Os benefícios do amaranto para o colesterol

Originário dos Andes, o amaranto já é utilizado há muito tempo ao redor do mundo…


Originário dos Andes, o amaranto já é utilizado há muito tempo ao redor do mundo devido ao seu grande valor nutricional. Recentemente, no entanto, seus benefícios começaram a ser estudados e aplicados no Brasil, e desta forma o amaranto começou a ser cultivado no país. Facilmente encontrado para comprar em mercados e feiras de produtos naturais, o amaranto contém grandes quantidades de pura proteína, cerca de 15% de sua composição.

Os benefícios do amaranto para o colesterol

Foto: Reprodução

Rico em zinco, fósforo, fibras e cálcio biodisponível – facilmente absorvido pelo organismo, o amaranto pode ser usado misturado ao arroz, cereais, molhos, saladas, sopas, sucos e vitaminas, e seu sabor não irá afetar o sabor final do alimento preparado. O amaranto pode ser consumido ainda na forma de chá, e é encontrado para venda na forma de grão, flocos ou farinha.

Benefícios e propriedades

O amaranto pode ser usado, devido à ausência de glúten, para complementar a alimentação de pessoas alérgicas ao glúten. É importante na alimentação de crianças, pois estimula o sistema imunológico, ainda em desenvolvimento nesta fase. Além disso, é indicada para atletas, uma vez que proporciona o ganho de massa magra. O grão apresenta ainda, em sua composição, 15% dó de proteínas. Entre elas, estão todos os aminoácidos que não são produzidos em nosso corpo, mas que são importantes para seu funcionamento.


O grão, ao ser inserido na dieta alimentar, auxilia ainda no processo de diminuição da pressão arterial em hipertensos, e ajuda àqueles que tem resistência à insulina.

O amaranto e o colesterol ruim

É importante manter uma alimentação e taxas de colesterol equilibradas, uma vez que o excesso do colesterol ruim pode levar até ao infarto. Segundo estudos, o amaranto possui proteínas, fibras e óleos que tem como função auxiliar no controle do colesterol LDL (ruim), de forma que é eficaz na prevenção de aterosclerose e outros problemas cardíacos. Possui ainda um antioxidante chamado esqualeno, responsável pela inibição da produção da enzima que é responsável pela síntese do colesterol ruim, e isso sem prejudicar a produção do colesterol HDL (bom).

Como consumir o amaranto?

O amaranto pode ser consumido na forma de grãos, farinha ou flocos. Os grãos podem ser cozinhados e consumidos junto à saladas, sopas, molhos e outros alimentos. Também a partir dele é possível fazer um chá. Os flocos são comumente misturados à frutas e iogurtes, e a farinha pode ser usada no preparo de bolos e pães. Além destas formas de consumo, o amaranto pode ser encontrado também na forma de óleo, cujo uso é mais indicado para quem busca controlar as taxas de colesterol.


Reportar erro