Physalis: descubra benefícios, se emagrece e como usar a fruta

Você, por acaso, já comeu ou ouviu falar sobre a fruta physalis? Caso a sua resposta seja “não”, é com todo prazer que vamos te apresentá-la e conversar sobre os seus benefícios, usos e sabor.

Por exemplo, esse alimento exótico é rico em nutrientes, como as vitaminas A e C. Além disso, também é benéfico para a saúde do coração, auxilia no emagrecimento e ajuda o processo digestivo.

Achou pouco? Então, confira todos esses e outros efeitos que esse fruto pode oferecer ao organismo humano!

Physalis: conheça os benefícios

Além do sabor inconfundível, a fruta physalis também se destaca pela prevenção e combate da hipertensão. Veja a seguir alguns dos mais conhecidos e importantes efeitos benéficos dessa fruta e seus desdobramentos!

Rica em vitaminas

Physalis partida no meio

A fruta é rica em vitaminas como A, C e as do complexo de B (Foto: depositphotos)

Sabe quando a gente se sente sem disposição, estressado, fraco e sem ânimo? Isso pode ser falta de vitaminas. E é nesse quadro que a fruta amarelinha pode agir!

Rica em vitaminas essenciais para o organismo, como as do tipo A, C e as do complexo de B, a physalis consegue dar um up na saúde e disposição.

Por exemplo, as grandes quantidades de vitamina A e C estão diretamente ligadas à imunidade, manutenção do corpo e desenvolvimento saudável.

De acordo com um estudo israelense produzido pela The Hebrew University of Jerusalem, a vitamina A pode auxiliar na prevenção da anemia e no combate aos diversos tipos de infecção. (1)

Já a vitamina C é uma potente substância anti-inflamatória e antioxidante, também conhecida por melhorar a imunidade. (2)

Além disso, na composição da fruta há várias vitaminas do complexo de B. Essas, por sua vez, são essenciais para o bom funcionamento do cérebro. (3, 4)

Combate os radicais livres

Physalis atua como um defensor das células saudáveis (Foto: depositphotos)

Essa frutinha saborosa também tem um alto potencial antioxidante. Isso significa que ela combate os radicais livres e pode prevenir diversas doenças, inclusive o câncer.

Os alimentos antioxidantes garantem o ciclo de vida saudável das células, o que é importante para ter e manter a boa saúde. (2, 3, 5)

Os radicais livres são substâncias nocivas ao corpo, pois elas atacam diretamente as células, fazendo com que muitas delas fiquem deficientes, gerando doenças, alterações malignas e até mesmo tumores.

Essas substâncias aparecem no nosso corpo de várias formas, como pela alimentação, estresse, problemas genéticos e até mesmo pancadas, pois geram estresse físico no corpo.

É ótima para as crianças

Crianças fortes

Essa fruta deve fazer parte da alimentação das crianças (Foto: depositphotos)

Uma grande vantagem saudável da physalis é que ela é rica em nutrientes importantes para a infância e adolescência.

Através de estudos sobre a composição nutricional da fruta, foi possível encontrar um rico conjunto de proteínas, vitaminas e minerais (principalmente o fósforo). Todos esses são importantes para o desenvolvimento do corpo e do organismo. (3)

Previne e combate a hipertensão

Mulher aferindo pressão

Consumir esse fruto diariamente ajuda a controlar a pressão arterial (Foto: depositphotos)

Essa pequena frutinha também é rica em um nutriente chamado potássio, que é essencial para prevenir a hipertensão.

Além disso, ela também é importante no tratamento dos pacientes que já possuem a doença, sendo um nutriente auxiliar muito benéfico. (5)

Combate as inflamações

Mulher com dor no pescoço

Dores são inflamações que podem ser tratadas com esse alimento (Foto: depositphotos)

Também é importante destacar a sua ação anti-inflamatória. Já falamos mais acima que a physalis possui vitamina C, mas é preciso destacar que seu poder contra inflamações vai muito além do benefício dessa substância.

Por exemplo, há também a fisalina, que tem potencial anti-inflamatório comprovado pela medicina. (5)

No entanto, é importante citar que nos casos mais graves essa fruta não substitui o uso de medicamentos receitados por um (a) profissional da área da saúde. Lembre-se que os alimentos naturais possuem sim poder medicinal, mas jamais devem substituir remédios prescritos por especialistas.

Faz bem para o coração

Médico segurando coração

A fruta ainda é aliada do sistema cardiovascular (Foto: depositphotos)

Outro grande benefício que podemos listar aqui são os benefícios para a saúde cardiovascular. No geral, esse efeito é resultado da grande concentração de carotenoides que a fruta possui (além de vitaminas e minerais).

Na verdade, os carotenoides são pigmentos naturais e saudáveis. Além disso, são antioxidantes e considerados pela ciência como ingredientes importantes no combate à doenças do coração. (6)

Ajuda a emagrecer

Mulher medindo cintura

Esse alimento é rico em fibras e possui poucas calorias (Foto: depositphotos)

Para quem busca perder peso de forma saudável e natural, tem nessa frutinha uma boa aliada. Isso porque, a Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM) aponta que o alimento é rico em fibras e possui poucas calorias. Essa composição ajuda a saciar a fome. (5)

Ajuda a regular o intestino

Mulher segurando intestino

Também devido às fibras, physalis combate a prisão de ventre (Foto: depositphotos)

Já que falamos sobre as fibras, vamos te avisar que essas substâncias são super importantes para regular o intestino. Elas ajudam esse órgão a absorver os nutrientes dos alimentos digeridos e são essenciais para a formação do bolo fecal saudável, para posteriormente ser evacuado do corpo. (5)

Além disso, o engenheiro agrônomo pós-doutor em Genética, Melhoramento de Plantas e Biotecnologia, Afonso Celso Candeira Valois, aponta que a physalis é uma planta capaz de combater a constipação, conhecida popularmente como prisão de ventre. (3)

Elimina micro-organismos

Bactérias e vírus

Por ser antimicrobiana, a fruta combate agentes nocivos no organismo (Foto: depositphotos)

Um estudo brasileiro produzido pela Fiocruz e Universidade Federal do Rio de Janeiro descobriu que esse gênero de fruta possui ação antimicrobiana. Desse modo, ela ajuda na prevenção e tratamento de doenças causadas por bactérias e vírus.  (7, 3)

Reduz os sintomas da menopausa

Mulher com dor de cabeça

Dor de cabeça é um dos sintomas combatidos pelo consumo desse alimento (Foto: depositphotos)

De acordo com o programa cooperativo de produtos agrícolas sul-americanos (Procitropicos), em material disponível em seu site oficial, a physalis ainda é capaz de aliviar os sintomas da menopausa. (3)

Vale lembrar ainda que entre os principais sintomas da menopausa estão a fadiga, insônia, alterações de humor, ondas de calor, menstruação irregular, desconforto vaginal, ansiedade, dor de cabeça e queda de cabelos.

Como comer da forma correta?

Comer essa frutinha não é dificuldade para a maioria das pessoas, pois ela é bem saborosa.

Na verdade, ela é tão gostosa que é usada de forma natural em bolos, tortas, docinhos de festa e sucos naturais.

Seu sabor mescla entre o doce e o azedo, sendo cada vez mais doce conforme o seu grau de amadurecimento.

O segredo para comer a physalis de forma correta é tirá-la da camada de folhas que a envolve, lavar e consumir. Mas, não consuma as folhas.

Você ainda pode usar a frutinha na produção de várias receitas deliciosas (como as que vamos mostrar mais abaixo).

Com essa fruta, é possível produzir geleias, compotas, licores, doces, bolos, tortas, molhos doces para carnes etc. Além disso, as pessoas também costumam consumi-la com iogurtes, grãos e sovertes.

Onde comprar?

Não são muitas as regiões do Brasil em que é possível encontrar essa fruta de forma fácil. Geralmente, ela também custa caro, tornando-se assim uma fruta não muito consumida em território brasileiro.

Apesar disso, você pode encontrá-la em feiras livres, mercados públicos e hortifrutis, principalmente no Norte, Nordeste e partes do Centro-Oeste do país. E quando for comprar, prefira as unidades mais brilhosas e sem amassados ou machucados.

Por ser uma fruta de fácil plantio (que pode ser cultivada em qualquer estação do ano), muitas pessoas costumam plantar a physalis em casa. É uma planta de médio porte, então não vai exigir um espaço muito grande. Em um quintal pequeno é possível plantá-la, por exemplo.

Já as safras da planta geralmente são muito boas, produzindo muitas das frutinhas saborosas, que você pode usar e até mesmo vender.

Receitas

Agora, vamos para a parte gostosa desse texto! É aqui que você vai aprender a como usar essa fruta deliciosa na cozinha, com receitas de deixar qualquer pessoa com água na boca. Confira!

Geleia de physalis

Geleia de physalis

Essa geleia combina com torradas e sorvetes (Foto: depositphotos)

  1. Separe e higienize 200 gramas da fruta
  2. Com ajuda de uma faca, corte em cubos pequenos e reserve
  3. Em uma panela, adicione 100 ml de água e 3 colheres de açúcar demerara
  4. Mexa até formar uma calda
  5. Em seguida, adicione a physalis picada e deixe cozinhando por 30 minutos ou até reduzir ao ponto de geleia. Lembre sempre de ficar mexendo, pois é uma receita fácil de queimar ou grudar no fundo da panela
  6. Retire do fogo e deixe esfriar por cerca de 15 minutos
  7. Por fim, coloque em um recipiente fechado (de preferência de vidro e com tampa de rosca) e leve à geladeira.

Essa receita rende 150 gramas de geleia. Para fazer mais, dobre ou triplique as medidas. Modéstia a parte, essa geleia é muito saborosa e vai muito bem com torradinhas e sorvetes.

Salada

Agora, que tal aquela receita de salada adocicada e super deliciosa para comer no almoço? Confira a receita abaixo:

  1. Lave e seque 3 folhas de acelga e 6 folhas de repolho roxo. Coloque-as na travessa ou prato de salada, como se estivesse forrando no formato de flor. Elas serão a base para o resto da receita
  2. Descasque e corte 50 gramas de cenoura em palitos e escalde em água quente. Depois, retire e reserve para esfriar
  3. Descasque uma laranja inteira. Retire a parte branca, separe os gomos e retire as sementes
  4. Descasque e corte 2 kiwis de modo que fiquem parecidos com os gomos da laranja
  5. Lave 50 gramas da fruta amarelinha e 30 gramas de mirtilo (ou cereja natural, sem ser em calda)
  6. Na montagem, basta usar a criatividade para juntar todos os ingredientes.

As folhas e cenouras possuem sabor neutro, enquanto as frutas usadas possuem sabor adocicado. Por isso, essa salada é ótima para consumir com carnes brancas grelhadas e arroz branco.

Peixe ao molho de physalis

Essa receita é típica do norte do país. Além de ser uma delícia, o peixe ao molho dessa fruta é uma grande manifestação de cultura, sabor e história do Brasil!

Peixe com molho de physalis

Esse prato combina com um arroz branco (Foto: depositphotos)

Confira a receita:

  1. Tempere 300 gramas de filé de peixe com suco de limão, sal e pimenta a gosto
  2. Em um recipiente, adicione 1 xícara de farinha de trigo e passe os filés temperados como se fosse empanar com uma fina camada de farinha
  3. Em uma frigideira média e quente, grelhe os filés. Reserve-os
  4. No liquidificador, adicione 200 gramas da fruta já lavada. Bata e passe numa peneira para sobrar apenas o líquido. Reserve
  5. Em uma panela, adicione 1 colher (de sopa) de manteiga e refogue 1 cebola picada. Em seguida, adicione 1/2 xícara de vinho branco e deixe reduzir por 5 minutos em fogo médio
  6. Adicione o líquido da physalis, e deixe ferver por 2 ou 3 minutos. É nessa parte que você tempera com sal e pimenta a gosto
  7. Por fim, adicione 2 colheres (de sopa) bem cheias de creme de leite fresco e mexa
  8. Pronto! É só colocar o molho sobre o peixe grelhado.

Curiosidades e informações adicionais

Apesar de ser típica da América do Sul, os países que mais consomem essa fruta são a Alemanha e a Inglaterra.

Apesar disso, existem plantações em várias regiões do mundo, entre as principais podemos citar: Colômbia, Peru, Equador, Austrália, Califórnia, Quênia, África do Sul, Egito, Índia, Caribe, Havaí, entre outros.

O Brasil também entra nessa lista, mas a produção da fruta por aqui é mais baixa do que nesses outros locais.

Physalis fruta

No Brasil, essa fruta pode ser chamada de camapu (Foto: depositphotos)

Em solo brasileiro, é possível encontrar a camapu em São Luís (MA) e Tefé (AM). São as cidades brasileiras mais conhecidas pela produção e consumo.

Mas, a physalis também é encontrada em outros lugares, geralmente de clima quente, como estados do Nordeste e no Mato Grosso. (3)

Cuidados e contraindicações

No aporte teórico pesquisado, não encontramos contraindicações sobre o consumo dessa fruta. Mas, sabemos através dos materiais pesquisados que a physalis pode ser consumida por crianças e adolescentes.

Também não encontramos nada que aponte que ela deva ser evitada por mulheres grávidas e lactantes, por isso recomendamos perguntar ao médico (a) nesses casos.

Sobre os cuidados na hora de consumir, é importante não exagerar. O engenheiro agrônomo Afonso Valois explica que o consumo em excesso “pode causar dores no estômago, por causa do certo grau de acidez” presente na fruta. (3)

Referências

(1) WISEMAN EM, BAR-EL DADON S, REIFEN R. “The vicious cycle of vitamin a deficiency: A review“. Israel: Crit Rev Food Sci Nutr. 2017. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/27128154. Acesso em 16 de jul. de 2019.

(2) TENG J, POURMAND A, MAZER-AMIRSHAHI M. “Vitamin C: The next step in sepsis management?” Washington, DC, United States: J Crit Care. 2018. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/28934705. Acesso em 16 de jul. de 2019.

(3) Programa Cooperativo de Investigación, Desarrollo e Innovación Agrícola para los Trópicos Suramericanos (PROCITROPICOS). “CAMAPU- antes era desconhecido pela ciência, agora é uma super planta medicinal! (Texto em português)“. Brasil: Artículos. 2018. Disponível em: https://procitropicos.org.br/articulo/camapu-antes-era-desconhecido-pela-ciencia-agora-e-uma-super-planta-medicinal-texto-em-portugues/. Acesso em 16 de jul. de 2019.

(4) MIKKELSEN K, STOJANOVSKA L, APOSTOLOPOULOS V. “The Effects of Vitamin B in Depression“. Australia: Curr Med Chem. 2016. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/27655070. Acesso em 16 de jul. de 2019.

(5) Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina. “Da Amazônia para o mundo: physalis“. 2016. Disponível em: https://www.spdm.org.br/imprensa/noticias/item/2453-da-amazonia-para-o-mundo-physalis. Acesso em 16 de jul. de 2019.

(6) WEN X, HEMPEL J, SCHWEIGGERT RM, NI Y, CARLE R. “Carotenoids and Carotenoid Esters of Red and Yellow Physalis (Physalis alkekengi L. and P. pubescens L.) Fruits and Calyces“. J Agric Food Chem. 2017. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/28696106. Acesso em 18 de jul. de 2019.

(7) LOPES DCDXP, FREITAS ZMF, SANTOS EP, TOMASSINI TCB. “Atividades antimicrobiana e fototóxica de extratos de frutos e raízes de Physalis angulata L.” Rio de Janeiro, Brasil: Revista Brasileira de Farmacognosia. 2006. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbfar/v16n2/v16n2a13. Acesso em 18 de jul. de 2019.

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.

Sobre o autor

Avatar
24 anos, é jornalista e produtor de conteúdo especializado. Atua com produção jornalística há 4 anos. Vencedor do prêmio de empreendedorismo digital “Academic Winner 2017”, promovido pela DeVry University na Califórnia, Estados Unidos. Tem no currículo trabalhos em emissoras de televisão, jornal impresso, revistas e internet. É pernambucano e tem como hobbies escrever, jogar videogames, cinema e estudos sociais.