Deficiência em Vitamina B12 pode causar problemas neurológicos

Se não houver tratamento, o paciente pode apresentar alterações neurológicas progressivas e até mortais

O corpo humano é, sem dúvidas, milhares de vezes mais complexo do que qualquer máquina que a humanidade já tenha pensado em construir. Cada pequena célula, substância ou até mesmo micro-organismos exercem diversas funções e estas, por sua vez, são responsáveis por outras funções que tornam possível nosso corpo continuar funcionando normalmente.

Ainda falando sobre o complexo funcionamento do corpo, os alimentos que consumimos não servem apenas para matar nossa fome e nos dar energia, por serem ricos em vários nutrientes (vitaminas, minerais etc.), eles são de extrema importância para manter o funcionamento de diversas partes do corpo.

A cobalamina, também chamada de vitamina B12 , apesar de não ser tão citada em textos de saúde, tem uma grande importância para o nosso organismo e sua carência pode gerar uma série de malefícios graves. Conheça um pouco mais do nutriente:

Vitamina B12

Deficiência em Vitamina B12 pode causar problemas neurológicos

Foto: depositphotos

Pertencente ao complexo B, grupo de nove vitaminas hidrossolúveis conhecidas antigamente como vitamina B, a cobalamina é um componente encontrado principalmente em alimentos de origem animal tendo em vista que plantas não são capazes de sintetizá-la e armazená-la. A vitamina B12 só é encontrada em vegetais se estes possuírem alguma relação com bactéria que sejam capazes de produzir o nutriente.

A vitamina B12 tem como sua principal função a prevenção da anemia, já que ela ocorre quando há um número reduzido de glóbulos vermelhos ou baixa concentração de hemoglobina no sangue, sendo a cobalamina essencial para a produção das mesmas.

Além disso, a vitamina tem diversas funções vitais em nosso organismo. São elas:

  • Auxiliar na formação e longevidade das células;
  • Prevenir danos aos nervos;
  • Ajudar na digestão (absorção dos alimentos, sintetizar proteínas e metabolizar carboidratos e lipídeos);
  • Promover o funcionamento das células, principalmente as do trato gastrointestinal, tecido nervoso e presentes na medula óssea;
  • Auxiliar no crescimento tanto físico como cognitivo
  • Estimular o apetite;
  • Construção do DNA.

Deficiência dessa vitamina

A anemia é uma doença que normalmente é causada pela diminuição da quantidade de glóbulos vermelhos ou hemoglobina no sangue. A deficiência em vitamina B12, seja por ausência de alimentos que contêm a substância ou até mesmo por problemas na absorção da mesma, é chamada de anemia perniciosa.

As principais causas para uma absorção deficiente de vitamina B12 são:

  • Intolerância à glúten;
  • Cirurgia bariátrica;
  • Tratamento da tuberculose;
  • Gastrite crônica;
  • Deficiência de cobalto;
  • Hipergastrinemia;
  • Incapacidade de produzir o fator intrínseco (glicoproteína produzida pelo estômago necessária para a absorção da vitamina B12).

Além do que já foi citado acima, o consumo excessivo de álcool e tabaco são outros fatores que prejudicam a absorção.

A deficit da cobalamina logo no início causa problemas na parte cognitiva, causando problemas para manter a concentração ou com a memória. Também causa desorientação, formigamentos nos membros inferiores, fadiga, fraqueza, constipação, falta de apetite, aftas na boca e perda de peso.

Em casos avançados, se não houver um tratamento da deficiência, o paciente pode apresentar alterações neurológicas progressivas e até mesmo mortais, que o levam a ter confusão mental, torpor, convulsões e até mesmo coma.

Fontes de Vitamina B12

Além dos diversos suplementos vitamínicos presentes no mercado, ainda há diversos alimentos que são enriquecidos com a cobalamina e, é claro, aqueles que são as fontes naturais da vitamina. São eles:

  • Carne bovina (músculos e fígado);
  • Peixes (truta, salmão, sardinha, atum);
  • Carne de frango;
  • Frutos do mar (ostras e mariscos);
  • Ovos;
  • Produtos a base de leite;
  • Nori (folha feita à partir de algas).

Sobre o autor

Jornalista formado em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo (UniFavip-DeVry). Possui experiência prática de dois anos na área de produção de textos para web e social media (MTB/PE: 6771). Atualmente trabalha com produção de conteúdo audiovisual para plataformas digitais, sendo as principais os canais do Remédio Caseiro e do Clube para Cachorros, no YouTube.