Marroio – Benefícios e propriedades

O marroio é uma planta medicinal, de nome científico Marrubium vulgare, também conhecido como hortelã-do-maranhão,…


O marroio é uma planta medicinal, de nome científico Marrubium vulgare, também conhecido como hortelã-do-maranhão, marroio-branco e hortelã-da-folha-grossa, pertencente à família das Labiadas. Nativa da Europa e da Ásia, atualmente esta planta encontra-se adaptada aos climas das Américas do Norte e do Sul, crescendo em terrenos secos e áridos, muito semelhante à menta.

Em diferentes culturas e civilizações (como os antigos egípcios), o marroio tem sido amplamente utilizado para tratar várias doenças respiratórias. Hoje, a planta continua sendo recomendada para tratar estes casos, especialmente em casos de bronquite ou tosse. Além do uso medicinal, esta planta também é muito usada como condimento em licores, doces e pastilhas para a tosse.

Marroio - Benefícios e propriedades

Foto: Reprodução

As propriedades do marroio

As principais propriedades do marroio são as seguintes:

  • Antitussígeno;
  • Expectorante;
  • Fluidificante;
  • Digestiva;
  • Calmante da tosse;
  • Colerética (aumenta a secreção biliar);
  • Febrífugo;
  • Antisséptico;
  • Tônico (para o estômago);
  • Antipirética;
  • Estimulante cardíaca.

Os benefícios e as indicações de uso

Devido às suas propriedades, o marroio é indicado no tratamento de casos de tosse, bronquite, problemas no fígado, falta de apetite, bronquite, flatulência, dispepsia com enfartamento, febre, inchaços, catarro, gripe, problemas de digestão e espasmos.

Como utilizar o marroio?

Todas as partes do marroio podem ser utilizadas e a planta pode ser comprada em algumas farmácias de manipulação e lojas de produtos naturais.


Infusão de marroio

Ingredientes:

– 1 colher de sobremesa das folhas e flores secas da planta;
– 1 xícara de água fervente.

Modo de preparo:

Coloque uma colher de sobremesa das folhas e flores secas em uma xícara de água fervente. Deixe repousar por 10 minutos e coe. Tome três vezes ao dia.

Contraindicações e cuidados

Tenha atenção com a quantidade consumida, pois, em altas doses, o uso desta planta pode acarretar problemas cardíacos devido às suas propriedades antiarrítmicas. Por ser uma planta com constituintes amargos, o marroio não é bem tolerado quando o indivíduo apresenta gastroenterites ou síndromes acompanhadas de náuseas ou vômitos.

Embora os estudos sobre os efeitos da marroio ainda não tenham sido totalmente comprovados durante a gestação, o uso desta planta deve ser evitado neste período.Lembre-se de sempre consultar um médico antes de iniciar qualquer tratamento, inclusive com medicamentos naturais.


Reportar erro