Frutas que emagrecem

Além de saborosas, algumas frutas podem ajudar a emagrecer e trazer mais saúde ao organismo

Você sabia que existem frutas que emagrecem? Quem quer emagrecer deve saber que não existe milagres, tudo depende de um processo lento de reeducação alimentar, aliado a prática de exercícios físicos e hábitos saudáveis de maneira geral. Porém, o consumo de algumas frutas podem ajudar no processo de emagrecimento de forma mais natural e prazerosa. Afinal, frutas são extremamente saborosas e atrativas, além de fazerem muito bem para a saúde.

Segundo a nutricionista Dayene Cunha, o ideal para quem busca o emagrecimento é consumir frutas com menor índice glicêmico. Esse índice significa justamente o tempo que o alimento leva para se transformar em açúcar no nosso sangue.

6 frutas que ajudam a emagrecer

Quer saber que frutas são essas? Confira abaixo, seis frutas indicadas pela especialista que ajudam no emagrecimento, além de serem ricas em nutrientes:

Frutas em cima de balança

O consumo das frutas deve estar bem distribuído em uma rotina de alimentação saudável (Foto: depositphotos)

  1. Morango – Rico em vitaminas B5, vitamina C, ferro, potássio e fibras. O morango é muito utilizado no processo de emagrecimento. É diurético e auxilia na digestão.
  1. Framboesa – Rica em vitaminas A, B1, B5, C, ferro, cálcio, fósforo, magnésio e potássio.
  1. Pêra – Rica em vitaminas A, do complexo B, vitamina C, silício, ferro, magnésio, enxofre, cálcio, potássio e fibras. Auxilia no tratamento de doenças intestinais.
  1. Maçã – Rica em vitaminas do complexo B, vitamina C, vitamina E, magnésio, cálcio, fosforo, potássio, cobre e zinco, e ainda peticina. É eficaz nos tratamentos de obesidade, problemas intestinais e digestivos. Sua casca possui nutrientes, antioxidantes e substâncias que evitam a proliferação de células cancerígenas.
  1. Ameixa crua – Rica em potássio, fósforo, sódio, magnésio, cálcio, betacaroteno, fibras e vitaminas C e E. O suco é um poderoso antioxidante.
  1. Uva Verde – Rica em vitaminas do complexo B e C, potássio e carotenos. É vitalizadora e um poderoso antioxidante.

Já que listamos frutas que auxiliam no processo de emagrecimento, muitas pessoas também desejam saber quais frutas que causam o efeito oposto. Sobre isso, Dayene diz: “quando falamos em processo de emagrecimento, não podemos condenar nenhum tipo de alimento de forma isolada. Portanto, nenhuma fruta irá auxiliar o ganho de peso. O que tem de ser levado em consideração é toda a rotina de alimentação do indivíduo”.

Veja também: As superfrutas brasileiras descobertas na Mata Atlântica

Orientações para o consumo de frutas

“O consumo das frutas deve estar bem distribuído em uma rotina de alimentação saudável e equilibrada. Para indivíduos saudáveis, recomenda- se o consumo de 3 a 5 porções de frutas diariamente”, recomenda Dayene.

Além disso, algumas pessoas têm dúvidas sobre a forma correta de consumir as frutas, se deve ser através de sucos ou apenas puras. Sobre isso, a nutricionista explica que depende: “algumas frutas é bom que sejam consumidas em sua forma íntegra. Para quem busca emagrecimento, por exemplo, é recomendado comer a laranja com o bagaço e evitar beber o suco, devido a alta concentração de frutose. Já outras frutas menos calóricas como o limão, o maracujá e frutas vermelhas, o uso do suco pode ser utilizado, sem grandes restrições”, orienta ela.

Quais são os benefícios de se incluir as frutas na alimentação?

De acordo com Dayene, as frutas são peças fundamentais em uma alimentação saudável. Elas fornecem vitaminas, minerais, diversas fibras alimentares, compostos protetores que ajudam a regular o organismo e antioxidantes que são nutrientes essenciais na proteção das células.

Outro benefício muito importante das frutas é que elas possuem grande quantidade de água em sua composição, ajudando na hidratação corporal. Além disso, não possuem o chamado colesterol ruim (LDL) e são extremamente versáteis, podendo ser consumidas de diferentes formas, em pratos doces ou salgados, com casca ou sem.  

Além de trazer mais saúde e equilíbrio para o corpo, consumir frutas com regularidade também ajuda a prevenir muitas doenças. Segundo os cientistas da Universidade Imperial College London, no Reino Unido, o consumo diário desses alimentos reduz, principalmente, o risco de câncer e de doenças cardíacas, podendo evitar até 7,8 milhões de mortes prematuras.

Outras dicas para quem quer emagrecer

Como já foi dito anteriormente, não adianta achar que existe apenas uma fórmula milagrosa para o emagrecimento. Também não pense em começar dietas da moda e muito rigorosas que costumam ser bem sofridas e até perigosas para a saúde, principalmente se forem feitas por conta própria e sem orientação médica. Por isso, acompanhe agora outras recomendações fundamentais da nutricionista Dayene Cunha para emagrecer de forma saudável e segura:

  • Priorize o consumo de alimentos in natura, ou seja, em sua forma natural, como: legumes, verduras, grãos integrais, sementes, carnes magras, fonte de gorduras boas;
  • Evite produtos industrializados, eles contêm muito açúcar, sódio e conservantes em sua composição;
  • Inclua na sua dieta o consumo de fibras, pois elas auxiliam no trânsito intestinal;
  • O consumo de água diário deve estar adequado – em média 35 ml de água/ kg de peso do indivíduo;
  • Tenha horários certos para realizar as refeições;
  • Uma boa noite de descanso é fundamental! O ideal é que se tenha de 6 a 8 horas de sono por noite;
  • Pratique exercícios físicos com regularidade;
  • Sempre reserve espaço na sua rotina para momentos e lazer, isso ajuda a reduzir o stress e a ansiedade, que muitas vezes levam a compulsão alimentar.

Veja tambémFrutas do inverno: confira quais são e seus benefícios

Por fim, ter uma alimentação saudável, onde as frutas estejam presentes, é de extrema importância para que o organismo. Assim, através da ingestão de vitaminas e outros nutrientes, nosso corpo se torna capaz de se defender de doenças e viroses. Portanto, é preciso ter em mente que a nossa saúde começa pela boca, ou seja, ter uma alimentação balanceada e com devido acompanhamento médico é a melhor forma de prevenir preocupações futuras.

*Informações sobre a especialista entrevistada

Dayene Cunha
Nutricionista CRN 12101057
Líder em emagrecimento

Sobre o autor

Jornalista (MTB-RJ: 36167), formada em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela PUC-Rio e especialização em Jornalismo Cultural, pela UERJ. Como redatora web, escreve matérias sobre assuntos diversos. Também atua na área de marketing de conteúdo e produção audiovisual.