Angélica – Propriedades medicinais desta planta

Planta alta e elegante nativa do norte da Europa, a Angélica é facilmente encontrada em…


Angélica

Imagem: Reprodução

Planta alta e elegante nativa do norte da Europa, a Angélica é facilmente encontrada em locais frios e úmidos, sendo às vezes considerada até selvagem. Suas folhas são verdes, extremamente brilhantes e possuem um recorte irregular. Pode chegar até os dois metros de altura e algumas vezes nascem em grupos de até cinco plantas. Possui caule oco (na cor vinho) e um serrilhado em sua margem. Suas flores são esverdeadas e amarelas, numerosas e pequenas e são agrupadas em sequências globulares (como um brócolis). É uma planta bianual que se propaga sozinha, dando flores de três em três anos (depois desse período a planta morre). A Angélica possui aroma intenso e bastante agradável.

Pouco se fala sobre esta planta, mas como quase sempre, a natureza nos oferece ela como mais uma erva cheia de benefícios, tanto para a saúde, quanto para o uso comercial. O caule e as sementes da Angélica servem para dar cheiro aos confeitos, enquanto as folhas são usadas na fermentação de cervejas amargas. Já a planta por um todo possui diversas propriedades medicinais, como o uso contra o desconforto digestivo, a anorexia, bronquites, cólicas e cãibras. Porém, justamente por ser uma planta ainda pouco conhecida e estudada, alguns cuidados e contraindicações precisam ser levados em consideração.


Como usar a Angélica

Não deve ser consumida em excesso (como qualquer outra planta), pois em altas doses o óleo dela é tóxico, podendo provocar paralisia no sistema nervoso e câncer na pele, pois pode causar dermatites ao contato solar, podendo evoluir bruscamente. Lembre-se também de que nenhum tratamento, por mais natural que seja, deve ser feito sem a ajuda de um profissional.

Quem não deve usar

Pessoas que possuem algum tipo de úlcera, mulheres grávidas ou no período de amamentação, crianças que apresentam problemas neurológicos (como a epilepsia) e pessoas que já o tem ou apresentam sinais de mal de Parkinson.

Benefícios da Angélica

  • Ajuda na diminuição de dores na cabeça e dores dorsais.
  • Diminui sintomas de melancolia, prevenindo problemas maiores como insônia, ansiedade ou depressão.
  • Atua na liberação dos líquidos que ficam retidos no corpo, ajudando então no emagrecimento.
  • Diminui a necessidade do vomito. Consequentemente ajuda a diminuir problemas digestivos, dores intestinais e a falta de apetite.
  • Alivia cólicas.
  • Ajuda pessoas que possuem asma.
  • Se aplicada externamente, ajuda a diminuir a sensação de dor nos ossos (como nos casos de reumatismo).

Reportar erro