Pós-operatório: acupuntura pode amenizar dores

A lista da OMS enumera 40 distúrbios que podem ser auxiliados pela sabedoria chinesa, entre eles: dores e alergias


Assim que começou a ser adotada no Ocidente, a técnica de acupuntura causava estranheza. Como uma picada de agulha pode estimular o organismo e curar doenças? Essa pergunta parou de fazer tanto sentido quando os primeiros resultados da técnica Oriental começaram a aparecer.

A técnica é uma terapia utilizada para equilibrar o funcionamento do nosso corpo através da aplicação de agulhas em pontos bem específicos, conhecidos como meridianos ou canais de energia. Atualmente, até mesmo a medicina Ocidental reconhece os procedimentos e os indica.

Por isso cada dia mais e mais pacientes recorrem ao conhecimento milenar para resolver problemas físicos e mentais.

Pós-operatório: acupuntura pode amenizar dores

Foto: depositphotos

De acordo com a médica e diretora do Centro de Pesquisa e Estudo da Medicina Chinesa, Márcia Lika Yamamura, a acupuntura é uma grande aliada das pessoas que precisam se reabilitar de cirurgias, traumas e perdas.

Isso acontece por conta do seu efeito analgésico e anti-inflamatório, fundamental para a recuperação pós-cirúrgica, pois ameniza as dores e diminui consideravelmente a incidência de complicações depois dos procedimentos operatórios.

“A técnica de acupuntura pode ser benéfica para tratar o paciente por completo, ou seja, o corpo físico e a mente. Trazendo assim resultados para sua melhora emocional também, uma das partes mais importantes da recuperação”, revela a médica.


Entretanto, a especialista reconhece que o tratamento por meio das agulhas deve ser sempre acompanhado pelos métodos tradicionais da medicina Ocidental. “A associação da acupuntura e da medicina ocidental em casos como dores decorrentes de pós-operatório tardio, dores no coto de amputação ou de membros fantasma, são muito benéficos para o paciente”, afirma.

“Depois de passar por um grande trauma, a acupuntura age como uma ação terapêutica e pode trazer benefícios significantes para a vida do paciente”, conclui Dra. Marcia.

A Organização Mundial da Saúde recomenda o uso da acupuntura como complemento para diversos tratamentos convencionais para mais de 40 doenças.

Entre elas cólicas, enxaqueca, artrite, sinusite, depressão, alergias, dores musculares, insônia, gastrite, pós-AVC, sinusite, dores musculares, a incluir nas costas etc. A lista da OMS enumera 40 distúrbios que podem ser auxiliados pela sabedoria chinesa.

Acupuntura dói?

Essa é uma questão recorrente para quem se depara com a técnica Oriental que faz uso das agulhas para sanar dores e doenças. A resposta é bem relativa pois a sensibilidade à dor varia de pessoa para pessoa.

As pessoas que fazem o tratamento afirmam que é possível sentir uma leve picada ou, até mesmo, a sensação de um pequeno choque, mas nada que impeça o final da sessão.


Reportar erro