maçã, ele é capaz de prover o fortalecimento do organismo da pessoa diabética e o controle do metabolismo.

Segundo a especialista em sucos e ervas, Pat Crocker, em “O grande livro dos sucos”, a raiz do gengibre possui inúmeros benefícios e propriedades medicinais. “Estimula o fluxo sanguíneo do sistema digestivo e aumenta a absorção de nutrientes”, explica.

Veja também: Prepare, em casa, limonada quente com gengibre e mel

Além desses benefícios, ainda é uma boa opção para acalmar náuseas, impedir o vômito, higienizar o organismo, auxiliar a ação da vesícula e protege o fígado de toxinas.

Para finalizar, o gengibre ainda é anti-inflamatório, antiespasmódico, antisséptico, vasodilatador, antioxidante e anticoagulante.

O que diabéticos devem evitar na alimentação?

Em casos severos de diabetes, até o suco de algumas frutas precisam ser evitados

As pessoas com diabetes devem evitar ingerir alimentos ricos em açúcares e amido (Foto: depositphotos)

Para começar, vamos falar sobre as bebidas que os diabéticos deve evitar. Em primeiro lugar está o refrigerante, por motivos óbvios. Essa é a bebida com a maior concentração de açúcar encontrada no mercado. Além de serem uma fonte de muitos carboidratos.

Mas se engana quem acha que só os refrigerantes são os vilões. Os chás gelados industriais e limonadas processadas também possuem corantes e açúcares derivados da frutose, que são inimigos do controle glicêmico. Além disso, são responsáveis por fazer engordar.

Da mesma forma, existem alimentos em geral que devem passar longe da dieta dos diabéticos. O pão comum, macarrão e arroz (também comuns) aumenta a produção de açúcar no organismo, devido ao alto teor de carboidratos. Prefira sempre as versões integrais desses alimentos e de outros tipos de grãos e massas.

Outra coisa que deve ser muito evitada é a gordura trans. Ela é responsável por aumentar a resistência do organismo à insulina. Isso faz a diabetes ficar cada vez mais séria e difícil de ser tratada. Ela é muito comum em margarinas, biscoitos, bolachas e alimentos congelados. Sempre verifique os rótulos.

Veja também: Receitas de bebidas energéticas naturais

Em alguns casos severos de diabetes, até mesmo suco de algumas frutas precisam ser evitados. Isso se deve porque as frutas contêm frutose também resultando no aumento do nível glicêmico.

Confira outros alimentos que devem ser evitados:

  • Mel;
  • Bebidas alcoólicas (algumas contêm muito açúcar, outras muitos carboidratos)
  • Frituras;
  • Cereais açucarados;
  • Sorvetes comuns (dê preferência ao zero açúcar)
  • Iogurtes e danones com sabor;
  • Pizza;
  • Frutas secas (porque sem água, elas concentram mais açúcar)

Sobre o autor

24 anos, é jornalista e produtor de conteúdo especializado. Atua com produção jornalística há 4 anos. Vencedor do prêmio de empreendedorismo digital “Academic Winner 2017”, promovido pela DeVry University na Califórnia, Estados Unidos. Tem no currículo trabalhos em emissoras de televisão, jornal impresso, revistas e internet. É pernambucano e tem como hobbies escrever, jogar videogames, cinema e estudos sociais.