Alimentos que aumentam a testosterona naturalmente

Confira alguns alimentos que aumentam a testosterona de forma natural, ajudando a manter a produção hormonal masculina em níveis normais e saudáveis


Os níveis de testosterona são extremamente importantes para o funcionamento do organismo masculino, da mesma forma que o estrogênio e o progesterona são para o organismo feminino. Após a idade de, aproximadamente, 50 anos, a produção de testosterona pode começar a diminuir de forma gradativa.

Consequências dos baixos níveis

Além de toda a questão sexual que envolve a testosterona, a diminuição da produção e o consequente nível baixo desse hormônio, faz com que os homens tenham fadiga, ganho de peso, depressão e osteoporose.

Independentemente da idade do homem, alguns alimentos podem ajudar a manter os níveis de testosterona em medidas saudáveis, de forma que fiquem livres dos problemas ocasionados. Aos homens com mais de 50 anos, os alimentos serão ainda melhores, de forma a promover a continuação da produção saudável do hormônio.

Alimentos

Alimentos que aumentam a testosterona naturalmente

Foto: Pixabay

As ostras ajudam a manter os níveis de testosterona mais elevados, e é exatamente por isso que são consideradas afrodisíacas. Isso porque nelas encontramos o zinco em grande quantidade, que é usado pelo corpo para a produção desse hormônio. 93,31 g de ostras pode fornecer mais de 500% de zinco.

O Azeite é outro alimento muito usado para promover a saúde. Isso porque ajuda a melhorar a saúde do coração, entre muitos outros benefícios. Além disso, o uso de azeite ajuda a aumentar os níveis de testosterona.


Qualquer tipo de feijão, assim como a ostra, é rico em zinco, mas também em ferro e proteínas, também usados pelo corpo do homem para a produção de testosterona.

Amêndoas, castanha de caju, nozes e amendoim também são alimentos que podem ajudar a manter os níveis de testosterona saudáveis. Isso porque são ricas em sais minerais e vitaminas, além de outros compostos necessários para a produção desse hormônio.

Popularmente usado como tempero para alimentos, o alho é rico em quercetina e alicina, que são dois compostos ativos que, comprovadamente, suprimem a produção de cortisol pelo corpo humano. Esse cortisol é o hormônio do estresse que diminui e até mesmo interrompe a produção de testosterona. Ao manter os níveis de cortisona baixos, portanto, o corpo poderá produzir normalmente a testosterona.

Salmão é um peixe rico em ômega 3, mas também em vitamina D. Essa vitamina é, também, essencial para promoção da saúde do sistema reprodutivo masculino e, consequentemente, para a produção de testosterona.

Aspargo, apesar de pouco apreciado, é um alimento conhecido por ser afrodisíaco. É rico em ácido fólico, vitamina E e potássio, todos essenciais para a produção desse hormônio.


Reportar erro