Semente de melão: para que serve e como usar?

A semente de melão é rica em nutrientes e propriedades medicinais. Entre seus principais benefícios estão a ação antioxidante, a melhora na digestão e o auxilio ao emagrecimento.

Além disso, essa parte da fruta também contém vitaminas e proteínas essenciais para o funcionamento do organismo, como a vitamina C.

Mas esses não são os únicos benefícios das sementes, e aqui você pode encontrar os demais efeitos, como usá-la e preparará-la. Acompanhe!

Pode comer semente de melão?

De acordo com um estudo feito no Rio Grande do Norte, no ano de 2018, as cascas e as sementes do melão são descartadas erroneamente. Isso porque, ambas as partes desse fruto apresentam efeitos antioxidantes e são comestíveis. (1)

Melão cortado e sementes

Além da polpa, é possível consumir também as sementes do melão (Foto: depositphotos)

Com relação aos grãos, há diversas maneiras de aproveitá-los na cozinha. Por exemplo, podem ser torrados, transformados em farinhas e até render um ótimo leite vegetal.

Quais são os benefícios para a saúde?

Como as sementes de melão são ricas em nutrientes e possuem ação antioxidante, elas podem prevenir o surgimento de diversas doenças, como o câncer. Mas também podem ser aliadas das dietas de emagrecimento.

É fonte de nutrientes

Pote de sementes na mesa

Como são ricas em vitaminas e minerais, essas sementes servem como um lanche fit (Foto: depositphotos)

O próprio melão é rico em vitaminas A, B, B2, B5 e C, além de ser calmante e refrescante. (2) Desses benefícios, as suas sementes conseguem extrair e se destacar pela vitamina C, também chamada de ácido ascórbico. (3)

Além disso, elas também possuem aminoácidos, compostos fenólicos e compostos voláteis. Sem contar nos minerais encontrados, a exemplo do ferro. (1,4)

Auxilia na prevenção do câncer

Com o efeito antioxidante, esse alimento consegue proteger o organismo contra o câncer(Foto: depositphotos)

Outra grande vantagem saudável do consumo dessas sementes é que elas têm alto potencial antioxidante. (4, 5) Isso significa dizer que elas ajudam a combater os radicais livres do organismo e prevenir o desenvolvimento de células cancerígenas.

Os radicais livres são substâncias malignas que dificultam o ciclo de vida saudável das células. Com isso, aumenta-se o risco de doenças graves como o câncer, hipertensão, diabetes, Alzheimer, Parkinsonismo e doenças degenerativas no geral.

Em 2017, uma pesquisa realizada no Irã, comprovou que as sementes de melão são inibidoras de angiogênese. Para quem não sabe, esse processo é o desenvolvimento de novos vasos sanguíneos, o que também é crucial para combater alguns tipos de tumores. (6)

Auxilia no emagrecimento

Mulher medindo cintura

Por ser fonte de fibras, a semente de melão é aliada das dietas (Foto: depositphotos)

A perda de peso é outra razão para se consumir este alimento regularmente. Isso porque, estas sementes possuem baixo teor calórico. (7)

Além disso, são fontes de fibras, ajudando a saciar mais rapidamente. De acordo com um estudo desenvolvido pela Universidade do Rio Grande do Sul (UFRGS), esse benefício ocorre pois os alimentos ricos nessa substância aumentam a mastigação e, consequentemente, resultam na expansão do estômago e do aumento da saciedade. (8)

Melhora a digestão e a flora intestinal

Mulher com mão na barriga

Também devido às fibras, esse alimento auxilia na digestão (Foto: depositphotos)

Como já foi citado, as sementes de melão são fonte de fibras, portanto, também contribuem com a digestão, pois aumentam o bolo fecal. (7,8)

Para quem não sabe, as fibras são importantes durante todo o processo digestivo, desde o mastigar até a eliminação das fezes. Elas ajudam para que o seu processo digestivo e intestinal consiga retirar todos os benefícios dos alimentos e eliminem o que sobrar de forma saudável. (8)

Os grãos também são recomendados para inflamações do estômago, do fígado e do baço. Além de atuar contra disenterias. (9)

Protege o coração

Médico segurando um coração

Outro benefício é a prevenção das doenças cardiovasculares (Foto: depositphotos)

Tanto a presença de antioxidantes como também de fibras faz com que a saúde cardíaca seja beneficiada. (1,8)

A composição desse alimento é repleta de nutrientes e aminoácidos que conseguem proteger o coração de diversas doenças, além de ajudá-lo a bombear melhor o sangue pelas artérias.

Aprenda como torrar esses grãos

Não tem ideia do que comer na hora do lanche? Não sabe nenhuma receita saudável para essa refeição? Pois aqui está uma que, além de deliciosa, vai ajudar na sua dieta e melhorar a sua saúde: sementes de melão torradas.

Uma receita fácil, simples, gostosa e saudável! Confira:

  1. Lave e seque as sementes de melão
  2. Coloque-as em uma tigela e adicione 1 colher de azeite (use menos se estiver usando poucas sementes, a quantidade deve ser o suficiente para envolvê-las)
  3. Em seguida, tempere-as com sal a gosto
  4. Em uma travessa que possa ir ao forno, unte com óleo de coco (se não tiver, use manteiga, mas não use margarina). Se for usar manteiga com sal, lembre-se de colocar menos sal na hora de temperar, senão podem ficar muito salgadas
  5. Em seguida, quando a forma estiver untada, espalhe as sementes temperadas na travessa de modo que elas não fiquem umas sobre as outras
  6. Leve ao forno pré-aquecido na temperatura média por 30 minutos
  7. Pronto! Agora é só guardar em um pote fechado e consumir nos lanches ou nas saladas.

Essa receita é muito rápida e fácil. Seu resultado é uma seleção de sementes salgadas muito saborosas, que podem ser usadas como sancks (salgadinhos) saudáveis.

Além disso, pode ser um lanche ótimo para consumir com vitaminas ou sucos de fruta.

O que é leite de semente de melão?

Aprenda como fazer um leite de origem vegetal, vegano, saudável e que pode ser usado em receitas da mesma forma que usamos o leite de vaca:

  1. Lave e seque 1 xícara de sementes de melão
  2. Leve ao liquidificador e adicione 500 ml de água filtrada
  3. Bata até triturar e misturar bem
  4. Coe a mistura para separar o leite dos restos das sementes
  5. Pronto! É só armazenar o leite na geladeira, em uma garrafa ou jarra de vidro com tampa, preferencialmente.
Leite em jarra e melões

O leite feito a partir das sementes de melão é uma opção vegana e indicada para os intolerantes à lactose (Foto: depositphotos)

O sabor dessa bebida lembra levemente o sabor do leite de amêndoas. Além disso, essa opção é ideal para quem sofre de intolerância à lactose.

Também é importante mencionar que trata-se de uma opção sustentável e barata, uma vez que você compra o melão, consome a fruta, usa as sementes e ainda por cima pode produzir leite para usar em receitas do dia a dia.

E vale ressaltar ainda que não precisa jogar fora o restinho das sementes que sobraram do leite. Deixe-as secar no sol e use como farinha. É ótima para comer com iogurtes e frutas.

Receita caseira de farinha

Para terminar, vamos te ensinar a fazer a farinha com esses grãos. Também é uma receita simples e sustentável, que vai muito bem com frutas, saladas e receitas doces. Aprenda com as instruções abaixo:

  1. Lave e seque as sementes
  2. Em seguida, espalhe-as em uma assadeira e leve ao forno com temperatura baixa, por aproximadamente 40 minutos.
  3. Depois disso, coloque-as em uma frigideira e fique mexendo até torrar
  4. Deixe esfriar
  5. Leve ao liquidificador ou processador para triturar
  6. Por fim, passe as sementes trituradas em uma peneira até resultar no pó da farinha. Você deve voltar os pedaços grandes para o liquidificador ou processador, e peneirar de novo, a fim de usar todas as sementes.

Essa farinha deve ser armazenada em um pote fechado e consumida em até uma semana. Depois desse tempo, ela começa a oxidar e absorver umidade.

Referências

(1) ROLIM PM, et al. “Phenolic profile and antioxidant activity from peels and seeds of melon (Cucumis melo L. var. reticulatus) and their antiproliferative effect in cancer cells”. 2018. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/29513789. Acesso em 8 de jul. de 2019.

(2) MULLER, Juceli. “Tratamentos de sementes de melão e os efeitos sobre a qualidade sanitária e fisiológica”. Universidade Federal de Santa Maria (UFSM, RS), 2013. Disponível em: http://biblioteca.emater.tche.br:8080/pergamumweb/vinculos/000006/0000060d.pdf. Acesso em 25 de jul. de 2019.

(3) SANTIAGO, Mahyara de Mélo. “Características físicas e químicas da farinha da casca, polpa e semente do melão Cantaloupe”. Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), 2016. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/320175569_Caracteristicas_fisicas_e_quimicas_da_farinha_da_casca_polpa_e_semente_do_melao_Cantaloupe. Acesso em 25 de jul. de 2019.

(4) MALLEK-AYADI S, BAHLOUL N, KECHAOU N. “Phytochemical profile, nutraceutical potential and functional properties of Cucumis melo L. seeds”. 2019. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/30094840. Acesso em 8 de jul. de 2019.

(5) IBRAHIM, SR. “New chromone and triglyceride from Cucumis melo seeds”. 2014. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24689290?report=abstract. Acesso em 8 de jul. de 2019.

(6) RASOULI  H, et al. “Anti-angiogenic potential of trypsin inhibitor purified from Cucumis melo seeds: Homology modeling and molecular docking perspective”. 2017. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/27965128. Acesso em 8 de jul. de 2019.

(7) MALACRIDA CR, ÂNGELO PM, ANDREO D, JORGE N. “Composição química e potencial antioxidante de extratos de sementes de melão amarelo em óleo de soja”. 2007. Disponível em: http://www.ccarevista.ufc.br/seer/index.php/ccarevista/article/view/96. Acesso em 8 de jul. de 2019.

(8) BERNAUD, Fernanda Sarmento Rolla; RODRIGUES, Ticiana C. “Fibra alimentar – Ingestão adequada e efeitos sobre a saúde do metabolismo”. Arq Bras Endocrinol Metab. 2013. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/abem/v57n6/01.pdf. Acesso em 25 de jul. de 2019.9

(9) BOARIM, Daniel S. F.; BALCACH, Alfons. “As frutas na  medicina natural”. 1ª edição, Itaquaquecetuba, São Paulo: Editora Missionária.

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.

Sobre o autor

Avatar
24 anos, é jornalista e produtor de conteúdo especializado. Atua com produção jornalística há 4 anos. Vencedor do prêmio de empreendedorismo digital “Academic Winner 2017”, promovido pela DeVry University na Califórnia, Estados Unidos. Tem no currículo trabalhos em emissoras de televisão, jornal impresso, revistas e internet. É pernambucano e tem como hobbies escrever, jogar videogames, cinema e estudos sociais.