Chás que grávidas não podem tomar

Durante a gravidez, as mulheres precisam tomar uma série de cuidados, inclusive com a restrição…


Durante a gravidez, as mulheres precisam tomar uma série de cuidados, inclusive com a restrição de alimentos e medicamentos. Além dos medicamentos químicos, existem algumas ervas naturais que devem ser evitadas, pois contêm substâncias fortes que podem ser prejudiciais ao bebê.

Dentre os remédios naturais mais recomendados e consumidos estão os chás, mas algumas plantas podem colocar a saúde da mãe e do bebê em risco. Algumas ervas medicinais podem causar intoxicações, diminuir a quantidade de leite e até levar ao aborto.

Uma pesquisa realizada nos Estados Unidos apontou que as grávidas norte-americanas consomem mais chá e remédios à base de ervas durante o primeiro trimestre, justamente o período mais crítico da gravidez.

Chás que grávidas não podem tomar

Foto: Reprodução


Chás proibidos durante a gravidez

Confira a seguir uma lista de alguns chás que não devem ser consumidos durante a gravidez:

  • Chá de arruda, cipó-mil-homens, buchinha do norte, confrei, erva-de-bicho, espirradeira, melão-de-são-caetano, erva-de-santa-maria, pinhão-de-purga ou pinhão-paraguaio, poeja, boldo, hidraste e losna. Estes chás não devem ser consumidos de forma alguma porque têm potencial abortivo.
  • O chá verde não deve ser tomado por mulheres grávidas porque não foi suficientemente estudado e acelera o metabolismo;
  • Os chás mate, branco e preto possuem grande quantidade de cafeína e, por isto, devem ser excluídos durante todo o período de gravidez. Por ser um estimulante do sistema nervoso central, a cafeína presente nos chás pode deixar a mulher agitada e com taquicardia, o que pode alterar os batimentos cardíacos do bebê;
  • O chá de canela também é contraindicado para grávidas porque pode provocar constrição sanguínea e contração dos músculos do útero;
  • O chá de hortelã deve ser evitado durante a gestação e a amamentação, porque diminui a produção de leite;
  • O chá de boldo, também conhecido como boldo chileno, é bastante consumido como um remédio natural para distúrbios gástricos. No entanto, devido à presença do ascaridol, este chá possui efeitos tóxicos e pode causar abortos;
  • Outros chás que não devem ser consumidos durante a gravidez são os seguintes: chá de cascara sagrada, romã, guaco, cavalinha, sene e arnica.

Quais são os chás permitidos?

Devido às suas propriedades calmantes e digestivas, os chás de erva doce, erva cidreira, camomila e capim-limão são permitidos durante a gestação, pois proporcionam uma sensação de relaxamento para a mãe e para o bebê.

No entanto, lembre-se que o ideal é usar os chás apenas sob orientação médica, para evitar qualquer risco.


Reportar erro