Conheça os benefícios do zimbro

O zimbro, modo popular como é conhecido o arbusto Juniperus communis, planta que é comumente encontrada na…


Imagem do fruto do zimbro

Imagem do fruto | Imagem: Reprodução

O zimbro, modo popular como é conhecido o arbusto Juniperus communis, planta que é comumente encontrada na Europa e que produz frutos arredondados, semelhantes à uva, onde se encontram a parte mais importante do zimbro: as sementes! Estas são usadas como aromatizantes ou temperos, por conta de seu aroma e sabor marcantes.

Estas sementes originam um óleo que é usado para dar o sabor e aroma característicos da bebida alcoólica gin, bastante usado em drinques, com sabor e perfume levemente adocicados.

As bagas do zimbro ainda tem propriedades e aplicações medicinais, sendo usadas para aliviar dores, irritações na pele e inflamações.


Os frutos do zimbro também são conhecidos por outros nomes, como: genebreiro, junípero, zimbrão, fruto da genebra ou junipo.

Conheça algumas propriedades deste fruto

  • o óleo das frutas de zimbro pode ser usado para tratar doenças respiratórias, como asma e bronquite;
  • a planta também tem funções digestivas, reduz acidez estomacal e o mau hálito;
  • também é usado na cosmética, nos tratamentos de: acne, celulite e irritações da pele.
  • seu fruto tem ação calmante e reduz o nervosismo e a insônia, além de ser tônico, diurético e antiisséptico.
  • a infusão de folhas e galhos é usada como anticaspa e como repelente de insetos.

Como é utilizado o zimbro para cada indicação?

Normalmente, as bagas são usadas desidratadas ou em pó e o óleo retirado de seus frutos, usado em sintomas das doenças respiratórias, como asma e da bronquite. Dos frutos, pode-se fazer infusões ou tinturas para tratar inflamações, doenças de pele e má digestão. Também há as compressas feitas com o fruto do zimbro que tratam psoríase e dores ciáticas e o alcoolato (bagas imersas em álcool por bastante tempo), é útil para reduzir as dores reumáticas.

Precauções quando ao seu uso

Como possui algumas substâncias tóxicas, a planta deve ser usada com moderação. Quando utilizado em infusão ou tintura, as toxinas são reduzidas, mas, mesmo assim, devem ser consumidas doses pequenas. As gestantes e lactantes também são desaconselhadas a fazerem uso do zimbro, assim como pessoas com inflamações renais.


Reportar erro