Câncer de pulmão: a doença ‘evitável’. O que causa e como fugir dela

O câncer de pulmão é conhecido como sendo uma doença "evitável", basta se livrar do tabagismo

De acordo com dados do INCA, o Instituto Nacional do Câncer, somente em 2016, 17 mil homens e 11 mil mulheres foram diagnosticados com câncer de pulmão no Brasil.

Outro estudo realizado, desta vez por uma organização inglesa a Cancer Research UK, revelou que a descoberta do câncer de pulmão em estágio avançado é mais frequente em pacientes de meia idade, entre 50 e 64 anos. Já as pessoas maiores de 70, costumam descobrir a doença logo no começo.

Isso emite um alerta: aquele que lembra a importância dos exames anuais para investigar as condições de saúde do indivíduo a partir dos 50 anos.

De acordo com o radiologista de tórax, Moacir Moreno Junior, do CDB Medicina Diagnóstica, em São Paulo, esse tipo de câncer é silencioso e só se manifesta quando já ultrapassou a fase inicial. Quando se manifestam, os sintomas são: falta de ar, tosse, sangue no catarro e dores associadas às regiões dos ombros e peito.

Câncer de pulmão atinge mais pessoas de meia idade. Dicas naturais para evitar isso

Foto: depositphotos

O exame mais indicado para diagnosticar a patologia é a tomografia computadorizada. “A tomografia computadorizada deve ser realizada em pacientes com histórico de tabagismo pesado, mas cabe ao médico solicitante tomar essa decisão juntamente com o paciente, levando em conta outros fatores relacionados ao contexto clínico”, explica Moacir Moreno Junior.

O radiologista acredita que realizar o exame é uma forma até mesmo de prevenção. “A TC [tomografia computadorizada] também pode ser utilizada, quando indicada, como alternativa para guiar biópsias de lesões pulmonares, que auxiliam a fazer o diagnóstico de tumores ainda em estágio inicial, aumentando as chances de cura. É importante dizer que, mesmo quando o exame não identifica um nódulo, isso não isenta o paciente de vir a desenvolver câncer pulmonar num futuro próximo, principalmente se continuar a fumar. A adoção de hábitos mais saudáveis é imprescindível em qualquer fase da vida”, recomenda o especialista.

Os pesquisadores chamam o câncer de pulmão de “doença de evitável”, uma vez que 90% dos casos é consequência do tabagismo. Portanto, se você tem esse hábito, pare agora mesmo. Se for preciso, recorra a ajuda profissional para isso. Existem também alguns remédios caseiros que podem te ajudar a abandonar o fumo. Veja alguns:

– Água: por mais comum que pareça, beber muita água pode fazer uma diferença enorme para as pessoas que querem abandonar o tabagismo. Ela ajuda a limpar o organismo, principalmente nos primeiros dias de desintoxicação.

– Erva-de-São-João: é muito utilizada como calmante. Essa ação é primordial para os fumantes que fazem uso do cigarro para relaxar. A substituição da droga pela planta natural é um bom recurso.

– Gengibre: as propriedades desse ingrediente inibem a propagação da dopamina do sangue, que acontece sempre depois do consumo da nicotina.

– Aveia: esse cereal é um aliado no combate à ansiedade que leva as pessoas a fumarem ainda mais. Por isso, inclua a aveia na sua alimentação e aos poucos vá diminuindo o tabagismo.