Detone o inchaço da retenção de líquidos com remédios caseiros

Uma das maiores causas de retenção de líquido é a ingestão abusiva do sal na alimentação

Sabia que é possível detonar o inchaço da retenção de líquidos com remédios caseiros? A retenção de líquido é um problema muito comum. Causa inchaço e geralmente é tratada com remédios caseiros, como bebidas diuréticas.

É importante deixar claro que quase todo mundo possui líquido retidos no corpo. Para não ter líquidos retidos, é preciso se exercitar regularmente e ter uma alimentação e organismo super saudável, o que sabemos que é incomum para a população em geral.

5 remédios caseiros para eliminar a retenção de líquidos

1- Diuréticos

O chá de hibisco é um remédio caseiro capaz de detonar o inchaço da retenção de líquidos

Os diuréticos aumentam a liberação do líquido retido através da urina (Foto: depositphotos)

Eles são a primeira arma pensada no combate a retenção de líquidos, e estão nesse posto muito merecidamente. A maioria deles são os chás de algumas plantas e raízes específicas. Eles ajudam a transferir os fluidos retidos para o processo de eliminação, através da urina.

O seu uso provoca mais eliminação de urina, o que também aumenta o número de vezes em que você precisa ir ao banheiro. Eles possuem um efeito muito positivo quando usados singularmente, mas são potencializados com a ajuda de exercícios físicos.

Entre os mais potentes chás diuréticos estão o chá da folha do dente-de-leão e o chá de alteia. Apesar da eficiência, esses chás não são fáceis de encontrar em qualquer mercado. Dentre os chás diuréticos menos eficientes, mas bem conhecidos, estão o chá de hibisco e o de carqueja.

O uso regular desses chás é muito eficaz para controlar o fluxo de líquidos no corpo, diminuindo a incidência de retenção. Se você está tendo esse problema, comece pelos diuréticos para tentar melhorar.

Veja também: Benefícios, propriedades e receitas do suco de hibisco

2- Beba muita água

Beber água é um remédio caseiro capaz de detonar o inchaço da retenção de líquidos

Bebendo água, além de hidratar o corpo, você vai estimular a atividade da bexiga (Foto: depositphotos)

Muita gente fica confusa com essa questão. “Mas eu quero eliminar líquido, então para quê ingerir mais líquido ainda?”. Bom, sobre isso devemos usar a mesma lógica usada para a alimentação. Quando mais tempo você fica sem comer, mais o seu corpo armazena gordura para ser fonte de energia.

Do mesmo jeito vale para os líquidos. Quanto menos líquido você ingere, mais o seu corpo armazena. O organismo já faz isso porque acha que vai precisar desse líquido mais tarde. Se você não ingerir água, só vai estar provando que ele está certo, pois você vai precisar mesmo.

Mas não ingira qualquer líquido, e sim água. Além de hidratar o corpo, você vai estimular a atividade da bexiga. Quanto mais a bexiga trabalha, mais elimina líquidos que podem estar retidos. Com o uso de diuréticos e uma boa ingestão de água, os líquidos retidos somem facilmente.

É através da urina também que muito do sal que ingerimos é eliminado. O que é ótimo, uma vez que o sal é um grande causador desse mal.

Uma dica para sempre lembrar de beber água durante o dia é usar o despertador do celular ou mesmo aplicativos específicos para isso. O indicado é que pelo menos dois litros de água pura sejam ingeridos por dia.

3- Pratique exercícios

O exercício físico é um remédio caseiro capaz de detonar o inchaço da retenção de líquidos

Os exercícios físicos conseguem eliminar a maioria do líquido armazenado (Foto: depositphotos)

A atividade física também é essencial para o controle dos líquidos do corpo. Os exercícios aceleram o metabolismo e melhoram o fluxo sanguíneo, ao aumentar a circulação de sangue nos músculos e órgãos. Além disso, são a melhor maneira de causar o suor, que também é uma maneira de eliminar líquido.

Muitos são os relatos de pessoas que perdem muitas medidas nas primeiras semanas de academia e acreditam que perderam peso. Na verdade, elas perderam líquido acumulado. Os exercícios físicos conseguem eliminar a maioria do líquido armazenado.

Veja também: Viva bem e melhor fazendo 6 exercícios de pilates na bola

Mas não é só academia que faz o líquido retido sair. Os exercícios cardiovasculares são os favoritos para esse serviço. Caminhada, corrida, natação, dança e bicicleta são muito eficientes na eliminação de líquidos.

4- Alteia

A alteia é um remédio caseiro capaz de detonar o inchaço da retenção de líquidos

Para diminuir a retenção de líquido, o uso da alteia é bastante recomendado (Foto: depositphotos)

Em alguns casos, a retenção de líquido pode causar dores na hora de eliminar urina. Uma dor e queimação forte, que são características da cistite. A cistite é uma infecção ocasionada pela retenção de líquido no organismo e no sistema urinário.

Para quem sofre ou está passando por um período de retenção de líquido, o uso da alteia (Althaea officinalis) é bastante recomendado. A alteia é uma planta muito recomendada para higienizar as mucosas e aliviar possíveis dores no trato urinário.

Para isso, utilize o chá de alteia. Para preparar a bebida, use a raiz da erva. Adicione de 3g a 5g da raiz desidratada em água fria por, pelo menos, 8 horas. Sim, esse chá é um chá frio. Durante o tempo na água, a raiz vai liberar mucilagem, que é o que ajuda o sistema urinário. Beba três xícaras da bebida durante o dia.

5- Semente de uva

A semente de uva é um remédio caseiro capaz de detonar o inchaço da retenção de líquidos

As sementes de uva são indicadas para diminuir a retenção de líquido durante a TPM (Foto: depositphotos)

As propriedades contidas nas sementes de uva são indicadas para a retenção de líquido causada por alterações hormonais em mulheres no período pré-menstrual. O extrato destas sementes é um ótimo remédio natural para tratamentos relacionados a vasos sanguíneos.

Além dos benefícios para o sangue, a composição do extrato de semente de uva é comprovadamente eficaz para tratar problemas relacionados à menstruação. Por exemplo, ajuda a combater as dores abdominais, aumento de peso e inchaço.

Veja também: Você sabia? Sementes de uva possuem benefícios tanto quanto a fruta

O que é esse líquido que fica retido?

Essa pergunta raramente é feita, pois a maioria das pessoas acredita que trata-se da água e dos líquidos que bebemos e acabam não saindo na urina. Isso não é bem assim.

Na verdade o motivo é outro. De acordo com o livro “1.001 Remédios Caseiros” da Seleções Reader’s Digest a explicação é a seguinte: “Algumas vezes os fluidos que deveriam transitar pelos vasos sanguíneos e capilares se armazenam nas células e nos interstícios entre elas”.

Contudo, não está errado pensar que o líquido retido é o que bebemos e não eliminamos. Isso porque quando estamos com o problema, isso realmente acontece. Nosso corpo acredita que precisaremos desse líquido, por isso, mantém o mesmo no organismo ao invés de distribuí-lo para as suas funções.

Em alguns casos, a retenção de líquidos pode ser tão séria e acentuada que pode causar doenças sérias. A cistite é uma delas. Trata-se de uma inflamação da bexiga que causa queimação ao urinar.

O que causa a retenção de líquido?

A retenção de líquido tem relação com o excesso do consumo de sal na alimentação

A retenção de líquidos pode ser tão séria e acentuada que pode causar doenças graves (Foto: depositphotos)

Em primeiro lugar das causas de retenção de líquido está a ingestão abusiva do sal na alimentação. Você já deve ter ouvido a expressão “o sal faz inchar”. Esse inchaço acontece de fato, isso devido a retenção de líquido que o sal provoca.

As substâncias contidas no sal são conhecidas por fazer com que os fluidos do nosso corpo migrem do fluxo sanguíneo até os espaço intercelulares do organismo, armazenado-os nesses locais. Além disso, o uso abusivo do sal pode causar pressão alta, que é um fator que provoca a retenção também.

Veja também: Aprenda o ‘milagroso’ chá diurético para acabar com a retenção de líquido

É um problema que atinge as mulheres em período pré-menstrual. Isso porque esse episódio causa variação hormonal que acaba modificam as atividades dos vasos sanguíneos e das glândulas linfáticas.

Sobre o autor

24 anos, é jornalista e produtor de conteúdo especializado. Atua com produção jornalística há 4 anos. Vencedor do prêmio de empreendedorismo digital “Academic Winner 2017”, promovido pela DeVry University na Califórnia, Estados Unidos. Tem no currículo trabalhos em emissoras de televisão, jornal impresso, revistas e internet. É pernambucano e tem como hobbies escrever, jogar videogames, cinema e estudos sociais.