Dieta de baixo carboidrato é eficaz, mas requer cuidado!

Você já deve ter ouvido falar em dieta de baixo carboidrato, ou como também é…


Você já deve ter ouvido falar em dieta de baixo carboidrato, ou como também é chamada, Low Carb High Fat. Essa dieta vem sendo usada para diminuir o peso, mas apesar de não fazer milagre, ela realmente funciona. É importante, no entanto, estar atento aos benefícios e malefícios da dieta, certo?

Como funciona a dieta?

Basicamente a dieta consiste em diminuir os carboidratos, aumentar a gordura e as proteínas saudáveis. O corpo transforma as calorias em energia por meio de dois caminhos metabólicos: a gordura e o carboidrato. Quando os dois caminhos estão bons, o corpo usa os dois e, consequentemente, gasta menos gordura. Ao diminuir a ingestão de carboidratos, o corpo encontra somente um caminho para obter energia: a gordura. Com isso, passa a utilizar mais dela e auxilia no emagrecimento.

A gordura que deve ser ingerida é a que for menos processada possível. As carnes brancas têm pouca gordura, sendo uma excelente opção.

Dieta de baixo carboidrato é eficaz, mas requer cuidado!

Foto: Reprodução

Prós e contras

Não existem, no entanto, estudos que comprovam que o aumento do consumo de gordura traz benefícios à saúde, muito pelo contrário: essa mudança pode causar doenças cardíacas, diabetes e muito mais. A gordura boa, no entanto, ingerida por meio dos ácidos graxos faz bem ao corpo sim.


Cortar os carboidratos, no entanto, pode provocar coisas ruins: a restrição de carboidratos por muito tempo acaba causando um estresse no organismo, podendo causar perda de massa óssea e muscular, causando também fadiga, dores de cabeça, tontura, irritação e indisposição.

Quem treina mais pesado, principalmente os atletas, precisam tomar muito cuidado, pois essa dieta pode causar prejuízos no rendimento esportivo, contribuindo ainda para o desenvolvimento de problemas de saúde como a hipoglicemia, por exemplo.

Essa dieta somente é boa para quem quer perder peso corrigindo distúrbios metabólicos, como a resistência à insulina, por exemplo. Os carboidratos de rápida absorção, quando consumidos, fazem com que o corpo libere mais insulina. O hormônio pode acabar tendo dificuldade para realizar seu trabalho quando há o comportamento constante e, posteriormente, pode causar um aumento do peso. As dietas Low Carb ajudam a aumentar a resistência à insulina.

Alimentos amigos e inimigos da dieta low carb

  • Carnes, peixe, frutos do mar, frangos e ovos;
  • Legumes e verduras como abobrinha, berinjela, cebola, tomate, vagem, alface, rúcula, acelga, pepino, entre outras;
  • Diminua os tubérculos como batata, batata doce, mandioca, tapioca, entre outros;
  • Coma gordura – saudável – como azeite de oliva, manteiga, abacate, coco, creme de leite e outros;
  • Prefira consumir frutas vermelhas;
  • Elimine de sua vida o açúcar e glúten, e evite os grãos;
  • Cuidado com o consumo de oleaginosas e derivados gordos do leite que são liberados, mas facilmente exagerados por nós.

Reportar erro