Os poderosos benefícios das sementes de melancia

Energéticas, as sementes de melancia também são laxantes suaves e ajudam a depurar os rins. Conheça os benefícios destas sementes e saiba como consumi-las


Nutritiva e refrescante, a melancia é uma fruta bastante apreciada no país. No entanto, assim como ocorre com outras frutas, temos o costume de descartar as suas sementes. Todavia, o que muitas pessoas não sabem é que esta parte da fruta tem valor nutritivo e é consumida em várias regiões do mundo.

Na Ásia e no Oriente Médio, as sementes de melancia são recolhidas, assadas e servidas como lanche; na Nigéria, elas são usadas no preparo de algumas sopas. A composição nutricional das sementes de melancia inclui proteínas, gorduras, ferro e outros nutrientes.

Composição nutricional

Em uma xícara de sementes de melancia, existem cerca de 602 calorias, sendo que 428 delas são provenientes da gordura. Estas sementes são compostas por aproximadamente 50% de óleo, o que pode ajudar a explicar o seu teor de gordura. Em 51 gramas de gordura, há 11 gramas de saturadas e nenhum teor de gordura trans.

Os poderosos benefícios das sementes de melancia

Foto: Pixabay

As sementes de melancia são compostas por cerca de 35% de proteínas de qualidade elevada. Dos noves aminoácidos essenciais, as proteínas desta semente são bem classificadas em quase todos, com exceção da lisina.

As sementes da fruta também são uma boa fonte de vitaminas e minerais, dentre os quais estão a tiamina, riboflavina, niacina, cálcio, ferro, magnésio, fósforo, potássio, zinco, cobre e manganês.

Benefícios das sementes de melancia

Confira a seguir os benefícios proporcionados pelas sementes de melancia:

As sementes de melancia são laxantes eficazes

Assim como na maioria das frutas, as sementes presentes na melancia podem agir como laxantes suaves e favorecer o trânsito intestinal. Algumas pessoas usam estas sementes para preparar uma infusão e combater a prisão de ventre.

As sementes de melancia são bastante energéticas

Nutritivas, as sementes de melancia são ricas em licopeno, um tipo de antioxidante bastante poderoso e que também está presente no tomate. Além disso, estas sementes contêm elevado teor de magnésio e zinco.

As sementes de melancia também dão energia, sendo adequadas para aqueles dias em que nos sentimos muito cansados.


As sementes de melancia depuram o organismo e cuidam dos rins

A infusão medicinal preparada com as sementes de melancia é um poderoso remédio natural para depurar os rins. A sua ação diurética depura o organismo, elimina as toxinas acumuladas e melhora o funcionamento dos rins.

Além disso, esta infusão também nos ajuda a regular a hipertensão.

Infusão de sementes de melancia

A infusão medicinal de sementes de melancia é indicada para as pessoas que sofrem de problemas renais e com frequentes infecções no trato urinário. Confira a receita a seguir:

Ingredientes:

– 40 g de sementes de melancia (dê preferência para a fruta orgânica);
– 150 g de melancia cortada em pedaços;
– 1 litro de água.

Modo de preparo:

Primeiramente, coloque a água para ferver. Enquanto alcança a ebulição, aproveite para triturar os 40 gramas de sementes de melancia.

Após triturar as sementes, acrescente-as a água e deixe cozinhando pelo período de 30 minutos. Depois deste tempo, desligue o fogo e deixe repousar por 1 hora, até que esfrie.

Depois de esfriar, coe o conteúdo para separar as sementes da água medicinal. Bata os pedaços de melancia no liquidificador e misture com a água na qual foi feita a infusão de sementes. Guarde em uma garrafa de vidro dentro da geladeira.

Como consumir?

A infusão medicinal de sementes de melancia deve ser tomada em temperatura ambiente. A indicação é que a primeira xícara seja ingerida em jejum, e as seguintes, meia hora após as refeições. O tratamento deve ser feito durante dois dias seguidos por semana.

É importante ressaltar que os 40 gramas de sementes não devem ser excedidos e a forma mais adequada de consumi-las é por meio da infusão. Ingerir as sementes de modo natural não é indicado, pois elas não são facilmente digeridas.


Reportar erro