Pedra hume: o que é e para que serve?

Você sabe o que é pedra hume? Essa substância de consistência sólida é um segredo natural para várias questões do dia a dia, principalmente quando o assunto é saúde e beleza.

Nesse artigo, vamos te mostrar todas as informações importantes sobre a pedra hume, e te contar que ela pode ser muito mais útil do que você pensa!

Muitas pessoas têm pedra hume em casa, mas não sabem qual é a sua origem. Algumas pessoas dizem que são pedras tiradas de um vulcão, outras dizem que são encontradas no fundo do mar.

Bom, chega de especulações. Vamos começar a resposta para essa principal questão…

O que é pedra hume?

A pedra hume (ou pedra ume) é uma pedra de coloração branca-transparente feita do alúmen de potássio, um mineral muito usado na indústria de cosméticos e da saúde. Sendo assim, não é uma pedra tirada de um vulcão ou do fundo do mar, como muitos afirmam erroneamente.

Punhado de pedra hume

Pedra hume possui diversos benefícios para a saúde e estética (Foto: depositphotos)

Popularmente, a pedra hume é usada por muitos homens e mulheres na hora de fazer a barba ou se depilar. É só abrir um cortinho, que elas vão logo colocando a pedra hume em cima para estancar o sangramento e cicatrizar mais rápido. Mas será que serve mesmo?

E, por outro lado, na indústria cosmética, a pedra hume se destaca como antitranspirante natural. Mas será que isso é verdade? Será mesmo que uma pedrinha feita com um mineral pode ser a solução para evitar, por exemplo, o suor e odor debaixo do braço?

Pensando nessas dúvidas, fomos procurar na ciência se realmente existem comprovações de que a pedra hume tem esses benefícios. Na realidade, o que encontramos foram estudos e materiais que provam que esses e outros benefícios são verdadeiros! Confira abaixo!

Para quê serve?

A maior e principal dúvida sobre a pedra hume são os seus benefícios. Muita gente nem se importa com a origem ou história dessa substância, mas respeita bastante os seus poderes curativos, estéticos e os modos de usar.

Sendo assim, confira para quê serve a pedra hume:

É cicatrizante

Em primeiro lugar, a pedra hume é cicatrizante quando o assunto são pequenas feridas e cortes. Por isso ela é tão utilizada na hora de se barbear ou depilar (raspar) as pernas, por exemplo. Mas lembre-se, a pedra tem que estar limpa para só então ser posta sobre o machucado.

Em sua composição existem substâncias ativas que estimulam a contração e recuperação dos tecidos, o que ajuda a estancar pequenos sangramentos e acelera o fechamento e a cicatrização de pequenas feridas.

Colocar a pedra hume suja sobre um ferimento pode acabar levando bactérias e outros micróbios para dentro do nosso corpo. Por isso, certifique-se de guardar sempre em um potinho limpo e seco, para estar sempre higienizada quando você for usar.

Antitranspirante natural

Sim, o que dizem é verdade: a pedra hume tem ação antitranspirante. Inclusive, o alúmen de potássio é muito usado na indústria de desodorantes, justamente por causa desse efeito.

O que acontece é que há substâncias na pedra hume que modificam o pH da pele e “retardam” as glândulas sudoríparas. Com isso, a quantidade de suor diminui, assim como o odor produzido nas axilas.

Reduz estrias

Os cristais de pedra hume nada mais são do que a versão “quebradinha” do mineral, por isso fica parecendo sal-grosso. Quando está nesse estado, a pedra hume pode ser usada para esfoliar a pele e reduzir as estrias.

Deve ser usado durante o banho. Após usar sabonete, esfolie a região das estrias com os cristais e, sem seguida, enxágue. Quando estiver com o corpo seco, aplique um pouco de creme hidratante da sua preferência. Repita o processo duas ou três vezes na semana.

Ajuda no tratamento contra espinhas e acne

Outro super benefício da pedra hume é que ela combate espinhas e acne. Seu efeito antisséptico ajuda a limpar os poros e diminuí-los, o que evita o acúmulo de sebo e sujeira (principais causas das inflamações).

Você pode usar de duas formas: na primeira, você deve usar os cristais de pedra hume como esfoliante após lavar o rosto com água morna; na segunda forma de usar, você deve lavar o rosto com água morna e pressionar a pedra levemente sobre a(s) espinha(s) por cerca de 5 minutos.

Diminui o chulé

A ação antitranspirante da pedra hume também pode ser usada para acabar com o conhecido chulé. Para isso, a versão mais indicada não é a pedra hume, mas sim o alúmen de potássio em spray.

Borrife um pouco nos pés e espalhe bem com as mãos. Espere secar e, então, calce o sapato. O alúmen vai diminuir ou até mesmo evitar que os seus pés produzam sudorese e, consequentemente, o odor conhecido como chulé.

Combate aftas

Por fim, mas não menos importante, a pedra hume é super indicada para quem está com problemas de aftas na boca. Isso acontece graças a sua ação antibactericida e cicatrizante.

Dilua duas colheres de cristais ou grãos de pedra hume em uma xícara de água. Em seguida, faça gargarejos. Repita o processo 1 vez por dia até resolver o problema.

Pedra hume é a mesma coisa que pedra-pomes?

Não. Ambas são usadas nos cuidados com a higiene e com a beleza, mas elas são elementos diferentes. Do mesmo modo, possuem benefícios diferentes.

O melhor jeito de diferenciar as duas é que a pedra-pomes é porosa e tem a superfície áspera. Por outro lado, a pedra hume geralmente é comercializada após ser polido, o que a deixa com a superfície lisa.

Pedra hume: inseticida natural contra baratas

Um estudo realizado no Egito comprovou para o mundo que a pedra hume (alúmen de potássio) é um inseticida natural contra Periplaneta americana, a barata-americana ou barata-comum. É uma alternativa não poluente para o meio-ambiente e bastante eficaz.

A análise observou que a pedra hume é mortal quando consumida pelas baratas e, portanto, pode ser usada para matá-las e até mesmo acabar com infestações.

Mas, é importante deixar claro que a substância precisa ser consumida para que as baratas sejam eliminadas. Não vai adiantar colocar um pedacinho de pedra hume no cantinho da parede, pois não vai resolver o problema.

Nossa dica então é triturar um pouco da pedra usando uma colher ou faca (tirar pequenas lasquinhas e amassar) e misturar a pedra hume triturada com açúcar. Faça montinhos com essa mistura em lugares estratégicos onde as baratas são comuns e, rapidamente, as baratas vão sumir.

Onde comprar?

A pedra hume pode ser encontrada geralmente em quatro versões: pedra (em si), cristais, pó ou spray. É possível encontrar esse produto em loja de produtos naturais, farmácias naturais, feiras livres e até mesmo em alguns mercados, por exemplo.

Contraindicações e cuidados

Para terminarmos, temos que te falar sobre alguns cuidados na hora de usar a pedra hume.

Em primeiro lugar, existe uma lenda que passar essa substância na vagina faz o canal vaginal se estreitar, o que dá mais prazer para a mulher durante a penetração sexual. De fato, isso é possível, mas também causa fissuras e outros problemas na região sexual feminina.

Também é preciso ter muito cuidado quando for usar a pedra hume na boca, como quando para tratar aftas, por exemplo. De fato, ela serve bastante nesses casos, mas jamais deve ser ingerida. Isso porque, ela pode causar problemas sérios no sistema digestivo e colocar em risco a vida de quem a ingere.

Referências

  1. UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA “JÚLIO DE MESQUITA FILHO” (UNESP) – Substâncias: Alúmen de potássio. Disponível em: http://www6.fcav.unesp.br/intralab/substancias_id.php?recordID=78. Acesso em 02/04/2019.
  2. CASQUÍMICA – Ficha de informação de segurança de produtos químicos – “Alumen de potássio“. Disponível em: http://www.casquimica.com.br/fispq/Alumempotassio.pdf. Acesso em 02/04/2019.
  3. SALAMA, E. M. A “Novel Use for Potassium Alum as Controlling Agent Against Periplaneta americana (Dictyoptera: Blattidae)“. 2015. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/26470384. Acesso em 01/04/2019.
  4. UDOM, E. J.; UMOH, M. S.; UDOSEN, E. O. “Recto-vaginal fistula following coitus: an aftermath of vaginal douching with aluminium potassium sulphate dodecahydrate (potassium alum)“. 1999. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/10580683. Acesso em 02/04/2019.

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.

Sobre o autor

Avatar
24 anos, é jornalista e produtor de conteúdo especializado. Atua com produção jornalística há 4 anos. Vencedor do prêmio de empreendedorismo digital “Academic Winner 2017”, promovido pela DeVry University na Califórnia, Estados Unidos. Tem no currículo trabalhos em emissoras de televisão, jornal impresso, revistas e internet. É pernambucano e tem como hobbies escrever, jogar videogames, cinema e estudos sociais.