5 efeitos negativos da caspa nos cabelos, aprenda como tratar

Além da cabeça, a caspa pode aparecer em outros locais do corpo, a exemplo da sobrancelha, nariz, orelha, peito, costas e virilha


Conhecida por ser uma inflamação no couro capilar que causa a descamação da pele, a caspa, ou dermatite seborreica, incomoda muita gente. Mais frequente em homens do que em mulheres, a caspa chega a atingir cerca de 40% da população mundial, segundo dados da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Antes que ela apareça, o corpo costuma mostrar alguns sintomas, assim como pequenas atitudes que você deixa de tomar, pode influenciar definitivamente no seu desenvolvimento. Ela não faz distinção entre cabelos secos ou oleosos e pode causar muita coceira.

A caspa pode aparecer em outros locais do corpo, a exemplo da sobrancelha, nariz, orelha, peito, costas e virilha. Por isso é importante que se tome cuidado. Até porque, quem é que gosta de estar com a roupa de cor escura cheia de escamas brancas?

5 efeitos negativos da caspa nos cabelos, aprenda como tratar

Foto: depositphotos

Mais sobre a caspa

O corpo humano é uma máquina que funciona de acordo com a própria necessidade. Ele descarta e renova as células sem que existam grandes transtornos, pois isso já faz parte da dinâmica para qual ele é programado. Porém, se alguma coisa não decorre do jeito certo, esse processo tem interferência, resultando nos problemas.

A troca de células da região do couro cabeludo acontece com a frequência de uma vez por mês. Esse processo é rápido e sutil, não chegando nem a ser percebida, exceto em casos que algo errado esteja acontecendo. O corpo passa a produzir células de forma excessiva, resultando no aparecimento de caspas.


Sintomas e causa da caspa

Vários são os sintomas das caspas. Os principais são: oleosidade na pele e no couro cabeludo; o aparecimento de escamas brancas no couro cabeludo; escamas amareladas que são oleosas e causam ardência; coceira, que pode piorar gradativamente; leve vermelhidão e possível perda de cabelo.

Parte desses fatores podem ser causados pelo enfraquecimento do couro cabeludo, o que significa que ela retém menos umidade e apresenta menor integridade celular. Mas também, não é só isso! A presença de um micróbio chamado malassezia, podem levar à incidência de caspa. Esse é um fungo que cresce nas áreas ricas em óleo.

Como tratar a caspa

A partir do enfraquecimento dos níveis de umidade no couro cabeludo, a camada de proteção será atingida, o que deixa você mais suscetível ao surgimento de caspa.

Dependendo da intensidade do aparecimento das caspas, você deve recorrer a um dermatologista. Ele vai indicar qual a melhor forma de tratar as caspas.

Uma forma de tratar a caspa é lavar regularmente o cabelo e o couro cabeludo com um shampoo que contém nutrientes. Essa é a chave para restaurar a umidade e recuperar a camada de proteção saudável do couro cabeludo.

Você também pode resolver o problema a partir de receitas caseiras. Uma delas pode ser obtida a partir da mistura de uma colher (de chá) de confrei, uma colher (de chá) de alecrim, um colher (de chá) de urtiga e 200 g de hamamélis. Misture todos os ingredientes e deixe em infusão por cinco dias antes de usá-la. Depois, basta lavar o cabelo com ela.


Reportar erro