Melhore sua circulação sanguínea com tratamentos naturais

Por Redação

Circulação do sangue

Imagem: Getty Images

Nosso Sistema Circulatório é quem bombeia e distribui o sangue para todos os vasos de nosso corpo, alimentando e oxigenando as células. Quando essas funções são feitas com dificuldade é porque há má circulação sanguínea, que costuma causar sintomas variados, dependendo da área onde a irrigação não é feita a contento, como, por exemplo: dor no peito, se o sangue não chega em quantidade suficiente ao coração, cãibras nas pernas, além do surgimento de varizes ou sensação de peso, formigamento, inchaço nas pernas ou braços, etc.

Causas do problema

As causas para a má circulação geralmente são o entupimento das artérias por placas de gordura ou ainda pressão sobre os vasos sanguíneos,  efeitos relacionados ao sedentarismo, obesidade, colesterol elevado, pressão alta, alcoolismo, estresse, diabete, arteriosclerose, tabagismo, maus hábitos, como dormir encolhido, permanecer muito tempo sentado, com as pernas cruzadas ou expor mãos e pés ao frio intenso, além da má alimentação, que pode ser responsável por grande parte dos males e da falta de ingestão adequada de água.

Além dos cuidados para evitar as possíveis causas da má circulação, através de mudanças de hábitos no dia a dia, ainda podemos fazer uso de tratamentos alternativos para melhorar a circulação do sangue.

Veja algumas receitas caseiras para ajudar a estimular a circulação

  • PEPINO: Prepare um copo de sumo de pepino diluído em água e beba em jejum e mais um após o almoço;
  • MAÇÃ: incluir a maçã  em sua alimentação, inclusive comendo exclusivamente maçãs em uma das refeições, duas vezes na semana;
  • PERA: assim como a maçã, incluí-la à dieta e também fazer uma refeição exclusivamente de pera, ao menos duas vezes na semana;
  • ERVA MATE: tomar chá de erva mate estimula a circulação sanguínea;
  • OUTROS CHÁS BENÉFICOS PARA A CIRCULAÇÃO: erva-de-santa-maria, dente-de-leão, camomila e folhas de algodão.
  • ESCALDA PÉS: faça um escalda-pés com água morna e um punhado de sal grosso, deixando os pés imersos por uns vinte minutos.