Noz-moscada: o que é e benefícios

Anti-inflamatória, antioxidante e afrodisíaca são algumas das propriedades presentes nessa semente

Você sabe quais são os benefícios da noz-moscada? A especiaria nativa de parte do continente asiático é usada em todo mundo na preparação de alimentos. Tanto salgados, quanto doces.

No entanto, nem todo mundo sabe que o consumo dela também traz muitos benefícios para a saúde. Isso porque ela possui diversos componentes fitoquímicos, que têm ação positiva no organismo, ajudando a tratar e prevenir diversas doenças.

Neste artigo você vai descobrir tudo sobre essa pequena semente, que possui sabor e aroma bem característicos e que a faz ser amada em todo o mundo.

Por isso, continue lendo para ver os principais benefícios dela para a saúde, quais os cuidados com o consumo e ainda algumas receitas deliciosas.

O que é a noz-moscada?

A noz-moscada, ao contrário do que o nome pode indicar, não é uma noz, mas uma semente, retirada do interior do fruto da moscadeira.

Noz-moscada ralada

Essa semente é considerada antioxidante e anti-inflamatória (Foto: depositphotos)

Conhecida também como Myristica fragans, da família Myristicaceae, a moscadeira é uma árvore nativa de países de clima tropical da Ásia. E pode alcançar os 20 metros de altura.

Tanto as folhas, quanto as flores da árvore são aromáticas e pequenas. Delas são extraídas os frutos, que possuem a aparência semelhante a uma pera pequena e possuem um sabor adstringente e cor amarelada.

A colheita pode ser feita durante todo o ano. Contudo, acontece com maior frequência nos meses de abril e novembro. No interior deles ficam as sementes.

Com o seu exterior marrom e interior claro e macio, quando fresca, a noz-moscada é utilizada ralada ou prensada, para a retirada do óleo essencial. Em países orientais, a especiaria é parte essencial da medicina tradicional e culinária.

No ocidente, ela começou a ser usada apenas no século 12. A partir de então, foi levada por comerciantes e começou a ser cultivada em colônias de países europeus que apresentavam um clima adequado para o crescimento das árvores.

Para que serve e quais os benefícios da noz-moscada para a saúde?

A noz-moscada está presente na medicina tradicional de países do sudeste asiático e algumas regiões da Europa. Principalmente para estimular a digestão, para tratar problemas inflamatórios e até mesmo como um analgésico natural.

Além disso, a especiaria é rica em diversos tipos de vitaminas e minerais, que apenas contribuem para que ela esteja sempre presente em uma alimentação saudável.

Entre os benefícios presentes na noz-moscada é possível destacar as suas propriedades:

  • Anti-inflamatória
  • Antioxidante
  • Antimicrobiana e antifúngica
  • Afrodisíaca
  • Hepatoprotetora
  • Estimulante do sistema digestivo
  • Analgésica
  • Efeito calmante e ansiolítico
  • Estimulante cerebral
  • Melhora a saúde dos rins
  • Fonte de vitaminas e minerais

Veja a seguir mais sobre cada um desses benefícios e como a noz-moscada age no organismo.

Anti-inflamatória

A noz-moscada é usada há séculos como um anti-inflamatório natural em diversos países do sudeste e leste asiático.

Estudos recentes indicam que isso faz todo o sentido, pois a especiaria é rica em fitoquímicos que ajudam a reduzir a proliferação de substâncias liberadas pelas células durante inflamações.

A semente também é bastante eficaz no tratamento de alergias, que são processos inflamatórios. Ajudando assim a diminuir os sintomas e incômodos causados pela inflamação.(1)

Antioxidantes

A especiaria também é rica em diversos compostos antioxidantes. Entre os principais é possível citar os compostos fenólicos e os carotenos, também presentes em outros componentes vegetais.

Juntos, esses antioxidantes atuam protegendo o organismo de danos externos e do envelhecimento precoce. Isso ajuda a prevenir vários tipos de doenças, combate infecções e também protege a saúde do coração.

Quando usada em alimentos, a noz-moscada apresenta uma ação antioxidante e age aumentando a vida útil desses. Evitando assim, que eles estraguem com facilidade.(2)

Antimicrobiana e antifúngica

Outros fatores que contribuem para o efeito de maior duração de alimentos com o uso da noz-moscada são as ações antimicrobiana e antifúngica.

Ou seja, ela possui em sua composição substâncias capazes de inibir a proliferação de bactérias e fungos, os quais também promovem doenças no organismo humano.

Por esse motivo, o consumo pode ajudar no tratamento de doenças causadas pelo estresse e oxidação das células ou infecções causadas por agentes externos, como fungos e bactérias.(2)

A nutricionista Caroline de Aquino Guerreiro destaca que essas propriedades só são aproveitadas quando a especiaria é consumida em pequenas quantidades. Principalmente porque em altas dosagens ela tem efeitos alucinógenos.

Afrodisíaca

Outro uso milenar da noz-moscada é como afrodisíaco. Aumentando assim o desejo sexual e servindo até mesmo como um tratamento natural para problemas de saúde relacionados com a diminuição da libido.

Inclusive, durante o século 18, a especiaria era muito indicada para problemas de disfunção sexual em homens. Podendo ser consumida para este fim, mas em pequenas quantidades. (3)

Hepatoprotetora

O óleo essencial extraído da noz-moscada é rico em uma substância chamada miristicina, que é a responsável pelo aroma característico dela.

De acordo com Guerreiro, quando consumida em grandes quantidades, essa substância é uma das responsáveis pelos efeitos alucinógenos da especiaria e até por quadros de intoxicação.

No entanto, um estudo publicado em 2003 por pesquisadores japoneses descobriu que essa mesma substância tem um fator hepatoprotetor.

Ou seja, ela ajuda a proteger o fígado de danos causados por vírus, abuso de álcool, outras substâncias químicas e até mesmo de algumas doenças autoimunes. Além disso, ela pode prevenir a proliferação de células cancerígenas no órgão. (4)

Estimulante do sistema digestivo

A nutricionista Caroline de Aquino Guerreiro informa que a noz-moscada possui substâncias que atuam protegendo e estimulando o funcionamento do trato digestivo.

Além disso, a medicina tradicional asiática e alguns estudos recentes mostram que a especiaria também pode ajudar com problemas de gases, diarreia e até mesmo para abrir o apetite.(3)

Dessa maneira, se tornando um ótimo condimento natural para ser usada no dia a dia. Contudo, lembrando sempre de utilizá-la de maneira moderada.

Analgésica

Guerreiro também destaca que existem vários estudos que mostram a  eficácia do consumo de noz-moscada para o alívio de dores de cabeça e de cólicas menstruais.

Além disso, por ter propriedades anti-inflamatórias, o óleo essencial é usado pela medicina tradicional de alguns países para tratar dores musculares e nas articulações. Quando usado para massagear as áreas doloridas. (3)

Efeito calmante e ansiolítico

A especiaria também tem um efeito calmante, que pode ajudar a diminuir a ansiedade e a melhorar a qualidade do sono quando consumida corretamente.

Isso acontece, de acordo com um estudo publicado em 2013, porque ela é composta por substâncias que aumentam os níveis de serotonina. Hormônio que ajuda no relaxamento e na sensação de bem-estar.

Outros hormônios responsáveis pela sensação de bem-estar também mostraram aumento com o consumo da noz-moscada. Fazendo com que ela tenha um efeito positivo sobre a ansiedade e depressão leve. (1,3)

Estimulante cerebral

Ao mesmo tempo que ajuda a relaxar, a noz-moscada também pode ajudar a estimular o seu cérebro. Quando consumida de maneira moderada a especiaria diminui os níveis de estresse, aumenta a serotonina e ajuda na concentração.

Esses benefícios se devem tanto ao fato dela ser um estimulante natural para a circulação, quanto das substâncias encontradas no seu óleo essencial. Podendo assim, ajudar a manter o cérebro saudável de maneira natural. (1,3)

Melhora a saúde dos rins

Tradicionalmente, a noz-moscada é indicada para tratar de problemas relacionados aos rins. Isso inclui inflamações e doenças relacionadas aos problemas circulatórios.

A boa notícia é que a ciência já comprovou estes benefícios e a especiaria se mostrou eficiente, pois ajuda na remoção de toxinas do corpo, trabalho feito pelos rins.

Associada à melhora da circulação e aos seus efeitos anti-inflamatório e antibacteriano, consumir em doses corretas a noz-moscada pode atuar na prevenção de problemas que atingem o trato urinário. (3)

Fonte de vitaminas e minerais

Por fim, mas não menos importante, a noz-moscada é rica em diversos tipos de vitaminas, minerais, proteínas e fibras. O que a torna uma ótima adição para quem busca uma alimentação saudável.

Entre as vitaminas encontradas na especiaria estão a A, C e E. Além dos minerais sódio, potássio, magnésio, cálcio, zinco, ferro e manganês em pequenas quantidades.

Tudo isso com poucas calorias. Apenas cerca de 37 calorias por cada colher (de sopa). Como ela não deve ser consumida em exagero, isso faz com que se ingira ainda menos calorias. (5)

Formas de consumo da noz-moscada

A noz-moscada é usada de diversas maneiras, como um condimento, pela indústria alimentícia, até como ingrediente nas indústrias de cosméticos. Tudo isso devido, principalmente, ao aroma característico dela, que faz com a essa semente seja apreciada na perfumaria.

A nutricionista Caroline Guerreiro ainda destaca o uso farmacêutico da semente, voltado para a produção de óleos essenciais e extratos que são usados na fitoterapia. Além de ser usada em forma de chá.

No entanto, a forma mais comum de consumir a especiaria é em seu estado natural e ralada. Porém, é necessário manter a semente inteira, o que ajuda a preservar o sabor e o aroma por mais tempo.

Desse modo ela pode servir de tempero para carnes, sopas e molhos. Além disso, ela também vai bem em bolos e doces, os quais precisam de aromas e sabores mais delicados e marcantes.

Receitas saborosas com a especiaria

Você viu que a noz-moscada pode ser usada de diversas formas, sendo mais comum no Brasil em forma de especiaria. No entanto, o sabor e o cheiro podem enganar e fazer muita gente pensar que ela não combina com muitos alimentos.

Isso não é verdade e o Remédio Caseiro separou algumas receitas saborosas e saudáveis com a noz-moscada para você reproduzir em casa. Confira!

Purê de batatas com noz-moscada

O purê de batatas já é um dos alimentos preferidos dos brasileiros e é possível dar um toque ainda mais especial ao prato adicionando uma pitada de noz-moscada. Veja!

Purê de batatas

A noz-moscada dá um toque especial ao purê de batatas (Foto: depositphotos)

Ingredientes:

  • 4 batatas médias
  • 2 colheres (de sopa) de manteiga
  • 200 ml de leite integral
  • Meia colher de café de noz-moscada ralada na hora
  • Sal a gosto.

Modo de preparo:

Descascar e cozinhar as batatas em fogo médio, com sal, até que fiquem bem macias. Logo depois, espremer bem as batatas e levar novamente ao fogo, com a manteiga até misturar tudo.

Por fim, basta adicionar o leite e a noz-moscada e misturar bem até ter um purê com consistência cremosa. É possível também adicionar uma pitada de pimenta-do-reino para dar um sabor ainda mais especial.

Pão de mel

Como já foi dito, não são só em pratos salgados que a noz-moscada pode ser usada. Essa receita serve também para complementar um delicioso pão de mel que irá encantar a todos da família.

Pão de mel

Essa é uma receita saudável e muito saborosa (Foto: depositphotos)

Ingredientes:

  • 2 xícaras de farinha de trigo
  • Meia colher (de sopa) de bicarbonato de sódio
  • Meia xícara de açúcar branco
  • Meia xícara de açúcar mascavo
  • Meia colher (de café) de cravo-da-índia
  • 1 colher (de café) de canela em pó
  • Meia colher (de café) de noz-moscada
  • Um quarto de xícara de óleo vegetal
  • Meia xícara de mel
  • Meia xícara de leite
  • 1 colher (de café) de extrato de baunilha
  • 1 pitada de sal.

Modo de preparo:

Em um recipiente grande colocar todos os ingredientes secos que são a farinha, bicarbonato, as especiarias e o sal, e misturar bem. Em outro recipiente, misturar os ingredientes molhados e juntar as duas misturas até que fique uma massa lisa.

Colocar a massa em uma forma quadrada e levar para assar a 180º C por cerca de 30 minutos. Logo depois basta retirar do fogo, esperar esfriar e cobrir com chocolate derretido.

Sopa de abóbora com noz-moscada

Para os dias mais frios nada melhor do que uma sopa. Essa receita é feita com abóbora e além de ser fácil é super saborosa.

Sopa de abóbora

O modo de preparo é simples e o sabor é surpreendente (Foto: depositphotos)

Ingredientes:

  • 300 gramas de abóbora
  • Meia cebola picada
  • Meia colher (de café) de noz-moscada
  • Sal e pimenta-do-reino a gosto
  • 4 copos de água ou caldo de vegetais
  • Azeite de oliva.

Modo de preparo:

O primeiro passo é descascar a abóbora e cortá-la em cubos pequenos. Logo depois refogar a cebola no azeite até ficar dourada e logo depois adicionar os cubos de abóbora.

Acrescentar a água, o sal e as especiarias, e deixar cozinhar até que a abóbora fique bem macia. Por fim, retire do fogo e basta bater no liquidificador ou mixer até ter um creme liso.

Onde comprar?

Atualmente é possível encontrar a noz-moscada em qualquer supermercado e lojas especializadas em especiarias. O mais recomendado é comprar a noz inteira, para ser ralada apenas no momento de uso, evitando a perda de sabor.

Já o óleo essencial pode ser encontrado em lojas especializadas em óleos ou em produtos fitoterápicos. Assim como o extrato, que é feito à base de álcool e possui uso medicinal.

Noz-moscada emagrece?

A noz-moscada pode sim ajudar a quem deseja perder peso, mas como um auxiliar. Especialmente pelos seus efeitos no trato urinário e no circulatório, que facilitam a remoção de toxinas e outros excessos do organismo.

Além disso, a sua ação anti-inflamatória também pode diminuir os inchaços, que podem ser causados por inflamações em pessoas que estão acima do peso.

Outro ponto importante é que a noz-moscada traz um sabor bastante característico para os alimentos. Ajudando assim a aumentar a sensação de saciedade.

Por fim, ela ajuda também no processo de digestão, melhorando todo o funcionamento do trato digestivo. Desse modo, é possível evitar a sensação de inchaço, que faz com que as pessoas se sintam acima do peso.

Contraindicações e cuidados

Caroline Guerreiro alerta para alguns cuidados que se deve ter ao consumir a noz-moscada. Isso porque, como já foi falado, a miristicina, um dos principais componentes da especiaria, tem efeitos alucinógenos ao agir junto com outra substância chamada elemicina.

Contudo, não é necessário abolir o uso dela na alimentação porque isso só acontece quando consumida em grandes quantidades.

A quantidade necessária para isso pode variar de pessoa para pessoa de acordo com a sensibilidade. Contudo, não é recomendado consumir mais do que 5 gramas da especiaria de uma vez.

Entre os efeitos negativos da noz-moscada, Guerreiro destaca os abortivos e inebriantes. Além disso, ao chegar no sistema nervoso ela pode causar ainda efeitos disfóricos e eufóricos, que variam de acordo com a quantidade consumida.

Por isso, ela alerta que qualquer consumo para fins medicinais deve ser acompanhado de perto por um médico, pois assim evita-se problemas mais sérios.

*Artigo feito com a colaboração da nutricionista e consultora da Naiak, Caroline de Aquino Guerreiro (CRN: 56034).

Referências

(1) ABOURASHED, Ehab; EL-ALFY, Abir. “Chemical diversity and pharmacological significance of the secondary metabolites od nutmeg (Myristic fragans Houtt.)” Phythochemistry Reviews, v.15 n.6, p.1035-1056 [2016]. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1007/s11101-016-9469-x. Acesso em 3 de abril de 2019.

(2) GUPTA, Ashish Deep et al. “Chemistry, antioxidant and antimicrobial potential of nutmeg (Myristica fragans Houtt)“. Journal of Genetic Engineering and Biotechnology, v.11, n.1, p.25-31, [2013]. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.jgeb.2012.12.001. Acesso em 3 de abril de 2019.

(3) O.M. Agbogidi; O.P. “Azagbaekwe. health and nutritional benefits of nut meg (mystica fragrans houtt.)“. Scientia Agriculturae, v.1, n.2, p.40-44,[2013]. Disponível em: pscipub.com/Journals/Data/JList/Scientia%20Agriculturae/2013/Volume%201/Issue%202/2.pdf. Acesso em 3 de abril de 2019.

(4) MORITA, Tatsuya et al. “Hepatoprotective Effect of Myristicin from Nutmeg (Myristica fragrans) on Lipopolysaccharide/D-Galactosamine-Induced Liver Injury. J. Agric“. Food Chem. v.51, n.6, p.1560-1565, [2003]. Disponível em: https://doi.org/10.1021/jf020946n. Acesso em 4 de abril de 2019.

(5) PREEDY, Victor R. “Essential oils in Food Preservation, Flavor and Safety“. Academic Press, 2016. Disponível em: https://doi.org/10.1016/C2012-0-06581-7. Acesso em 4 de abril de 2019.

Sobre o autor

Avatar
Jornalista (Mtb-PE: 6770) com formação completa no curso de Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo (UniFavip-DeVry). Experiência prática de dois anos em produção jornalística para TV e rádio. Atualmente atua na área de redação para web, nas áreas de educação, beleza e saúde alternativa. Além da formação no curso superior, possui experiência em produção de vídeo, diagramação de livros e revistas e marketing.