Afinal, comer camarão pode fazer mal à saúde?

Será que comer camarão pode fazer mal à saúde? Descubra os benefícios e malefícios desse alimento


O camarão é um alimento delicioso, sendo, inclusive, nos Estados Unidos, o marisco mais popular, com um consumo médio de 4,1 kg por pessoa ao ano. Apesar de ser realmente muito saboroso, na verdade, não se trata de um alimento saudável. Isso porque os camarões são oferecidos em sacos congelados em supermercados e oferecem consequências ecológicas devastadoras.

Como são criados

Os camarões são criados em tanques, ou livremente, mas as duas formas são prejudiciais ao meio ambiente. Nas piscinas no litoral, a maré pode renovar a água e levar o lixo para o mar, assim como há lagoas que são preparadas com doses de produtos químicos, como a ureia, superfosfato e até mesmo óleo diesel.

Os mariscos recebem em seguida pesticidas, antibióticos e piscicidas, o que causou uma destruição de 38% dos manguezais do mundo, se tratando de um dano permanente. Segundo uma pesquisa realizada pela Universidade de Yale, esse tipo de cultura tornou algumas áreas de Bangladesh inabitáveis para as pessoas. “A introdução da carcinicultura de água salobra…, por sua vez, causou ‘depeasantization’ (uma forma de destruição dos camponeses) maciça e crise ecológica em toda a região.

O que o camarão pode causar à saúde?

Prato de camarão

Foto: Pixabay


Assim como a pesca prejudica o meio ambiente, o consumo do camarão pode trazer malefícios para a saúde, segundo o artigo informativo de Jill Richardson “Segredos sujos do camarão: porque o fruto do mar favorito da América é um pesadelo ecológico e para a saúde”. Segundo ele, a maior parte do camarão não é inspecionado, e quando pesquisadores testaram o camarão importado, já “pronto para comer”, encontraram em torno de 162 variações de bactérias que são resistentes a 10 diferentes tipos de antibióticos. Isso, inclusive, pode ser percebido também nos camarões que cresceram e viveram naturalmente e foram caçados de seu ambiente natural para servir de alimento. A melhor opção é, sem dúvidas, simplesmente parar de comer camarão até que, pelo menos, os padrões de produção sejam alterados de forma dramática.

Trata-se, também, de um alergênico muito comum, assim como o leite, ovos, peixe, frutos secos, amendoins, trigo e soja, de forma que a exposição ao alimento pode causar reações bastante severas, que podem incluir a morte por choque anafilático. Outros efeitos bastante comuns são o comichão, congestionamento nasal, náuseas e dores abdominais.

E os benefícios?

Apesar de tudo isso, os camarões contêm poucas calorias, em torno de 7 por unidade. O marisco é rico em água e proteína, além de nutrientes essenciais para a saúde. 113 gramas de camarão cozido têm mais de 100% do valor diário de selênio, mais de 75% de vitamina B12, mais de 50% de fósforo e mais de 30% de colina.


Reportar erro