Óleo de alecrim – Benefícios e propriedades

Planta arbustiva comum nas regiões do Mediterrâneo, o alecrim possui ramos com pequenas folhas e…


Planta arbustiva comum nas regiões do Mediterrâneo, o alecrim possui ramos com pequenas folhas e suas flores são levemente azuladas. A erva, que pode chegar a alcançar 1,8 metros de altura, já era aplicada tanto na culinária quanto medicinalmente desde os tempos antigos por reis, rainhas e populares, além de ser muito valorizada pelo seu aroma. Das flores dessa planta, é extraído um óleo essencial que também reúne suas propriedades – assim como o chá –, mas concentradas, ajudando em tratamentos de saúde.

Óleo de alecrim - Benefícios e propriedades

Foto: Reprodução

Benefícios e propriedades do óleo de alecrim

Com ação estimulante, o óleo ajuda a melhorar a memória e a concentração, ajudando também no alívio de dores de cabeça. Quando aplicado no couro cabeludo, o óleo serve para combater a caspa e promover o crescimento dos fios, e na pele, ajuda a aliviar sinais de acne e celulites.


O óleo é eficaz ainda no tratamento de enxaquecas, pressão baixa, retenção de líquidos e problemas no aparelho respiratório. Quando usado para massagem, o óleo de alecrim auxilia na melhora da circulação, além de agir como calmante e diurético, agindo ainda no combate às dores musculares e dores causadas por reumatismo. Seu cheiro, quando inalado, ajuda a melhorar a energia mental e limpar as vias respiratórias, aliviando dores de garganta, resfriados, garganta inflamada e infecções respiratórias. Pode ser usado também para combater problemas de má digestão, cólicas estomacais, tratamentos do intestino e flatulência. É auxiliar ainda no alívio dos distúrbios do período menstrual, no tratamento de úlcera, pedras nos rins e vesícula, além de ajudar na concentração de esperma.

O óleo de alecrim possui ação depurativa, e por isso promove a limpeza do organismo eliminando toxinas que se acumulam no corpo devido ao consumo de medicamentos ou álcool, por exemplo. O consumo ajuda ainda a aliviar dores estomacais devido ao relaxamento que promove nos tecidos lisos – mesma razão pela qual ajuda a aliviar cólicas menstruais.

Como usar?

No caso de aplicação no couro cabeludo, o óleo deve ser misturado à cremes e shampoos, prevenindo também a queda capilar. Você pode ainda ingerir o óleo in natura, temperando saladas ou em preparos culinários. Quando sentir que a mente está cansada, inale o óleo para melhorar as energias mentais e, em caso de dores musculares, massageie com o óleo até total absorção. Entre todas as formas de uso estão a massagem que deve ser feita com o óleo de alecrim diluído em outros óleos vegetais, o escalda pés, banhos, calor aromático, difusores, compressas, loções e aromatizantes de ambiente.


Reportar erro