Propriedades e benefícios da bela planta polígala

De nome científico Polygala senega, a Polígala é uma planta muito usada para fins medicinais.…


De nome científico Polygala senega, a Polígala é uma planta muito usada para fins medicinais. Seu nome deriva da união das palavras gregas poly, que significa muito, e gala, que representa leite, remetendo às propriedades lactantes da planta quando usada como infusão. Estudiosos afirmam, no entanto, que as espécies encontradas atualmente não fazem jus ao nome, uma vez que este era usado para designar outra espécie e foi equivocadamente usado para essa. Pode chegar aos trinta centímetros de altura e conta com uma raiz grossa, usada para o preparo do chá.

Propriedades e benefícios da bela planta polígala

Foto: Reprodução

O chá desta planta é atualmente um dos elementos da lista de plantas e remédios naturais regulamentados pela ANVISA.

Propriedades e benefícios

A polígala é muito conhecida por suas excelentes propriedades medicinais. Atua como expectorante, diaforético, silagoga, emética, diurética, além de estimular a circulação periférica, combater a bronquite asmática, a congestão respiratória e outros problemas de origem respiratória.

É muito indicada na forma de chá para problemas de congestões nasais que podem ser provenientes de pólipos nasais, infecções respiratórias, sinusites, consumo de álcool ou tabaco, e gripes.


Além dos usos em gripes habituais, é eficaz no tratamento de gripes sazonais, comuns em mudanças de estações, onde há diferenças grandes de temperatura. No outono, os casos de gripes sazonais aumentam e, também devido à mudança nas temperaturas, as defesas do corpo enfraquecem, facilitando o contágio de doenças.

Seu uso, além do chá, pode ser feito por meio da aplicação externa, trazendo benefícios para os tratamentos de inflamações e desconforto provenientes das picadas de insetos.

Como preparar o chá de polígala?

A proporção que deve ser utilizada é de 9g da planta para cada 300ml de água. Coloque a água em um recipiente e leve ao fogo. Quando ferver, adicione a raiz da polígala, desligue o fogo e deixe abafado. Após aproximadamente oito minutos, coe e tome. A dose indicada é de três a quatro doses ao dia.

Contraindicações e reações adversas

Quando consumida em excesso, a planta pode provocar vômitos, diarreias e problemas gastrointestinais diversos. Entenda como consumo em excesso a quantidade superior à indicada acima. O consumo deve ser evitado por gestantes, mulheres em fase de lactação e pessoas com doenças gastrointestinais, como a gastrite.


Reportar erro