Conheça os nutrientes do Feijão e seus benefícios para saúde

Por Jéssica Vanessa

Feijão

Este alimento tão comum em nossa alimentação é rico em propriedades medicinais! | Imagem: Reprodução

O feijão, elemento típico da culinária brasileira, não só mistura sabores como também é uma fonte rica em benefícios para a saúde humana. Além de possuir nutrientes essenciais como vitaminas (a maior parte do complexo B), ferro, cálcio e proteínas, que estão presentes em quantias que podem até substituir os produtos animais, o feijão também é um recurso terapêutico. O ferro contido nele ajuda na recuperação de anemias, a fibra da casca do feijão ajuda a regular o funcionamento do intestino, e o cálcio ajuda na recuperação da osteoporose. Não bastasse isso, o feijão ainda é um alimento fácil de ser encontrado. Portanto, ele é, enfim, uma combinação perfeita.

Motivos para não abrir mão do feijão e seus nutrientes

  • Por fornecer algumas boas doses de magnésio (que é, por natureza, um bloqueador do canal do cálcio), ele possibilita que as veias e as artérias possam relaxar, melhorando assim o fluxo de sangue, nutrientes e oxigênio no corpo.
  • O feijão é rico em fibras insolúveis, que ajudam a prevenir doenças digestivas, câncer de cólon e reduzem a possibilidade de distúrbios cardiovasculares. Ele também é rico em fibras solúveis, que ajudam a estabilizar o nível de açúcar existente no sangue, diminuindo o risco de diabetes.
  • Por conter uma quantidade consideravelmente grande de ferro, o feijão aumenta a energia do corpo, o que ajuda, por exemplo, mulheres menstruadas ou grávidas, que perdem uma grande quantidade de ferro durante o período.
  • O feijão oferece boas quantidades de tiamina (vitamina b1), que é fundamental para células do cérebro, sendo assim importante na prevenção da memória.
  • Ele também ajuda a emagrecer. As proteínas encontradas no feijão são comparáveis a proteínas existentes na carne vermelha ou no leite, portanto, é possível garantir os nutrientes essenciais sem ingerir calorias excessivas ou gorduras saturadas.

Se tratando do jeito de utilizar feijões, é interessante lembrar que às vezes ele também pode se tornar um inimigo. Isso acontece, por exemplo, quando ele é usado para fazer feijoadas. Nesse caso, a quantidade de gordura é maior do que a dos nutrientes encontrados.

Existem vários tipos de feijões, que diferem nos sabores e nos benefícios.

Alguns tipos de feijões

  • Feijão preto: ajuda no controle da hipertensão e do colesterol. É mais consumido na região sul e sudeste.
  • Feijão de corda: é fonte de proteína e energia, pode ser encontrado também pelo nome de “fradinho”.
  • Branco: ajuda a retardar a absorção de açúcares no sangue, pois inibe o processo de digestão dos carboidratos. Tem grãos grandes, portanto é mais usado na preparação de pratos elaborados. É mais consumido na região sudeste.
  • Feijão vermelho: são ricos em cálcio e ferro e por serem livres de colesterol, fazem parte de uma dieta saudável.
  • Carioca: o feijão mais consumido no país. É uma boa opção para inibir a diabete.