Chás que são amigos do estômago

Com a ajuda da nutricionista esportiva, Bruna Morais, listamos os melhores chás para gastrite, refluxo e azia

Você já ouviu falar sobre chás para estômago? Essas bebidas podem ajudar no tratamento dos inúmeros males que podem aparecer em nosso corpo.

As doenças de estômago são umas das mais comuns e incômodas. A gastrite, o refluxo e a azia são alguns problemas que podem surgir e prejudicar esse órgão. Mas o que poucos sabem é que algumas ervas medicinais podem ajudar no tratamento contra esses tais problemas.

Atualmente, a fitoterapia vem ganhando cada vez mais adeptos que buscam maior eficiência ao tomar um remédio para os problemas no estômago. Uma boa alternativa são os chás, velhos conhecidos de nossos avós e às vezes subestimados.

Então, fizemos uma lista com os melhores chás para gastrite, refluxo e azia. Com o auxílio da nutricionista esportiva, Bruna Morais, você conhece mais sobre essas bebidas que podem ajudar no tratamento de dores no estômago.

Chás para gastrite

Chá de espinheira-santa

Folha de espinheira santa

Esse chá reduz a reduz a produção de ácidos no estômago (Foto: Reprodução | Wikimedia Commons)

O chá de espinheira santa é um dos recomendados para a gastrite, uma vez que reduz a produção de ácidos e óxido nítrico no estômago, previne a formação de úlceras e incrementa a barreira de mucosa do estômago.

Este chá deve ser preparado apenas com as folhas, com ½ colher (de chá) da espinheira santa pra cada xícara com água fervente, e deve ser tomado três vezes ao dia. Mas atenção: crianças menores de 10 anos, gestantes e lactantes não podem tomar o chá!

Chá de aroeira

Galhos de aroeira

Esse chá ajuda na diminuição da acidez estomacal (Foto: Reprodução | Wikimedia Commons)

De acordo com Bruna Morais, o chá de aroeira é indicado para pacientes com gastrite pois ele pode auxiliar na diminuição da acidez estomacal. Além disso, a bebida possui propriedades anti-inflamatórias, analgésicas e antiácidas.

Para preparar essa bebida basta ferver um litro de água e depois acrescentar 100 gramas das folhas dessa planta. Depois abafe o recipiente e aguarde 10 minutos. Após o tempo determinado, pode ingerir o chá. No entanto, nem todo mundo pode consumir essa bebida. Por exemplo, grávidas, lactantes e crianças não devem fazer uso da aroeira.

Veja também: Chá de aroeira para corrimento vaginal

Chá de manjericão santo

Ramos de manjericão santo

Esse chá tem ação anti-inflamatória, sendo ideal para o problema (Foto: depositphotos)

“Devido as propriedades anti-inflamatórias e antibacterianas, o manjericão pode auxiliar o tratamento de gastrite, principalmente a aguda“, explica Bruna.

Mas para conseguir esse benefício, você deve preparar um chá com uma xícara de água fervente e 10 folhas de manjericão santo lavadas. Após misturar os dois ingredientes, tampe o recipiente e deixe em infusão por aproximadamente 5 minutos.

Chá de camomila

Camomila seca

O chá de camomila é excelente na luta contra a gastrite (Foto: depositphotos)

Também com propriedades anti-inflamatórias, analgésicas e antibacterianas, o chá de camomila é excelente na luta contra a gastrite. Além de que, é uma planta conhecida por seus efeitos positivos contra outros problemas gastrointestinais.

Já a forma de preparar esse chá é simples, basta ferver 200 ml de água filtrada. Em seguida, acrescentar uma colher (de sopa) de flores de camomila. Tampe o recipiente e depois de 10 minutos o chá vai estar pronto para o consumo.

Chá de hortelã

Folhas de hortelã

As folhas dessa planta contêm substâncias anti-inflamatórias (Foto: depositphotos)

Por fim, a nutricionista recomenda o chá de hortelã para quem está enfrentando a gastrite. Isso porque, as folhas dessa planta contêm substâncias anti-inflamatórias. Com essa propriedade, hortelã consegue conter as inflamações formadas no estômago.

E o processo de preparo do chá é fácil. Para isso, ferva 200 ml de água e em seguida adicione uma colher (de sopa) das folhas de hortelã. Tampe o recipiente e espere 10 minutos até que a infusão esteja pronta para o consumo.

Veja tambémPara que serve o chá de hortelã?

Chás caseiros para refluxo

Chá de gengibre

Pedaços de gengibre

O gengibre tem a capacidade de controlar náuseas (Foto: depositphotos)

O conhecido gengibre tem propriedades que podem tratar gripes, resfriados e tosses. Mas esses não são os únicos benefícios dessa raiz poderosa. Isso porque o gengibre também pode controla as náuseas, sintomas comuns no refluxo.

Faça o chá dessa raiz com 1 colher (de sopa) de gengibre picado e 200 ml de água fervente. Misture os dois ingredientes, tampe e espere por 10 minutos. Depois é só coar e beber.

Chá de alcaçuz

Galhos de alcacuz

O refluxo pode ser controlado com o chá de alcaçuz (Foto: depositphotos)

De acordo com a nutricionista Bruna, os efeitos provocados pelo ácido estomacal podem ser contornados pelo chá de alcaçuz.

Para aproveitar os benefícios desse chá, coloque 30 gramas de alcaçuz em um litro de água filtrada. Leve tudo ao fogo e deixe ferver por 10 minutos. Em seguida, desligue o fogo e tampe o recipiente. Após alguns minutos, coa e beba.

Chá de camomila

Xícara com chá de camomila

O chá de camomila também é indicado para diminuir os sintomas do refluxo (Foto: depositphotos)

Além de ajudar no tratamento de gastrite, o chá de camomila também é indicado para diminuir os sintomas do refluxo. Isso porque, a planta tem ação calmante e ameniza os sinais provocados por essa condição.

Chá de erva doce

Xícara com chá de erva doce

O chá de erva doce é um dos indicados para combate o refluxo (Foto: depositphotos)

Ainda segundo Bruna Morais, esse chá consegue diminuir os níveis de acidez do estômago de pessoas que enfrentam o refluxo.

Nesse sentido, basta preparar a bebida com 1 litro de água e 3 colheres (de sopa) de sementes de erva doce secas. Primeiramente, ferva a água e só depois da ebulição acrescente a planta. Com o fogo desligado, deixe em infusão por cinco minutos.

Veja também: Benefícios da erva doce para a saúde

Chá bom para azia

Chá de gengibre

Um excelente chá para azia, recomendado pela nutricionista, é o de gengibre. Além de auxiliar no tratamento de refluxo, essa raiz também atua contra os sintomas da azia.

Gastrite, refluxo e azia

Dores no estômago podem ser provocadas por diversos problemas de saúde. Por exemplo, gastrite, refluxo ou azia. Portanto, é preciso estar atento aos sintomas de cada um desses problemas para tratá-los de forma apropriada.

No caso da gastrite, uma das suas principais causas é a má alimentação, muito comum na população. Mas também pode ser causada pelo alto consumo de álcool, por exemplo. É descrita como se fosse uma azia prolongada e pior. Além disso, existem dois tipos de gastrite, a crônica e a aguda.

Segundo a nutricionista Bruna, entre os sinais e sintomas da gastrite estão: sensação de queimação no estômago, enjoo, dor de barriga, perda de peso e falta de apetite.

Um pouco mais leve que a gastrite, mas igualmente incômoda, a azia começa com um refluxo de ácido gástrico. Atinge muita gente e tem como principal causa uma alimentação ruim. Por isso, pode ser amenizada, muitas vezes, apenas com uma mudança de hábitos alimentares.

Já o refluxo, além de incomodar bastante, acaba causando outros problemas, como a azia. Sua queimação costuma “atacar” no esôfago e não há um momento específico para aparecer.

Como acabar com a dor no estômago?

Apesar de todos os benefícios já citados, a nutricionista Bruna Morais alerta para o fato de que os chás para estômago não são milagrosos. Eles podem auxiliar nos tratamentos recomendados pelos médicos, mas não devem substituírem remédios receitados.

Além disso, outras práticas e hábitos podem contribuir para a eliminação da dor no estômago. Veja algumas dicas a seguir:

  • Não pratique exercícios físicos logo após as refeições e não tome café depois ou antes delas
  • Evite o chá preto, ele aumenta as chances de refluxo e azia
  • Não tome bebida alcoólica durante as refeições e não beba de “barriga vazia”
  • Se fumar, largue o cigarro. Ele aumenta até as chances de úlcera no estômago
  • Evite passar longos períodos de jejum.

*Artigo feito com a colaboração da nutricionista esportiva Bruna Morais (CRN6- 19147/PE).

Sobre o autor

Avatar
Jornalista (MTB-PE: 6750), formada em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, pela UniFavip-DeVry, escreve artigos para os mais diversos veículos. Produz um conteúdo original, é atualizada com as noções de SEO e tem versatilidade na produção dos textos.