Chá de canela: veja para que serve e se realmente emagrece

O chá de canela é uma bebida natural muito saborosa e rica em benefícios para a saúde. Contudo, também é uma receita que traz consigo um montão de mitos, que deixa muitas pessoas com dúvida sobre a sua capacidade medicinal. Uma das principais perguntas é: este chá aumenta ou baixa a pressão arterial?

Neste artigo, você encontrará a resposta para essa e outras dúvidas. Além disso, também vamos te mostrar vários outros benefícios deste chá, assim como prepará-lo e tomá-lo da forma correta.

Por isso, preste bem atenção e tire todas as suas dúvidas! Todas as nossas informações foram retiradas de artigos científicos que comprovam os efeitos através de pesquisas recentes da medicina mundial. Confira:

Pressão arterial: Como o chá de canela contribui?

Uma das principais dúvidas sobre o chá de canela é sobre a sua contribuição na pressão arterial. Afinal, esta bebida faz a pressão subir ou cair? A resposta é: o chá de canela é responsável por baixar a pressão arterial (1). Ou seja, trata-se de uma bebida que causa hipotensão e combate a hipertensão.

Isso mesmo! Alguns estudos e análises científicas foram capazes de identificar no chá de canela propriedades medicinais que diminuem a pressão arterial e ajudam na saúde cardíaca. A descoberta foi feita após testes em pacientes com diabetes do tipo 2.

Pó e pau de canela

Além de causar hipotensão, esse chá é muito usado para reduzir medidas (Foto: depositphotos)

Os cientistas queriam saber quais seriam os efeitos nestes pacientes e descobriram que o chá de canela foi capaz de diminuir significativamente a pressão arterial dos pacientes. Principalmente naqueles que tinham hipertensão.

Mas já que estamos falando da canela, um alimento tão rico em nutrientes e propriedades medicinais, veja abaixo outros benefícios deste chá:

Benefícios do chá de canela

Além de baixar a pressão e ajudar no tratamento da pressão alta, o chá de canela pode ser usado com vários outros objetivos medicinais. Portanto, separamos aqui uma lista de diversos benefícios promovidos pela bebida. Veja:

Previne a diabetes

Em primeiro lugar, foi comprovada pela medicina a relação entre o chá de canela e o controle da glicemia (1, 3). Isto quer dizer que o consumo deste chá natural possibilita o controle dos níveis de açúcar no sangue, tratando e prevenindo a diabetes.

De acordo com as pesquisas científicas, a canela é capaz de agir de forma semelhante a insulina no nosso corpo. Dessa forma, é responsável por diminuir o nível de açúcar no organismo, o que previne picos de glicose.

Seu uso é recomendado, inclusive, para diabéticos e pessoas com propensão genética a sofrer de doenças relacionadas à glicose. Quem é diabético sabe como é complicado e prejudicial passar por picos de glicose. No chá de canela você pode ter um grande aliado para que isso não aconteça.

Contudo, as pesquisas também apontam este chá como um auxiliar do tratamento, e não um remédio em si. Portanto, o chá sozinho não é capaz de tratar ou prevenir esta doença. Entretanto, potencializa significativamente os medicamentos utilizados ou o estilo de vida/alimentação que preza a prevenção.

Tem alto poder antioxidante

A canela possui polifenóis em sua composição, que são substâncias antioxidantes (2) que previne o organismo dos prejuízos provocados pelos radicais livres e diminuem as chances de doenças como o câncer, por exemplo (2).

O efeito antioxidante de alimentos é muito importante para proteger a célula destes agentes nocivos. Os radicais livres são substâncias que causam o estresse oxidativo das células do nosso corpo, o que dificulta o ciclo de vida das mesmas e aumenta o risco de várias doenças.

Entre as doenças prevenidas através do consumo de canela estão, por exemplo, o câncer, diabetes, doenças do coração, Mal de Parkinson, Alzheimer, doenças degenerativas e o envelhecimento precoce.

É anti-inflamatório

Além dos benefícios já citados, a canela também possui substâncias benéficas à saúde quando o assunto é tratar inflamações (2). Ou seja, é um alimento com alto poder anti-inflamatório. Isto também se deve, em parte, aos seus componentes antioxidantes.  

O combate a infecções é resultado da presença de Cinamaldeído, um dos principais componentes ativos da canela. É também uma substância conhecida por sua eficiência no tratamento de infecções, principalmente as que são ocasionadas por fungos.

Melhora o metabolismo

Outro super-benefício do chá de canela é que ele melhora o metabolismo (3). Isto faz da canela um alimento com  lugar de destaque quando o assunto é perder peso e medidas. Também é importante para a prevenção de doenças relacionadas ao metabolismo.

De forma simplificada, o que os cientistas querem dizer é que a canela é capaz de potencializar o consumo de energia por parte do nosso organismo. Isso vale até mesmo para as atividades cotidianas e naturais do corpo, como digerir alimentos, caminhar ou se movimentar, por exemplo.

Isto é muito importante para o funcionamento dos órgãos e processos naturais do corpo, como a digestão, respiração e até mesmo a atividade mental. Ter um bom metabolismo é fundamental para uma boa saúde.

Por outro lado, com o aumento do consumo de energia para cada atividade, o corpo acaba tendo que buscar energia na gordura, que é eliminada gradativamente. Sendo assim, também ajuda no emagrecimento. Veja mais no tópico “Chá de canela emagrece” abaixo.

Faz bem para o cérebro

A canela está relacionada a diminuição de doenças neurológicas graves, como o Alzheimer e o Mal de Parkinson (3). Isso é o que dizem os cientistas depois de análises químicas e testes realizados em animais e humanos.

De acordo com os pesquisadores, a canela é um alimento natural com alto potencial neuroprotetor. Por isso, o chá desta planta é recomendado para idosos, a fim de prevenir doenças degenerativas comuns com o avanço da idade.

Alivia dores de artrite

Um artigo científico produzido no Irã percebeu, depois de análises e testes, que a canela possui um efeito muito benéfico para quem tem artrite. Segundo os pesquisadores, esta planta é capaz de aliviar as dores da artrite e auxiliar no tratamento desta doença (4).

Chá de canela emagrece?

O chá de canela ajuda sim a emagrecer por dois fatores: o controle da glicose no sangue e o seu efeito potencializador da atividade metabólica (1, 2, 3). Sobre a atividade metabólica promovida pela canela, nós já falamos no tópico “melhora o metabolismo”.

Já em relação a glicose, algumas substâncias presentes na canela regulam os níveis de açúcar no sangue, o que resulta na diminuição do apetite. Picos de glicemia provocam aumento da fome, e a canela evita que isso aconteça.

Outro fator muito importante para o emagrecimento é que a canela ajuda na digestão e elimina gases, o que ajuda a desinchar a barriga e reduzir medidas.

Dessa forma, o melhor jeito de tomar o chá de canela para emagrecer é consumi-lo meia-hora antes das refeições. Assim obtêm-se o controle da glicose no organismo e o apetite diminui. Por sua vez, come-se menos, tem-se uma digestão mais saudável e ainda evita-se os gases e inchaço.

Mas não se engane ao pensar que tomar o chá de canela é a solução milagrosa para emagrecer. Para isso, também é preciso estar atento a alimentação e evitar comidas gordurosas e altamente calóricas, como doces, frituras, massas e fast-foods.

Como preparar o chá?

Existem duas maneiras de preparar o chá/infusão natural de canela. A primeira usa a canela em pau e a segunda usa a canela em pó. Contudo, ambas são bem simples de fazer. Não há nenhum segredo. Confira:

Xícara com chá

O chá de canela pode ser feito com o pó ou o pau da especiaria (Foto: depositphotos)

Como fazer o chá de canela em pau

  1. Em uma panela, ferva 1 xícara de água.
  2. Em seguida, desligue o fogo e adicione 1 pau de canela pequeno.
  3. Após isso, deixe tampado de 10 a 15 minutos.
  4. Por fim, retire o pau de canela e beba o chá morno, sem adoçar.

Como fazer o chá de canela em pó

  1. Coloque 1 colher (de sopa) de canela em pó em uma xícara e a complete com água fervente.
  2. Tampe e deixe por 10 minutos.
  3. Em seguida, mexa bem a mistura com uma colher e beba morno.

Canela comum e canela de velho são diferentes?

Sim, bastante diferentes! Apesar de dividirem parte do nome, as plantas não têm nada a ver uma com a outra. O nome científico da canela de velho é Miconia albicans, já a canela comum é a Cinnamomum verum. Elas nem mesmo são da mesma família de plantas.

É comum as pessoas se enganarem unicamente porque elas têm nomes parecidos, mas fique atento(a) quanto a isso. A canela de velho pode ser encontrada em vários estados brasileiros, tanto em seu estado natural quanto distribuída em forma de planta seca, cápsulas e em gotas.

Contraindicações

Neste artigo você aprendeu como preparar e para quê serve o chá de canela em pó. A infusão é capaz de beneficiar a saúde e ajudar a emagrecer. Mas é sempre bom lembrar que a canela é um alimento que exige um pouquinho de cuidado.

As propriedades da canela não são indicadas para mulheres gestantes e crianças com menos de 6 anos de idade. Isto porque estes são períodos de constante alteração hormonal, que pode ser prejudicada pelo consumo destes alimentos.

Contudo, isto é apenas uma indicação preventiva. Não existe nenhum estudo ou pesquisa que conclua que o chá seja capaz de causar aborto. Se a gestante estiver com os hormônios estáveis e bem de saúde, o chá não é contraindicado.

Apesar de ser feito com produtos naturais, este chá não é indicado para crianças menores de um ano. Isto porque, durante este tempo de vida, a mesma ainda não tem o organismo pronto para receber tal ingredientes.

Por esta razão, deve-se evitar este tipo de tratamento para tais pacientes. O mais indicado nestas situações é buscar auxílio do pediatra o mais rápido possível.

Referências científicas

Por fim, veja abaixo as referências científicas usadas na produção deste artigo. O Remédio Caseiro é um site comprometido com informações verdadeiras, conteúdo relevante e, claro, com a sua saúde. Sendo assim, fique sempre bem informado(a) em nosso site!

Referências

  1. AKILEN, R.; TSIAMI, A.; DEVENDRA, D.; ROBINSON, N.; Glycated haemoglobin and blood pressure-lowering effect of cinnamon in multi-ethnic Type 2 diabetic patients in the UK: a randomized, placebo-controlled, double-blind clinical trial. 2010. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/20854384>. Acesso em 16/01/2018.
  2. RAO, P. V.; GAN, S. H.. Cinnamon: A Multifaceted Medicinal Plant. 2014. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4003790/>. Acesso em 16/12/2018.
  3. QIN, B.; PANICKAR, K. S.; ANDERSON, R. A.. Cinnamon: Potential Role in the Prevention of Insulin Resistance, Metabolic Syndrome, and Type 2 Diabetes. 2010. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2901047/>. Acesso em 16/12/2018.
  4. HARIRI, M.; GHIASVAND, R.. Cinnamon and Chronic Diseases. 2016. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/27771918>. Acesso em 16/12/2018.

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.

Sobre o autor

Avatar
24 anos, é jornalista e produtor de conteúdo especializado. Atua com produção jornalística há 4 anos. Vencedor do prêmio de empreendedorismo digital “Academic Winner 2017”, promovido pela DeVry University na Califórnia, Estados Unidos. Tem no currículo trabalhos em emissoras de televisão, jornal impresso, revistas e internet. É pernambucano e tem como hobbies escrever, jogar videogames, cinema e estudos sociais.