Remédio para rouquidão caseiro

Ingredientes como a romã, agrião, mel e própolis são eficazes remédios para combater esse problema

A rouquidão é um estado vocal que pode ser tratado com remédio caseiro e natural. Esse problema se caracteriza pela mudança do tom e da qualidade da voz que, geralmente, assume uma tonalidade áspera. Falar enquanto se está rouco(a) pode ser muito complicado e danificar a voz. Descubra como tratar esse problema.

Em primeiro lugar, é importante deixar claro: Voz rouca e rouquidão são coisas diferentes! Isso mesmo. A voz rouca é consequência do cansaço ou uso exagerado da voz. Já a rouquidão é um sintoma de problemas que atingem a faringe e/ou as cordas vocais.

Entender essa diferença é muito importante, porque voz rouca é tratada com descanso, já a rouquidão precisa ser tratada por um médico. Entretanto existem alguns segredos e dicas naturais e caseiras muito eficazes para aliviar a rouquidão.

Outra informação legal sobre esse tema é que, apesar de estarmos falando de rouquidão, a maioria dos remédios caseiros que vamos indicar também servem para a voz rouca. Sendo assim, preste atenção e venha descobrir as alternativas naturais para ter de volta a sua voz.

Rouquidão: Veja qual o melhor remédio caseiro

Coloque na água fervente o 4 ramos de agrião e ½  romã lavada e cortada, mas ainda com a casca. Deixe por 20 minutos em fogo baixo. Depois coe e adicione 3 colheres de mel. Espere esfriar. Faça gargarejos com a mistura 2 vezes ao dia.

Existem remédios caseiros capazes de combater a rouquidão

Algumas plantas ajudam na limpeza das cordas vocais (Foto: depositphotos)

Os três ingredientes dessa receita (agrião, romã e mel) possuem propriedades muito benéficas para a garganta e as cordas vocais. São purificantes e ajudam na limpeza das cordas vocais, combatendo a voz rouca e rouquidão.

Você ainda pode deixar esse remédio natural ainda mais potente e eficiente. Basta adicionar de 3 a 5 gotas de extrato de própolis na mistura após coar. O própolis é muito conhecido por sua capacidade de ajudar em casos de problemas na garganta e nas cordas vocais.

Veja também: Sem rouquidão! Mantenha sua voz através de tratamentos naturais

Se você costuma sempre ter rouquidão, ou algum problema que deixe a voz rouca constantemente, tenha sempre os ingredientes desse remédio em casa.

Outros remédios caseiros

Pois é, sabemos que nem todo mundo tem romã, agrião e mel em casa. Sendo assim, vamos te mostrar outras ótimas opções para tratar a rouquidão e a voz rouca. Preste bem a atenção, porque você pode ter todos os ingredientes em casa.

Chá de limão com mel

Essa é uma receita simples e tradicional. Leve 1 xícara de água ao fogo e espere ferver. Desligue o fogo e adicione 1 limão com casca fatiado em rodelas. Deixe a panela tampada por 10 minutos. Retire o limão, adicione 3 colheres de mel e beba morno.

Como todo mundo sabe, o limão é uma fonte de vitamina C. Ele ajuda a fortalecer o organismo e higienizar a garganta e as cordas vocais.

Já o mel possui antioxidantes e propriedades descongestionantes muito eficazes. Este chá é o melhor remédio caseiro para a rouquidão causada por gripes e resfriados.

Xarope de nabo

Lave e corte 1 nabo em rodelas finas e coloque em uma travessa. Cubra os nabos com 2 colheres bem cheias de açúcar mascavo. Em seguida, adicione 1 xícara de água e deixe de molho por 6 horas. Depois retire os nabos e guarde o caldo. Tome 3 colheres ao dia.

Pouca gente sabe, mas o nabo é um alimento expectorante. Serve para desprender e ajuda a eliminar catarro, sendo ótimo para gripes e resfriados. Também possui propriedades diuréticas e purifica a garganta.

Esse remédio natural é indicado para rouquidão causada por doenças que afetam o sistema respiratório, como gripes, alergias e resfriados. Contudo, não é recomendado para pacientes diabéticos, devido ao uso do açúcar.

Remédio caseiro com mel e própolis

Pois é, como falamos lá em cima, nem todo mundo tem mel e própolis em casa, mas não podemos deixar essa alternativa fora da lista. Os dois ingredientes são muito bons para a garganta. São cicatrizantes, antissépticos e purificam a laringe.

Em um recipiente, misture 250 ml de água morna (mais ou menos 2 xícaras de água), 1 colher (de sopa) de mel e 50 gotas de extrato de própolis. Faça gargarejos com a solução de 2 a 3 vezes por dia. Não ingira essa mistura, pois o própolis em excesso pode causar mal-estar e náusea.

Sendo assim, vale a pena dar um pulinho fora de casa e comprar esses ingredientes em caso de rouquidão. Além disso, esse remédio é muito eficiente em caso de voz rouca e afonia.

Maçã com casca

Por essa você não esperava, não é? Mas a maçã é uma ótima alternativa caseira para a rouquidão. Isso porque essa fruta (quando consumida com a casca) possui ação adstringente. Ou seja, limpa a boca, língua, dentes e garganta.

Nesse caso, comer maçã com casca ajuda a purificar a garganta, acelerando a melhoria da rouquidão. Além disso, o consumo da maçã melhora o funcionamento da articulação temporomandibular.

Chá de orégano

Ferva 300 ml de água. Em seguida, desligue o fogo, acrescente 2 folhas de orégano e tampe a panela. Deixe por 15 minutos, depois coe e adicione o suco de ½ limão. Adoce com mel a gosto e vá bebendo pequenos goles durante o dia.

O orégano é um tempero muito usado no Brasil. O que pouca gente sabe é que ele faz muito bem para a garganta em sua forma natural. Tem efeito purificador e ajuda a limpar as cordas vocais.

Chá de hortelã

O chá morno de hortelã é muito bom para aliviar o incômodo causado pela rouquidão e acelerar o tratamento para esse problema. Para preparar, adicione 1 colher (de sopa) de hortelã em 1 xícara de água quente. Deixe por 8 minutos, depois coe e beba.

Se quiser adoçar o chá, opte por mel. O açúcar, se usado nessa receita, vai acabar retirando alguns dos benefícios da hortelã.

Veja também: Problemas na boca? Use romã para tratar. Veja receitas caseiras

Suco de amora

O suco de amora é uma das melhores opções para tratar a rouquidão causada por inflamações na garganta e nas cordas vocais. Essa fruta tem grande potencial anti-inflamatório e, o melhor, é bastante saborosa.

No liquidificador, bata 100 g de amoras lavadas e 1 xícara de água. Coe e adoce com mel a gosto. Lembre de tomar esse suco em temperatura ambiente. Não o leve para a geladeira.

O melhor horário para tomar o suco é antes de dormir. Assim, as propriedades anti-inflamatórias vão agir no organismo durante o sono.

Gargarejo com água e sal

Essa opção pode servir em alguns casos mais simples de rouquidão. Adicione 1 colher (de sopa) de sal em 1 xícara de água morna. Faça gargarejos com a mistura 3 vezes ao dia. Isso vai higienizar e acalmar as suas cordas vocais.

Entretanto essa não é a opção mais eficaz, porque não trata as cordas vocais propriamente dizendo. Mas pode ser a melhor alternativa para aliviar dores e incômodos na garganta.

Esse é um método natural muito antigo e eficaz para limpar e aliviar dores de garganta. Serve não apenas para rouquidão, mas para inflamações, infecções e outros problemas.

Como acabar com a rouquidão em minutos

É simples, mas precisa ser feito logo quando se perceber o início da rouquidão. Primeiro, pare de falar! Sua voz vai precisar de descanso e nada vai adiantar se você ficar forçando. Isso só vai piorar. Depois você precisar limpar e aquecer a sua garganta.

Faça um gargarejo com água morna e sal. Isso vai higienizar a sua garganta e cordas vocais. Veja como preparar a água com sal para gargarejo acima, no tópico “Outros remédios caseiros”.

Descanse a voz por 10 minutos e veja se a qualidade vocal melhorou. Caso não tenha voltado, continue com a voz em descanso e siga para a próxima etapa.

Em seguida, use alguma das dicas de remédios caseiros citados nesse artigo. Aconselhamos a mistura de romã, agrião e mel, ou o remédio de mel com própolis. Descanse bem a voz por meia hora. Você verá que ela já terá melhorado bastante.

Mas não abuse da voz. Usando esse método você vai melhorar bastante da rouquidão, mas nada impede que ela volte com mais força ainda. Lembre-se de usar pouco a voz e não ingerir bebidas geladas, pois elas prejudicam a voz.

O que provoca esse problema

Diferente da voz rouca, a rouquidão geralmente é causada por inflamações na garganta e acaba afetando as cordas vocais. Com isso, causa problemas como alteração na voz e, em alguns casos, desconforto e leve dor na hora de falar.

As cordas vocais são 2 faixas de músculos e membranas dentro da laringe

A rouquidão geralmente é causada por inflamações na garganta (Foto: depositphotos)

De forma resumida, veja as causas mais comuns da rouquidão:

  • Gripes e resfriados
  • Alterações hormonais (adolescência e gravidez, por exemplo)
  • Danos nas cordas vocais (devido uso errado prolongado)
  • Alergias respiratórias (como a rinite e a sinusite)
  • Tosse seca
  • Refluxo gastroesofágico (porque pode afetar a laringe)
  • Estresse, nervosismo e ansiedade
  • Hipotireoidismo
  • Cirurgias na região do peito ou na garganta
  • Mal de Parkinson

De forma mais detalhada, a rouquidão é resultado de algum problema na laringe. A laringe é um dos órgãos respiratórios, responsável pela passagem do ar para a traqueia e pulmões. É também da laringe que sai a nossa voz, pois é nela que estão as nossas cordas vocais.

As cordas vocais são duas faixas de músculos e membranas dentro da laringe, um pouco abaixo da garganta visível a olho nu. Quando falamos, nosso corpo faz as cordas vocais vibrarem e delas sai o som que é a voz.

Por fazer parte do sistema respiratório, as cordas vocais podem ser afetadas por problemas que atingem essa região. Como alergias, tosse, catarro, engasgos de refluxo, etc.

Veja também: Acabe com a tosse em poucos dias com essa receita natural

Entenda o que é rouquidão, voz rouca e afonia

Veja agora como diferenciar os três problemas de voz mais comuns: a rouquidão, voz rouca e afonia. Muitas pessoas se confundem quando o assunto é alteração involuntária na voz.

Rouquidão: Alteração na tonalidade da voz, que se torna áspera. Como geralmente acontece devido a infecções na garganta, o ato de falar pode incomodar e causar dor leve. É um sintoma, e não uma doença. O melhor jeito de tratar é descobrir o que está causando o problema.

Voz rouca: Causada por exagero do uso da voz, como cantar ou gritar muito. Também pode ser causada pela ingestão de bebidas geladas. De forma simples, é quando as cordas vocais estão exaustas e não conseguem trabalhar direito. Pode causar desconforto ao falar.

Afonia: Perda parcial ou total da voz. É provocada por lesões nas cordas vocais, estas que podem ser causadas por infecções, uso exagerado e doenças na garganta. Estar afônico(a) é perigoso, por isso é preciso descansar e tratar as cordas vocais para que os danos sejam reparados.

Tipos de rouquidão: causas e características

Primeiramente, pouca gente sabe que existem 2 tipos de rouquidão: a orgânica e a funcional. No geral, elas são a mesma coisa, mas têm origens diferentes. Os tratamentos variam em cada caso. Confira:

Rouquidão orgânica

Esse tipo de problema surge a partir da presença de alterações físicas (anatômicas) na garganta e, mais precisamente, nas cordas vocais. Ou seja, a rouquidão orgânica é causada devido a algum fator físico que prejudica as áreas que cercam ou que fazem parte da emissão vocal.

Veja quais são as principais causas da rouquidão orgânica:

  • Nódulos nas cordas vocais ou garganta
  • Cistos
  • Pólipos
  • Câncer de garganta, pulmão, laringe e esôfago
  • Edemas

Em todos esses casos, a indicação mais precisa é a cirurgia seguida de fonoterapia. É preciso entender que, para que a rouquidão apareça, esses problemas já devem estar avançados, o que pode apresentar riscos para a saúde.

O cigarro e o hábito do fumo (seja qual for) são os principais causadores dos problema listados acima. Por isso, se estiver procurando melhorar do problema da rouquidão, é indispensável parar de fumar.

Rouquidão funcional

A rouquidão funcional é causada pelo próprio uso da voz. Isso mesmo! Esse tipo é característico pela mudança do tom da voz após anos de mau uso ou alteração vocal. É um problema muito comum em cantores, humoristas, atores e locutores que “fingem” uma voz diferente da sua por muito tempo.

As cordas vocais são elásticas e muito resistentes, mas como todo músculo humano, se forçarmos muito, algo de ruim vai acontecer. Nesse caso, a força que fazemos para alterar a voz pode comprometer o músculo e mudar sua estrutura.

Assim, as cordas vocais vão mudando, produzindo sons mais ásperos e deixando a voz mais grossa e falhada.

O que é rouquidão alérgica?

A rouquidão alérgica é um estado da voz que resulta de manifestações alérgicas do sistema respiratório. É o problema que surge de doenças como rinite e sinusite, por exemplo. Como esses problemas são capazes de irritar e até inflamar a garganta, a rouquidão pode ser uma péssima consequência.

Geralmente, o problema da rouquidão alérgica se manifesta quando a pessoa que tem a alergia entra em contato com ativos alérgicos, como poeira, pólen, fumaça e cheiros fortes.

A tosse pode piorar o problema?

Sim, e muito! O ato de tossir é uma resposta do corpo para expelir algo para fora do organismo. Pode ser catarro, líquido ou até mesmo gases. Ao tossir, nossa laringe se contrai e o organismo força a expulsão de algo que está nos fazendo mal, isso machuca a garganta e as cordas vocais.

Dessa forma, a rouquidão com tosse é bem complicada de ser tratada, uma vez que a tosse dificulta o tratamento. Contudo, o descanso e o uso certo de remédios caseiros e receitados por um médico ajudam bastante.

A rouquidão de gripe é perigosa?

Não, e é uma rouquidão bem comum. Mas isso não quer dizer que você deve ignorá-la. A rouquidão de gripe precisa ser tratada com tanta atenção quanto qualquer outro tipo do problema.

A rouquidão também pode ser alérgica

A gripe é uma das principais causas da rouquidão (Foto: depositphotos)

A rouquidão de gripe acontece devido a inflamação na laringe, comum em quadros de gripe. O vírus da gripe pode atingir todo o sistema respiratório, provocando danos nas cordas vocais. Isso que provoca a mudança na tonalidade da voz.

Devido a própria gripe, geralmente esse tipo de rouquidão vem junto com dor e incômodo, causados pela inflamação na garganta. Sendo assim, poupar a voz e descansar muito são táticas super necessárias nesses casos.

O descanso da voz e o combate a gripe (a acusadora da rouquidão) é o melhor jeito de se livrar desse problema. Os chás podem ser os melhores aliados nesse caso.

Sussurrar é a melhor solução?

Não. Na verdade, sussurrar pode piorar a situação! O ato de sussurrar promove tensão na laringe, que se comprime para evitar a passagem do som (voz). Isso pode acabar causando ou aumentando os danos nas cordas vocais.

Em caso de rouquidão, voz rouca e afonia, a melhor coisa a se fazer é poupar a voz, ingerir bastante água e, claro, fazer uso de alguns dos remédios caseiros citados nesse artigo.

Rouquidão e dor de garganta: o que fazer

A rouquidão em si não apresentar dor, mas a sua origem pode fazer isso. Se a causa da rouquidão for uma inflamação, gripes, resfriados, nódulos, cistos ou edemas, essas são doenças que podem causar dor na garganta.

Nesse caso, é necessário tratar a causa da rouquidão e somente anestesiá-la (assim como a dor) com alternativas naturais. As opções mais comuns são as balas e sprays vendidos nas farmácias. Geralmente elas são feitas com gengibre, hortelã ou própolis.

Entretanto é importante deixar claro que essas opções não são a cura do problema, são somente o alívio. Por isso, é preciso consultar um médico e buscar um tratamento adequado.

Quando devo procurar um médico?

Se a rouquidão está próxima a chegar em 2 semanas, é o momento de procurar ajuda médica. Isto vale também se a rouquidão parar por um período e voltar rapidamente dentro desse mesmo período de tempo.

A rouquidão pode demorar bastante para acabar, e é comum ela chegar a 1 semana. Contudo, quando completa a segunda semana, a rouquidão sai da normalidade. Por isso, é super importante procurar um médico e descobrir o que está acontecendo.

Qual médico devo procurar?

O médico mais procurado para dar uma análise superficial desse tipo de problema é o clínico-geral. E realmente ele é capaz de identificar boa parte dos problemas associados a rouquidão. Entretanto, o especialista de verdade é o otorrinolaringologista.

Lembre-se de dar o máximo de informações que puder sobre o problema. Por exemplo, quando começou, se há outros sintomas e se há histórico familiar do problema. Isso vai ajudar o médico a dar um diagnóstico completo e indicar o melhor tratamento.

O que fazer durante a rouquidão

Confira as principais dicas do que fazer durante a rouquidão. Seguir essas indicações vai facilitar e acelerar a melhora, sendo também a melhor forma de evitar maiores problemas.

  1. Beba muita água. As cordas vocais precisam estar hidratadas e limpas durante esse tipo de problema.
  2. Poupe a voz. Fale somente o necessário e, se possível, fique em total silêncio pelas primeiras 12 horas. Isso faz muita diferença.
  3. Se precisar falar, fale normalmente. Não faça esforço para falar alto ou baixo, não force a garganta de nenhum jeito.
  4. Dê preferência a bebidas mornas. Elas hidratam e acalmam as cordas vocais. Evite bebidas muito quentes, pois elas irritam a garganta tanto quanto bebidas geladas.
  5. Faça exercícios para o pescoço. Gire a cabeça e mova-a de um lado para o outro e para a frente e para a trás. Isso ajuda a musculatura da região e aumenta a circulação sanguínea na garganta.
  6. Durma bem. Dormir ajuda o corpo a concentrar seus esforços onde o organismo precisa. Isso pode acelerar a resolução do problema.

O que não fazer durante a rouquidão

Agora que já falamos sobre os remédios caseiros para a rouquidão, suas causas e dúvidas sobre o tema, chegamos no último ponto da nossa conversa: o que não fazer durante a rouquidão.

Confira a lista que preparamos sobre todos os erros mais comuns que as pessoas que sofrem com isso cometem:

  1. Não beba bebidas geladas. Todo mundo sabe que elas irritam a garganta e podem causar incômodo em caso de rouquidão.
  2. Não fume ou fique perto de quem fuma.
  3. Não use pastilhas de farmácia para tratar o problema. Como já citado antes, elas têm efeito anestésico apenas, e não são capazes de resolver a rouquidão.
  4. Não ingira bebidas alcoólicas. Além da maioria ser gelada, elas têm compostos que agridem a garganta.
  5. Evite o ar-condicionado. Se precisar estar em um ambiente refrigerado, pelo menos lembre sempre de hidratar a garganta constantemente.
  6. Evite poeira, mofo e pólen. São causadores de irritação no nariz e garganta.
  7. Evite tossir ou pigarrear. Isso machuca as cordas vocais.
  8. Não coma comidas picantes. Elas podem causar tosse e irritar a garganta.
  9. Evite leite e derivados. São alimentos que desaceleram a melhora da garganta e aumenta a produção de muco.

Sobre o autor

24 anos, é jornalista e produtor de conteúdo especializado. Atua com produção jornalística há 4 anos. Vencedor do prêmio de empreendedorismo digital “Academic Winner 2017”, promovido pela DeVry University na Califórnia, Estados Unidos. Tem no currículo trabalhos em emissoras de televisão, jornal impresso, revistas e internet. É pernambucano e tem como hobbies escrever, jogar videogames, cinema e estudos sociais.