Garra do diabo – Para que serve?

Com o nome científico de Harpagophytum procubens, a planta garra do diabo pertence à família…


Com o nome científico de Harpagophytum procubens, a planta garra do diabo pertence à família das Pedaliaceae. Originária da África do Sul, se trata de uma planta extremamente folhosa, cujos rebentos podem atingir até 1,5m de comprimentos se estiverem prostrados. Sua popularidade começou a se espalhar não só pela África do Sul, mas pelo mundo, quando se tomou conhecimento de que, além de ser uma planta bela, é extremamente benéfica. Atualmente existe uma crescente no consumo de chás e derivados de plantas, já que os efeitos colaterais e os riscos comumente são menores do que algumas medicações mais fortes – desde que, assim como medicamentos farmacêuticos, sejam consumidos com acompanhamento e orientação médica. Com a garra do diabo não é diferente, conheça as propriedades e benefícios que a planta pode proporcionar.

Garra do diabo - Para que serve?

Foto: Reprodução

Propriedades

As principais propriedades medicinais da planta garra do diabo são:

  • Analgésica;
  • Antirreumática;
  • Antiartrítica;
  • Antiespasmódica;
  • Anti-inflamatória;
  • Cicatrizante;
  • Colerética;
  • Depurativa;
  • Digestiva;
  • Estimulante;
  • Febrífuga;
  • Hepatopretetora;
  • Hipocolesterolêmica.

Benefícios e indicações

Quem sofre de artrose, artrite, tendinite, dores na coluna ou fibromialgia certamente já ouviu falar da planta garra do diabo. A planta possui uma forte propriedade anti-inflamatória, o que alivia as dores e incômodos causados pelas doenças acima citadas.

Ainda, equilibra o ácido úrico, aumenta as defesas e o sistema imunológico do organismo, aumenta o colesterol bom e reduz o colesterol ruim, alivia dores causadas por gota e reumatismo, desintoxica o fígado, reduz febre, estimula um melhor funcionamento do sistema digestivo.


Efeitos colaterais e contraindicações

A planta garra do diabo não apresenta efeitos colaterais relatados até o momento. Seu consumo é contraindicado para pessoas que sofram de úlceras estomacais ou duodenais, pois a estimulação de sucos gástricos causadas pela planta poderia agravar o quadro do indivíduo.

Caso sofra alguma das doenças citadas na matéria, cujo consumo da planta garra do diabo seja indicado, consulte um médico especialista de sua confiança para verificar se é possível relacionar o tratamento natural com o tratamento farmacêutico.

Como utilizar?

Para consumir a garra do diabo, será feito um chá de suas raízes trituradas e limpas, que serão encontradas prontamente em farmácias e lojas de produtos naturais.

Leve ao fogo meio litro de água, juntamente com 200g de raízes da garra do diabo. Deixe ferver por 10 minutos, então desligue o fogo e abafe o recipiente. Quando a temperatura estiver adequada, beba o chá, repetindo o procedimento diariamente, duas vezes por dia, ou conforme a posologia do médico.


Reportar erro