Fuja dos hábitos comuns que estragam a pele

A pele é uma das partes do nosso corpo que é mais sensível e também…


A pele é uma das partes do nosso corpo que é mais sensível e também uma das que mais sofre em nosso dia a dia. Você já parou para pensar sobre alguns de seus hábitos que muitas vezes passam despercebidos, mas que acabam detonando a sua pele? Veja agora alguns hábitos muito comuns que você pode nem saber, mas agridem a sua pele e é preciso evita-los.

Dormir sem tirar a maquiagem

Esse é um péssimo hábito que ainda é muito comum entre as mulheres. Existem alguns tipos de maquiagem, como as que contêm óleos e silicones, que podem obstruir os poros e provocar acne. Além disso, quando dormir com maquiagem se torna um hábito, a pele acaba ficando mais opaca, com aspecto cansado, com os poros mais dilatados e aumenta o risco de cravos. Se estiver com preguiça de fazer todo o ritual de limpeza pele, use um lenço demaquilante.

Espremer espinhas

Se você é daquelas pessoas que não pode ver uma espinha que já corre para o espelho para espremer, pode ir parando. Quando você espreme uma espinha ou um cravo além de estar agredindo a pele podendo causar manchas e inflamações, em alguns casos é possível gerar cicatrizes e marcas permanentes.

Não usar protetor solar

O sol pode trazer muitos malefícios para a pele, entre eles está o envelhecimento precoce e o câncer de pele. A falta de uso do protetor solar diariamente pode provocar a perda da elasticidade, manchas, ressecamento excessivo, queimaduras e descamação. O ideal é que se use protetor solar fator 30 (pelo menos) no rosto, pescoço e mãos, para o resto do corpo pode ser usado o 15.

Fuja dos hábitos comuns que estragam a pele

Foto: Reprodução


Nunca esfoliar a pele ou esfoliar em excesso

É preciso ter muito cuidado com a esfoliação da pele e ter bom senso. Se a pele é muito esfoliada acaba perdendo sua camada protetora que age como uma barreira física e pode ainda estimular organismo a produzir ainda mais óleo para a pele. Caso a pele seja pouco esfoliada acaba não surtindo nenhum efeito e é a mesma coisa de não ter feito uma esfoliação. O ideal é esfoliar a pele uma vez por semana, sabendo utilizar a quantidade certa na pele, quando a esfoliação é feita corretamente, a textura da pele fica melhor, a derme absorve com mais eficácia os ativos dos hidratantes e ainda descongestiona os poros.

Receita de esfoliante leve natural

Dependendo de cada pele, o ato de esfoliação pode acabar sendo um tanto agressivo e, se a ideia é limpeza contínua, o ideal seria fazer a esfoliação semanal com ingredientes mais leves. Pensando nisso, o esfoliante caseiro de aveia é uma boa opção.  Para fazê-lo, basta misturar uma colher de sopa dos flocos finos de aveia a um pouco de mel. Aplique a solução no rosto fazendo movimentos circulares e depois enxágue. Para potenciar o efeito, tonifique para fechar os poros e hidratar a pele.

Dormir pouco

É durante o nosso sono que produzimos hormônios “rejuvenescedores” como a melatonina e o hormônio do crescimento. Estes hormônios acalmam e reparam o corpo. O tempo necessário para o descanso varia de pessoa para pessoa, mas a média é de 8 horas diárias, que é a média para regular o estresse da rotina, além de prevenir doenças crônicas. Quando se dorme pouco a pele fica opaca, sem viço e com olheiras.

Não usar hidratante ou creme antissinais

É preciso ter cuidados para proteger a pele das agressões externas como o vento, o frio, a poluição e os raios solares. Ao atingir os 25 anos de idade, hidratar a pele passa a ser imprescindível, pois geralmente é nessa idade que a pele começa a perder sua hidratação natural. O principal prejuízo causado pela falta de hidratação na pele é o ressecamento e, consequentemente, a formação de rugas precoces. Por isso o uso de hidratantes e cremes antissinais é essencial e seu uso deve ser diário, pela manhã com protetor e a noite apenas o creme.


Reportar erro