Chá de poejo – Benefícios e propriedades

O poejo, de nome científico Mentha pulegium, é uma planta comumente encontrada em hortas e…


O poejo, de nome científico Mentha pulegium, é uma planta comumente encontrada em hortas e jardins em nosso país. Uma das espécies mais conhecidas do gênero Mentha e pertencente à família das Lamiaceae, o poejo é famoso, principalmente, devido às suas propriedades medicinais, conhecido popularmente há vários séculos em todo o Mediterrâneo e Ásia Ocidental.

Chá de poejo – Benefícios e propriedades

Foto: Reprodução

As propriedades do poejo

Dentre as propriedades desta planta, podemos destacar as seguintes:

  • Digestivo;
  • Vermífugo;
  • Carminativo;
  • Expectorante;
  • Antisséptico;
  • Antiespasmódico;
  • Emenagogo.

Os benefícios e as indicações de uso

O chá preparado com as folhas do poejo é popularmente conhecido como um eficaz expectorante, sendo, por isso, indicado como um remédio caseiro para tratar a tosse, gripe e outras doenças do sistema respiratório. Devido a essa propriedade e ao fato do aroma que exala, a planta também é chamada de “hortelã dos pulmões”.

E os benefícios do poejo não param por aí: além de auxiliar no tratamento de males respiratórios, algumas substâncias presentes em suas folhas ajudam na redução da acidez no estômago, contribuindo para melhorar a digestão e combater a azia.

Além disso, a aplicação de compressas à base desta planta possui a capacidade de aliviar dores reumáticas. O chá de poejo também pode melhorar o desconforto e dores das cólicas menstruais, acabar com a insônia e diminuir a ansiedade.

Como preparar o chá de poejo?

Ingredientes:


– 1 colher de chá de poejo fresco ou seco;
– 1 xícara de chá de água.

Modo de preparo:

Coloque as folhas picadas da planta no fundo de uma xícara. Depois, leve a água para o fogo até levantar fervura e despeje sobre as folhas de poejo. Deixe a mistura abafando por cerca 10 minutos. Após este tempo, coe e beba o chá.

A indicação de consumo é de 1 xícara do chá a cada 6 horas em casos de doenças respiratórias. Para tratar males digestivos, o indicado é tomar a mesma quantidade alguns minutos antes das principais refeições.

Contraindicações

O chá é contraindicado para mulheres grávidas, especialmente nos primeiros meses da gestação. É necessário ter atenção com a quantidade de chá ingerido, pois a pulegona, uma substância presente no poejo, pode ser tóxica se for consumida em alta quantidade.

Lembre-se de consultar um médico para evitar qualquer problema ao iniciar um tratamento, inclusive com remédios naturais!


Reportar erro