10 benefícios do goji berry

Você já se perguntou quais os reais benefícios do Goji Berry? Essa pequena fruta asiática ficou bastante famosa nos últimos anos por conta da sua promessa de trazer diversos benefícios para a saúde.

A fruta, cujo nome científico é Lycium barbarum, pertence à família das Solanaceae, e é usada há milênios em países asiáticos. Não apenas como um alimento nutritivo, mas também fazendo parte ativa da medicina tradicional de países como China, Japão e Coréia.(1)

A árvore que dá os frutos do goji berry é originária do continente asiático e foi trazida para países do ocidente a partir do século 16. No entanto, até os últimos anos, ela era tratada apenas como uma planta ornamental, sendo cultivada em praças e jardins.(2)

Uma das principais características do fruto é a sua cor laranja-avermelhada viva e o seu sabor doce e picante ao mesmo tempo, além de ser rico em diversos nutrientes e propriedades medicinais.(3)

Neste artigo do Remédio Caseiro você vai destacar todos os principais benefícios que o goji berry traz para a saúde e ainda onde comprar e quais as contraindicações do uso.

Benefícios do Goji Berry

Há mais de 2500 anos que o goji berry vem sendo usado para fins medicinais em alguns países asiáticos. Por isso ele é comumente chamado de fruto milagroso ou super alimento, já que estudos recentes comprovaram que ele é extremamente rico em diversas substâncias que fazem bem ao corpo.

Frutos de goji berry

Esses frutos costumam ser encontrados com mais frequência desidratados ou em cápsulas (Foto: depositphotos)

Neste tópico você vai descobrir os 10 principais benefícios dessa pequena fruta e para que ela é usada tradicionalmente na medicina popular, confira.

1. Reduz a glicose no sangue

Um dos principais benefícios encontrados no goji berry é a sua ação hipoglicêmica. Ou seja, consumi-lo regularmente ajuda a diminuir os níveis de glicose no sangue de pessoas diabéticas.

Isso foi descoberto em um estudo feito em ratos, que mostrou que os animais que foram tratados com o extrato da fruta apresentaram uma diminuição do açúcar no sangue bastante significativa, após dez dias de tratamento.(3)

2. Protege a visão

Os componentes fitoquímicos presentes na fruta também é responsável por proteger as células da retina contra danos, sejam eles causados por doenças ou pela ação do envelhecimento normal do corpo. Ou seja, ela ajuda a prevenir o que é chamado de apoptose, que é a morte das células e assim a degeneração da visão.

Além disso, o extrato do goji berry é rico em uma substância chamada taurina. Essa substância é capaz de prevenir o progresso da degeneração celular que é causada pela diabetes tipo 2.(3)

Um estudo publicado em 2010, pela Kansas State University, mostrou que sim, o goji berry é eficaz na prevenção da retinopatia, que é o nome dado a complicação da diabetes que atinge os olhos e pode causar cegueira.(4)

Outro estudo, comandado por pesquisadores de Taiwan, indicou que o consumo frequente da fruta também ajuda a diminuir os sintomas da síndrome do olho seco. Doença onde as lágrimas não conseguem hidratar o olho e pode causar cegueira quando não tratada corretamente.(5)

3. Diminui o colesterol

Os fitoquímicos presentes no goji berry também são responsáveis por controlar os níveis de gordura no sangue. Principalmente porque a fruta ajudou a diminuir o colesterol ruim, que é chamado de LDL, ao mesmo tempo em que aumentou os níveis do HDL, que é considerado o colesterol bom para o corpo.

Isso é devido a presença de polissacarídeos, carboidratos compostos por uma grande quantidade de moléculas e que funcionam como uma fonte de energia. Além disso, eles ajudam a baixar os níveis de colesterol, diminuindo as chances de doenças cardíacas.(3)

4. Tem ação antioxidante

Outro benefício do consumo de goji berry é a sua ação antioxidante. Sendo que ele é rico em diversas substâncias que combatem a ação dos radicais livres, diminuindo os efeitos da oxidação das células e ajudando a prevenir inúmeras doenças.

Alguns estudos realizados na última década indicam que isso se deve ao fato do fruto ser rico em alguns componentes. Como por exemplo flavonoides, vitamina C. polissacarídeos e carotenoides. Esse último é o pigmento natural responsável pela cor vibrante.(3)

5. Promove o bem-estar físico e mental

O suco do Goji Berry, uma das formas populares de consumo, também ajuda a promover uma sensação de bem-estar. Tanto física, quanto mental.

Foi isso que indicou um estudo publicado em 2008 no The Journal of Alternative and Complementary Medicine (Diário de medicina alternativa e complementar). Esse estudo mostrou que o consumo do suco de goji berry melhorou a performance atlética, a capacidade de se focar em determinadas atividades e ainda promoveu a calma e sentimentos de felicidade, principalmente porque ele diminuiu a fadiga e aumentou os níveis de energia.

Além disso, o grupo que consumiu o suco se mostrou mais disposto e enérgico para a prática das atividades diárias. Ao mesmo tempo em que tiveram uma melhora na qualidade do sono, redução do estresse e maior facilidade para acordar.(1)

6. Estimula o sistema imune

Um dos usos tradicionais do goji berry na medicina chinesa é para a melhora do sistema imune. Sendo comprovado, através de diversas pesquisas, que a fruta tem fitoquímicos que ajudam na produção dos glóbulos brancos e anticorpos, que ajudam o corpo a lutar contra micro-organismos que causam doenças. (3)

7. É anti-inflamatório e anti-microbial

O goji berry também exibe propriedades anti-microbiais, que estão bastante relacionada a sua ação antioxidante. Por isso é usado tradicionalmente no tratamento de doenças causadas por micro-organismos e na inibição da proliferação deles no corpo.(5)

Um estudo publicado em 2014, por pesquisadores da Iuliu Hațieganu University of Medicine and Pharmacy, da Romênia, indicou que o goji berry é eficaz contra a proliferação de diversos tipos de bactérias. Como a salmonella, por exemplo.(6)

Além disso, os fitoquímicos presentes no goji berry diminuem a inflamação e a ação das citocinas, que desencadeiam o quadro inflamatório. Com o uso contínuo, isso pode ajudar a diminuir a mortalidade de pessoas que possuem doenças inflamatórias crônicas.(7)

Todos esses benefícios, assim como a ação antioxidante, estão relacionados às grandes quantidades de polifenóis, carotenoides e flavonoides que estão presentes na composição da fruta.(8)

8. Tem ação anti-cancerígena

Além de todos os benefícios já citados, estudos comprovaram a ação dos compostos fitoquímicos presentes no goji berry contra alguns tipos de câncer. O fruto é usado para este fim há milênios pela medicina tradicional chinesa.

Os estudos citados usaram ratos e confirmaram que o consumo diário do suco de goji berry diminuiu significativamente a proliferação de células do câncer. Principalmente dos tipos sarcoma e do câncer de próstata.

Além disso, os componentes da fruta impedem a morte de células saudáveis, prevenindo os casos de necrose.(3)

No entanto, o goji berry nunca deve substituir os tratamentos convencionais. Ele deve servir como um ajudante e como prevenção para diversos tipos de câncer, uma vez que, por causa da sua ação antioxidante, fortalece a ação das células do corpo que lutam contra este tipo de doença.(9)

9. Melhora o funcionamento do intestino

Consumir regularmente os derivados de goji berry também traz benefícios para o sistema gastrointestinal, principalmente do intestino grosso, já que a fruta é processada como um probiótico que ajuda a regularizar o funcionamento do órgão.

Dessa maneira é eficaz contra constipação e também diarreia, pois melhora também a qualidade da flora intestinal, que é importante para a manutenção de todas as funções do organismo.(1)

Além disso, um estudo realizado em 2016 mostrou que o goji berry pode ajudar pessoas que sofrem com colite. Isso é, uma inflamação que atinge o intestino grosso e pode causar fortes dores, úlceras, sangramentos e até a morte.(7)

10. Protege a pele contra danos

Por fim, as receitas preparadas com goji berry ajudam a proteger a pele contra a ação dos raios UV. Isso foi descoberto em um estudo publicado em 2010, onde ratos que consumiram o suco da fruta mostraram menos danos causados à pele ao serem expostos a esses raios.

Isso também está relacionado aos altos níveis de antioxidantes presentes na fruta, que também pode ajudar a prevenir alguns tipos de câncer de pele e até ajudar com a queda de cabelo causada por danos à região.(10)

O goji berry é um ótimo método caseiro de prevenção e tratamento contra celulite, ajudando a melhorar o aspecto da pele atingida pelo problema. (11)

Propriedades nutricionais do goji berry

O goji berry ganhou nas últimas década o apelido de super fruta e não é por menos, já que ela apresenta uma boa quantidade de vitaminas e minerais importantes para o funcionamento do organismo. Além de outras substâncias que atuam na proteção do corpo.

Entre os principais podem ser citados as altas doses de vitamina C e compostos fitoquímicos como flavonoides, polissacarídeos, betacaroteno, licopeno e taurina.(12)

Além disso, o goji berry possui vitaminas A, E e do complexo B, bem como proteínas, fibras alimentares e minerais como zinco, ferro, cálcio, potássio, cobre e selênio. Com apenas 23 calorias para cada 28 gramas, que é o equivalente a duas colheres (de sopa).(13)

Como consumir

O goji berry é frequentemente encontrado no Brasil já desidratado, por isso pode ser consumido de diversas maneiras diferentes, na forma de chás e sucos ou como  ingrediente de saladas.

Por causa do seu sabor exótico, ele é bastante apreciado por muitas pessoas e pode ser consumido diariamente até mesmo puro. Já para quem não conseguiu se adaptar ao sabor da fruta, uma boa opção é consumi-la em cápsulas.

A seguir o Remédio Caseiro separou duas receitas de chá e suco que podem ser consumidos antes ou após as refeições para melhorar o funcionamento do sistema gástrico confira.

Chá de goji berry

Para preparar o chá de goji berry você irá precisar de 1 colher (de sopa) da fruta desidratada, para cada xícara de água. Em primeiro lugar, ferva a água e logo depois adicione o goji berry, desligue o fogo e deixe a mistura em infusão por 10 minutos.

Quando passar esse tempo você pode coar e adoçar com mel ou açúcar mascavo e beber ainda quente ou gelado, ideal em dias mais quentes.

Suco de goji berry

Os sucos podem ser feitos com as frutas secas ou frescas e com a mistura de outras frutas da sua preferência. Para o preparo você irá precisar de 1 colher (de sopa) de goji berry, um copo de água e mel para adoçar.

Bata tudo em um liquidificador, coe e beba ainda fresco. Caso deseje adicione frutas como laranja, abacaxi ou melancia.

Frutos de goji berry

O goji berry consegue diminuir significativamente a proliferação de células do câncer (Foto: depositphotos)

O Goji Berry ajuda a emagrecer?

Sim, o consumo diário de goji berry é um aliado na perda de peso. Um estudo realizado em 2011 mostrou que pessoas que consumiram o suco da fruta pela manhã mostraram uma redução de sete centímetros na circunferência abdominal. (1)

Esse fato está bastante relacionado à capacidade de melhorar a metabolização de gordura pelo corpo. O que acaba diminuindo as quantidades dela no organismo, proporcionando uma diminuição do peso corporal com o consumo contínuo.

Além disso, os frutos do goji berry possuem uma grande quantidade de fibras. Quando ingeridas nas quantidades recomendadas, elas ajudam a melhorar o trânsito intestinal, facilitando a digestão e descarte do que não é necessário para o corpo. Logo, ocorre uma aceleração no processo de emagrecimento natural e saudável.(14)

Por fim, o goji berry é eficaz para quem deseja perder peso por conta do seu efeito anti-inflamatório. Já que essa é uma condição comum em pessoas que estão acima do peso.(7)

Melhorando também a qualidade de vida, já que ela promove um aumento da energia e diminuição do cansaço durante a prática de exercícios físicos e a melhora do sono,  fatores decisivos para um emagrecimento saudável.(1)

Contudo, é necessário sempre ter em mente que nenhum alimento ou erva é milagroso. Ou seja, é preciso usá-los apenas como complemento para uma alimentação saudável e aliados a prática de exercícios regularmente.

Onde encontrar e preço

A goji berry pode ser encontrada de diversas maneiras. No Brasil, o mais comum é na forma desidratada ou em cápsulas. As frutas desidratadas costumam ser vistas em frequência em lojas de produtos naturais e fitoterápicos, feiras e até mesmo em alguns supermercados. Quase sempre na área reservada aos produtos dietéticos.

Em lojas virtuais elas custam em média entre R$20 e R$50. Sendo encontradas em versões de 100 gramas até um quilo de produto.

Já as cápsulas apresentam uma maior variação de preço, podendo custar entre R$20 e R$90 por 60 cápsulas. Uma dica importante é sempre verificar a composição ao comprar esse tipo de suplemento, para garantir que ele é fabricado apenas com o goji berry.

Cuidados e contraindicações

É preciso ter alguns cuidados ao consumir o goji berry, isso porque ele interage diretamente com o tipo de medicamento chamado de varfarina, um anticoagulante usado no tratamento de trombose.

Estudos revelaram que os fitoquímicos presentes no goji berry têm a capacidade de potencializar o efeito dos anticoagulantes. Sendo assim, podem causar um aumento do tempo de sangramento em lesões, o aparecimento de hematomas e até mesmo hemorragias anal e nasal. Por isso, quem faz uso desse tipo de medicamento deve consultar um médico antes de consumir o goji berry.

Além disso, algumas pessoas podem ser alérgicas a fruta e apresentar reações ao seu consumo.

Outro cuidado com o consumo do goji berry é que ao consumi-lo junto com outras ervas pode acarretar em fotossensibilidade. Ou seja, um aumento da sensibilidade da pele ao ser exposta ao sol. Isso ocorre com frequência ao misturar o goji berry com a erva unha de gato.

Por fim, mulheres grávidas, que estejam amamentando e crianças pequenas devem evitar o consumo. Já que as propriedades e contraindicações da fruta ainda não foram totalmente analisadas e podem causar problemas.(9)

Referências

(1) AMAGASE, Harunobu; NANCE, Dwight M. A Randomized, Double-Blind, Placebo-Controlled, Clinical Study of the General Effects of a Standardized Lycium barbarum (Goji) Juice, GoChi. The Journal of Alternative and Complemetary Medicine, v. 14, n. 4, p. 403-412, 2008. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/18447631. Acesso em: 26 de dezembro de 2018.
(2) CARNÉS, Jerónimo et al. Recently introduced foods as new allergenic sources: Sensitisation to Goji berries (Lycium barbarum). Food Chemistry, v. 137, n. 1-4, p. 130-135, abril de 2013. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23200000. Acesso em: 26 de dezembro de 2018.
(3) KULCZÝNSKI, Bartosz; GRAMZA-MICHATOWSKA, Anna. Gobi Berry (Lycium barbarum): Composition and Health Effects – a Review. Polish Journal of Food and Nutritional Sciences, v.66, n. 2, p. 67-75, 2016. Disponível em: https://content.sciendo.com/view/journals/pjfns/66/2/article-p67.xml. Acesso em: 26 de dezembro de 2018.
(4) KANSAS STATE UNIVERSITY. Chinese wolfberries may improve vision imperfections caused by type-2 diabetes, abril de 2010. Disponível em: https://www.sciencedaily.com/releases/2010/03/100330102835.htm. Acesso em: 26 de dezembro de 2018.
(5) CHIEN, Kaung-Jen; et al. Effects of Lycium barbarum (goji berry) on dry eye disease in rats. [2017]. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5780158/. Acesso em: 26 de dezembro de 2018.
(6) MOCAN, Andrei; et al. Polyphenolic Content, Antioxidant and Antimicrobial Activities of Lycium barbarum L. and Lycium chinense Mill. Leaves. Molecules, v.19, n.7, p. 10056-10073, julho de 2014. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC6271913/. Acesso em: 26 de dezembro de 2018.
(7) KANG, Yifei; et al. Preventive effects of Goji berry on dextran sulfate sodium induced colitis in mice. The Journal of Nutricional Biochemistry, v.40, p. 70-76, fevereiro de 2017. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0955286316300924. Acesso em: 26 de dezembro de 2018.
(8) FIORITO, Serena; et al. Novel biologically active principles from spinach, goji and quinoa. Food Chemistry, v. 276, p. 262-265, março de 2019. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0308814618317837. Acesso em: 26 de dezembro de 2018.
(9) MARTINS, Gislaine Sussai Gibin; et al. Toxicidade do Goji Berry (Lycium barbarum). Revista Uningá Review, v. 20, n. 1, p. 87-91, outubro-dezembro de 2014. Disponícel em: http://revista.uninga.br/index.php/uningareviews/article/view/1561/1172. Acesso em 26 de dezembro de 2018.
(10) REEVE, Vivienne E; et al. Mice drinking goji berry juice (Lycium barbarum) are protected from UV radiation-induced skin damage via antioxidant pathways. Photochemical & Photobiological Sciences, v.9, p. 601-607, [2010]. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/42768835_Mice_drinking_goji_berry_juice_Lycium_barbarum_are_protected_from_UV_radiatio-induced_skin_damage_via_antioxidant_pathways. Acesso em: 27 de dezembro de 2018.
(11) PASSOS, Wesley Barros da Silva; UCHÔA, Valdiléia Teixeira. Uma Revisão bibliográfica sobre o goji berry como alimento funcional. Revista da Universidade Vale do Rio Verde, v. 16, n.1, [2018]. Disponível em: http://periodicos.unincor.br/index.php/revistaunincor/article/view/4447. Acesso em: 27 de dezembro de 2018.
(12) SILVA, Juno Ceniz Fernandes; DEGÁSPARI, Cláudia Helena. PROPRIEDADES NUTRICIONAIS E EFEITOS ADVERSOS DA “GOJI BERRY” (Lycium barbarum L.). Cadernos de Artigos Científicos e Resumos Expandidos, v. 1, n.4. p. 183-185, outubro de 2015. Disponível em: http://portaldeperiodicos.unibrasil.com.br/index.php/anaisevinci/article/view/866. Acesso em: 27 de dezembro de 2018.
(13) https://nutritiondata.self.com/facts/custom/280160/1
(14) ERKEL, Amy Jeanette; et al. Consumo de frutos e extratos concentrados de goji berry (Lycium barbarum).RBONE, v. 11, n. 64, p. 261-268, [2017]. Disponível em: https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=6124395. Acesso em: 27 de dezembro de 2018.

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.

Sobre o autor

Avatar
Jornalista (Mtb-PE: 6770) com formação completa no curso de Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo (UniFavip-DeVry). Experiência prática de dois anos em produção jornalística para TV e rádio. Atualmente atua na área de redação para web, nas áreas de educação, beleza e saúde alternativa. Além da formação no curso superior, possui experiência em produção de vídeo, diagramação de livros e revistas e marketing.