Amendoim: 8 benefícios para aqueles que querem saúde de aço

Já se perguntou qual a quantidade de amendoim que pode ser consumida por dia para aproveitar os seus benefícios? Rico em proteínas, minerais e vitaminas, esse produto natural pode combater doenças cardiovasculares e ainda auxiliar no emagrecimento.

De acordo com a coach nutricionial Gabi Lodewijks, ele é “conhecido pelo seu alto teor calórico, mas não podemos esquecer que ele é riquíssimo em nutrientes, como o zinco, acido fólico, magnésio, vitamina do complexo B e E”.

Grãos de amendoim

O amendoim controla os níveis de colesterol no sangue e combate a anemia (Foto: depositphotos)

E o melhor de tudo, é que ele pode ser aproveitado de diversas maneiras. Cru, torrado, em pasta ou como paçoca, o amendoim faz sucesso nas mesas brasileiras. Além do consumo direto, esse alimento também pode ser utilizado no preparo de farofas, doces, leite e até mesmo chá.

Benefícios do amendoim

Segundo a nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau, “o amendoim é um alimento energético, com ação antioxidante, que ajuda na saciedade, no bom funcionamento intestinal e fornece as proteínas que precisamos ao longo do dia”.

1- Fornece energia

Alimentos ricos em carboidratos são fontes de energia para todo o corpo. Por exemplo, em 100 gramas de amendoim cru são encontradas 20,3 gramas desse macronutriente.

Mas, além dos carboidratos, essa leguminosa também possui gorduras monoinsaturadas. Essas, por sua vez, ajudam a converter os estoques de gordura corporal em energia. (1, 2)

2- Protege a saúde cardiovascular

Os ácidos graxos monoinsaturados são conhecidos como gorduras do bem, pois aumentam a captação do colesterol ruim (LDL) e eleva as taxas do colesterol bom (HDL). Segundo Renata Guirau, o amendoim possui uma grande quantidade dessas substâncias. Por essa razão, ele consegue auxiliar na prevenção de doenças cardiovasculares, como a aterosclerose, caracterizada pelo entupimento das artérias. (1)

Somando-se a esse benefício, Gabi Lodewijks lembra que, como trata-se de uma leguminosa, esse alimento é de origem vegetal e por isso não possui colesterol. Sendo assim, contribui ainda mais com a saúde do coração.

3- Regenera a pele

Ainda de acordo com a nutricionista, a regeneração da pele está relacionada à presença de zinco nesse alimento. O mineral auxilia no restabelecimento dos ferimentos e tem ação antioxidante, estando presente na epiderme e na derme. (3)

4- Melhora a imunidade

O zinco também auxilia o sistema imune, uma vez que a ausência desse nutriente no organismo pode prejudicar mediadores da imunidade causando lesões cutâneas e vulnerabilidade à doenças infecciosas.

Além disso, o mineral em questão é essencial durante a gravidez, pois sua carência afeta o transporte de anticorpos da mãe para o feto no último trimestre de gestação.  Como consequência disso, a imunidade do recém-nascido pode ser prejudicada. (3)

Falando em gestação e sistema imunológico, Renata Guirau afirma que o amendoim também é rico em ácido fólico. Dessa maneira, é um alimento muito importante para as futuras mamães pois previne alguns tipos de anemia.

5- Contribui com a saúde dos ossos

A leguminosa é fonte de magnésio, por isso “atua no equilíbrio metabólico, na saúde dos ossos e dentes”, explica a nutricionista. Esse benefício é decorrente da ação desse mineral na metabolização do cálcio, fazendo-se necessário para a manutenção da integridade óssea. (4)

6- Auxilia o sistema digestivo

Outro importante efeito desse alimento é o suporte ao bom funcionamento do sistema digestivo, principalmente o intestino. Isso pode ser observado devido à presença de fibras, responsáveis pela formação do bolo fecal. (1)

Segundo Renata Guirau, as fibras alimentares promovem saciedade, regulam o fluxo intestinal e ajudam a controlar os níveis de colesterol no sangue.

7- Protege as células

“Amendoim ajuda no combate a alguns tipos de câncer, protege o sistema nervoso e tem função antioxidante, principalmente na casca”, explica a coach nutricional Gabi Lodewijks.

Esses benefícios, segundo Renata, existem graças à presença da vitamina E, pois esse nutriente age impedindo a oxidação das células, geralmente provocada pelos radicais livres. Além do ácido fólico, que de acordo com a profissional, é importante para a saúde do sistema nervoso central.

8- Estimulante sexual

Já se perguntou se o amendoim é realmente um viagra natural? Pois saiba que essa leguminosa tem efeito afrodisíaco devido à vitamina B3 presente em sua composição. O nutriente “tem a capacidade de dilatar os vasos sanguíneos, fazendo com que os genitais se encham de sangue e desse modo todo o corpo reaja”, explica um artigo publicado na Pontifícia Universidade Católica (PUC) do Rio de Janeiro. (5)

Amendoim engorda?

Sim, por ser um alimento de alta densidade calórica. Em média, 100 gramas de amendoim possuem 550 calorias! Portanto, dependendo da quantidade consumida, ele pode sim favorecer o ganho de peso”, destaca Guirau.

Além disso, a coach nutricional Gabi Lodewijks lembra que a leguminosa possui um alto teor de gordura, o que também engorda.

Mas, você pode estar se perguntando o porquê de afirmamos no início desse artigo que esse mesmo alimento auxilia no emagrecimento. De acordo com as profissionais em nutrição, o consumo com moderação pode contribuir com a perda de peso.

Isso se deve à presença das fibras alimentares, que como já vimos, contribuem com o sentimento de saciedade, diminuindo a sensação de fome.

Qual quantidade posso comer por dia?

Ainda segundo Renata, a quantidade ideal pode variar para cada pessoa, pois depende dos objetivos do indivíduo nas dietas e do restante da alimentação. Mas, de uma maneira geral, a nutricionista recomenta uma quantidade que pode ser consumida diariamente. “Podemos dizer que uma porção fica em média de 30 gramas de amendoim“, aconselha.

Benefícios na musculação

Para Gabi Lodewijks, essa leguminosa pode ser uma aliada dos praticantes de musculação, pois auxilia na construção muscular.

A nutricionista Renata também concorda e complementa lembrando que trata-se de um alimento energético, favorecendo o bom desempenho nas atividades físicas. “O consumo pode ser feito ao longo do dia, entre as principais refeições”, recomenda a profissional, que também é especialista em Nutrição Clínica e Esportiva.

Qual a melhor maneira de consumir esse alimento?

Renata Guirau explica que a melhor maneira de preservar os benefícios do alimento é consumindo-o cru. Mas que, no caso do amendoim, a perda de nutrientes é baixa quando cozinhado ou torrado.

“De um modo geral, o ideal em relação ao amendoim é fazer o consumo dele sem adição de açúcares e cremes”, aconselha. A seguir você pode conferir três receitas com essa leguminosa indicadas pelas entrevistadas.

Tigela com pasta de amendoim

A pasta de amendoim é usada como acompanhamento de frutas, pães e biscoitos (Foto: depositphotos)

Pasta de amendoim com cacau e coco

Ingredientes

  • 500 gramas de amendoim sem pele
  • 1 colher (de sopa) de cacau em pó
  • ½ xícara de coco seco
  • 2 a 3 colheres (de sopa) de óleo de coco.

Modo de preparo

Bata o amendoim, o cacau, o óleo de coco e o coco seco no processador, abrindo de tempos em tempos para incorporar os pedaços que forem ficando nas bordas. Vá repetindo o processo até formar uma pasta homogênea.

Farofa de banana com amendoim

Ingredientes

  • 1 colher (de sopa) de manteiga
  • 2 colher (de sopa) de cebola ralada
  • 1 dente de alho picado
  • 1 xícara de farinha de mandioca
  • 1 xícara de amendoim picado
  • 2 bananas da terra picadas
  • Sal e pimenta do reino a gosto.

Modo de preparo

Aqueça a manteiga e doure o alho e a cebola. Em seguida, acrescente os demais ingredientes, acerte o sal e a pimenta, refogando bem. Depois é só servir.

Leite

“Consumir leite de amendoim pode ajudar a diminuir a vontade por doces. Por ser rico em proteína e fibras, ele sacia”, afirma Gabi Lodewijks. Mas, assim como tudo na vida, é necessário optar por um consumo moderado, pois a bebida vegetal é calórica e pode engordar se for ingerida em excesso.

Ingredientes

  • 1 xícara e ½ (de chá) de amendoim cru e com casca
  • 1 litro de água filtrada.

Modo de preparo

Lave os amendoins e deixe-os de molho por 12 horas. Depois, escorra toda a água e lave novamente. Em uma panela, coloque-os e cubra com água. Deixe em fogo médio até ferver e depois deixe descansar por 5 minutos.

Os próximos passos são escorrer o líquido da fervura, colocar os amendoins no liquidificador e adicionar um litro de água filtrada. Bata os ingredientes até ficar uniforme e coe o conteúdo com uma peneira fina.

Esse leite vegetal é perfeito para quem é intolerante à lactose ou vegano. Além de fácil de fazer, tem baixo custo de produção, sendo necessário apenas comprar a leguminosa. Depois de pronto, pode ser aproveitado normalmente, substituindo a bebida láctea comum. O alimento deve ser armazenado na geladeira por até cinco dias.

Chá de amendoim: para que serve, como fazer e como consumir?

Xícara com chá de amendoim

O chá de amendoim agrega os mesmos benefícios dos grãos cru, podendo ser usado como digestivo (Foto: depositphotos)

“É possível utilizar o amendoim para o preparo de chás e seus benefícios são os mesmos encontrados no consumo do alimento em grão”, explica a nutricionista.

Ingredientes

  • 1 litro de leite desnatado
  • 300 ml de água
  • 1 xícara de amendoim cru triturado
  • ½ xícara de açúcar mascavo
  • 1 colher (de chá) de canela em pó.

Modo de preparo

Em uma panela, aqueça o leite, a canela, o açúcar e a água. Quando levantar fervura, acrescente o amendoim triturado e deixei cozinhando em fogo baixo por cerca de 10 minutos. Sirva em seguida.

Malefícios à saúde

“O amendoim pode ser causa de alergias bem sérias. Devemos ter cuidado nas primeiras vezes que oferecermos para as crianças e os alérgicos precisam ficar atentos à presença de amendoim em receitas, como bolos e cremes”, alerta Renata Guirau.

Outra recomendação da profissional de nutrição é o cuidado com amendoim contaminado por fungos. Essa situação pode ocorrer dependendo de como ele foi armazenado. Além disso, é necessário estar atendo a datas de validade, textura, cor e sabor do grão.

“O amendoim torrado geralmente é também salgado. É importante ficar atento para não consumir sódio demais, principalmente no caso de pessoas hipertensas. Também é bastante comum o consumo do amendoim revestido com açúcares, farinhas e chocolate. Nesses casos, o controle da quantidade ingerida deve ser ainda mais rigoroso, pois o amendoim fica ainda mais calórico”, finaliza a nutricionista.

*Artigo feito com a colaboração da coach nutricional Gabi Lodewijks e da nutricionista da Oba Hortifruti, Renata Guirau, especialista em Nutrição Clínica e Esportiva (CRN 35487).

Referências

(1) Aditivos & Ingredientes. “O amendoim e seus benefícios“. Disponível em: https://aditivosingredientes.com.br/upload_arquivos/201604/2016040691751001460557447.pdf. Acesso em: 26 de agosto de 2019.

(2) Núcleo de Estudos e Pesquisas em Alimentação – NEPA. “Tabela Brasileira de Composição de Alimentos – TACO“. Campinas, São Paulo, 2011. Disponível em: http://www.nepa.unicamp.br/taco/contar/taco_4_edicao_ampliada_e_revisada.pdf?arquivo=taco_4_versao_ampliada_e_revisada.pdf. Acesso em: 26 de agosto de 2019.

(3) COMINETTI, Cristiane; COZZOLINO, Silvia Maria Franciscato. “Funções plenamente reconhecidas de nutrientes – Zinco“. International Life Sciences Institute, 2009. Disponível em: https://ilsi.org/brasil/wp-content/uploads/sites/9/2016/05/07-Zinco.pdf. Acesso em: 26 de agosto de 2019.

(4) MONTEIRO, Thaís Helena; VANNUCHI, Helio. “Funções plenamente reconhecidas de nutrientes – Magnésio“. International Life Sciences Institute, 2009. Disponível em: http://ilsi.org/brasil/wp-content/uploads/sites/9/2016/05/16-Magne%CC%81sio.pdf. Acesso em: 26 de agosto de 2019.

(5) MARINO, Carolina; et al. “O poder da comida afrodisíaca“. Pontifícia Universidade Católica (PUC) do Rio de Janeiro, 2006. Disponível em: http://puc-riodigital.com.puc-rio.br/media/4%20-%20o%20poder%20da%20comida%20afrodis%C3%ADaca.pdf. Acesso em: 26 de agosto de 2019.

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.

Sobre o autor

Avatar
Jornalista (MTB-PE: 6750), formada em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, pela UniFavip-DeVry, escreve artigos para os mais diversos veículos. Produz um conteúdo original, é atualizada com as noções de SEO e tem versatilidade na produção dos textos.