Xô prisão de ventre: Remédios naturais contra intestino preso

Além de formas caseiras para tratar problema, veja também o que causa esse tão terrível mal

A prisão de ventre, também conhecida por intestino preso, é uma condição comum. A doença causa incômodos e pode interferir diretamente no bem-estar e no humor. Para acabar com ela, a medicina alternativa oferece uma série de remédios naturais.

De acordo com o coloproctologista Fernando Lemos, que também possui especialização em doenças intestinais, existe um conceito básico para identificar a constipação intestinal.

Constipação intestinal é quando a pessoa passa acima de três dias para defecar. A condição é mais comum em mulheres. De cada cinco mulheres, três são constipadas. Estima-se que mais de dois bilhões de mulheres no mundo são constipadas”, diz Lemos.

Há fáceis e práticas receitas caseiras para tratar o intestino preso e evitar a prisão de ventre

Intestino preso que causa a prisão de ventre pode ser tratado de diversas formas naturais (Foto: depositphotos)

Receitas caseiras para acabar com a prisão de ventre

Limão com água morna

Ingredientes

  • 200 ml de água filtrada;
  • 1 limão.

Modo de preparo

Pegue uma panela e coloque a água para ferver. Assim que atingir o ponto de ebulição, desligue o fogo e espere esfriar. Em seguida, esprema um limão e mexa bem. A indicação é tomar a bebida todos os dias pela manhã.

Ameixas preta

Ingredientes

  • 200 ml de água filtrada;
  • 2 ameixas pretas sem caroço.

Modo de preparo

Antes de dormir, coloque as ameixas no copo com água e deixe descansar. Depois de ter passado toda a noite de molho, em jejum, tome toda a água.

Suco de fruta com aloe vera (babosa)

Ingredientes

  • 1 copo de suco da sua preferência;
  • 2 colheres de sopa de gel de babosa.

Modo de preparo

Depois de preparar o suco da sua preferência, basta acrescentar as duas colheres de aloe vera na mistura. Feito isso, basta ingerir a bebida.

Suco de uva passa, ameixa e linhaça

Ingredientes

  • 500 ml de água filtrada;
  • 100 gramas de uvas passas pretas;
  • 100 gramas de ameixas secas sem caroço;
  • 100 gramas de semente de linhaça.

Modo de preparo

Em um recipiente, junte as ameixas, as uvas passar e a linhaça. Logo em seguida, cubra todos os ingredientes com água. Deixe descasar por uma noite, lembrando de deixar o recipiente fechado.

No dia seguinte, coloque tudo de uma vez no liquidificador e bata por cinco minutos. A recomendação é que ele seja acondicionado na geladeira. A indicação é tomar uma colher de sopa da mistura assim que acordar e outra antes de dormir.

O que é a prisão de ventre

Apesar de ter sido objetivamente explicada pelo médico Fernando Lemos, é bom que você tenha total noção do que leva uma pessoa a ser identificada com intestino preso.

“Esse problema acontece quando os movimentos do intestino se tornam difíceis de ocorrer, ou então menos frequentes”, explica o médico Patrick Rocha.

Ainda sobre o caso, ele diz que “esse comprometimento dos movimentos intestinais aliado às fezes ressecadas tornam a evacuação algo muito difícil, de grande esforço, causando sensações de cólica e desconforto”.

É importante destacar que, para definir a prisão de ventre, não se leva em consideração a quantidade de vezes que uma pessoa vai ao banheiro. Isso ocorre porque cada corpo tem o seu ritmo.

Causas da prisão de ventre

A prisão de ventre pode ser causada por diferentes causas. Entre as principais, destaque para o bloqueio do cólon ou do reto, responsáveis por causar fissura anal, estreitamento de cólon; problemas neurológicos, tais como escleroso múltipla, Parkinson e lesão na medula.

Somado a esses ainda tem problemas musculares; condições hormonais, entre as mais comuns diabetes, hipotireoidismo e gravidez; baixa ingestão de água; sedentarismo; uso excessivo de laxantes e consumo de álcool.

Sintomas da prisão de ventre

Pela própria frequência que a prisão de ventre é identificada nas pessoas, não fica difícil saber quais são os principais sintomas.

O principal deles é a frequência com que se vai ao banheiro. Somado a isso, o grande esforço que se demanda na hora da evacuação.

Além disso, fezes duras e mais escuras, evacuação incompleta, inchaço na região abdominal, dores e, em alguns casos, vômito.

A prisão de ventre também é uma condição genética. “Algumas pessoas têm o humor totalmente alterado, se irritam com facilidade, apresentam dores de cabeça e apresentar sintomas de depressão e angústia, entre muitos outros”, completa Fernando Lemos.

Veja também: Receitas de sucos que ajudarão a livrar você da prisão de ventre!

Hábitos que ajudam a soltar o intestino

Para que o intestino funcione de forma regular, alguns hábitos saudáveis podem fazer toda a diferença.

Tomar cuidado com a alimentação, incluir atividades físicas na sua rotina e ingerir mais frutas são alguns deles. Veja com mais detalhes a partir de agora.

Beber água

A água é imprescindível para manter o bom funcionamento do corpo, visto que, cerca de 60% do corpo é constituído pelo líquido. No caso do intestino preso, a água promove a hidratação das paredes dos órgãos envolvidos no processo.

Essa hidratação induz esses órgão a entrarem em ação, regulando a atividade intestinal. Vale lembrar que, além da água, a inserção de chás e sucos durante o decorrer do dia também cumpre o papel de hidratar o corpo.

Fibras

A ingestão regular de fibras também é uma excelente saída para manter o intestino trabalhando de forma correta. Isso é possível graças a ação que essas substâncias apresentam no corpo, sugando o líquido.

Com isso, as fezes acabam aumentando de volume e induzindo os movimentos dos órgãos que a empurram para fora. Além de ser encontrada em frutas e vegetais, as fibras também estão presentes em cereais, sementes e grãos.

Prática de exercícios

Manter o corpo em pleno funcionamento também é uma forma de estimular o intestino. Os movimentos mecânicos realizados facilita os movimentos que o intestino faz para eliminar as fezes.

Para saber qual a rotina de exercícios ideal para o seu biotipo, o mais aconselhável é recorrer a ajuda e um profissional. Um dos propósitos é fazer com que o seu corpo corresponda aos estímulos da maneira correta.

Frutas

Mamão, abacate e ameixa preta são frutas aliadas do intestino. Devido a presença de vitaminas, sais minerais, fibras e gorduras boas, essas frutas funcionam como um laxante natural.

O melhor de tudo é que essas frutas possibilitam combinações com vários outros ingredientes. Com o abacate, por exemplo, sua versatilidade permite com que ele seja usado desde sobremesas, passando por saladas até sucos e vitaminas.

No mamão, o betacaroteno e os antioxidantes são bem aproveitados pelo intestino. Já na ameixa preta, um álcool de açúcar é o responsável pelo alcance de tal objetivo e, no abacate, o benefício vem das gorduras monoinsaturadas.

Café

O café estimula o funcionamento dos músculos do sistema digestivo, o que faz com que a movimentação do bolo fecal seja estimulada. Talvez seja por esse motivo que muita gente sente necessidade de ir ao banheiro após a ingestão de café.

Probióticos

O desequilíbrio das bactérias da flora intestinal podem ser as causadoras da constipação crônica. Para tanto, inserir alimentos fermentados pode acabar de vez com o problema.

Entre os alimentos mais conhecidos que se enquadram nessa classe estão os iogurtes. Eles atuam na regularização da flora intestinal, aumentando a frequência das evacuações e a consistência das fezes.

Sobre o autor

Formado em Jornalismo pela UniFavip | Wyden. Já trabalhou como repórter e editor de conteúdo em um site de notícias de Caruaru e em três revistas da região. No Jornal Extra de Pernambuco e Vanguarda de Caruaru exerceu a função de repórter nas editorias de Economia, Cidades, Cultura, Regional e Política. Hoje é assessor de imprensa do Shopping Difusora de Caruaru-PE, Seja Digital (entidade responsável pelo desligamento do sinal analógico no Brasil), editor da revista Total (com circulação em Pernambuco) e redator web do Remédio Caseiro.