Alta exposição a insetos pode causar alergias

A proliferação de insetos durante o verão pode provocar problemas dermatológicos e respiratórios.

O verão vem se aproximando e, juntamente com as elevadas temperaturas e chuvas, ocorre a proliferação de uma infinidade de insetos, que adoram calor e umidade. O problema é que esses bichinhos não são apenas incômodos: eles são causadores de diversos problemas de saúde, incluindo aqueles de fundo alérgico.

Insetos como os mosquitos, cupins, baratas, formigas, vespas e abelhas podem causar diversos incômodos na pele e nas vias respiratórias, podendo levar até a um choque anafilático.

Prevenção e controle de alergias com o Brasil Sem Alergia

Segundo dados divulgados pela Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 35% das pessoas ao redor do mundo sofrem com algum tipo de alergia. O médico Marcello Bossois, coordenador técnico do Brasil Sem Alergia, afirma que as alergias respiratórias e dermatológicas respondem pela maior parte dos casos.

Alta exposição a insetos pode causar alergias

Foto: depositphotos

Os números aumentam durante o verão, pois há o crescimento na quantidade de insetos. De acordo com o Dr. Bossois, é possível observar um crescimento exponencial no número de pessoas que chegam ao Brasil Sem Alergia, um projeto social que oferece gratuitamente diversos procedimentos de prevenção, combate e controle de alergias e doenças imunológicas.

O Brasil Sem Alergia conta com cinco postos no Estado do Rio de Janeiro e um no Paraná, lugares onde a equipe da ação social oferece testes alérgicos, atendimento médico, orientação multidisciplinar e exame de espirometria. Nos postos do estado do Rio, a iniciativa tem recebido cerca de 1400 pacientes por semana.

As alergias causadas pelos insetos

A picada de mosquitos e formigas pode desencadear processos de alergia dermatológica. As feridas coçam muito e, dependendo da reação alérgica, podem acarretar em inflamações e sérias infecções secundárias. Já as baratas e os cupins causam problemas respiratórios, por depositarem fragmentos por onde passam. Quando são inalados, esses fragmentos atacam as vias respiratórias.

As abelhas e vespas podem gerar graves processos de hipersensibilidade, conforme o nível da alergia. Em alguns casos, a picada pode levar a um choque anafilático.

E como combater esse problema? De acordo com o médico, a melhor maneira de controlar e combater as alergias causadas por insetos é a junção de controle ambiental e imunoterapia. “O controle do ambiente é fundamental para evitar o aparecimento destes insetos, mas só a imunoterapia é capaz de eliminar os problemas gerados por estes vilões”, esclarece o profissional.

Sobre o autor

Formada em Letras (Licenciatura em Língua Portuguesa e suas Literaturas) pela Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ), com certificado DELE (Diploma de Español como Lengua Extranjera), outorgado pelo Instituto Cervantes. Produz conteúdo web, abrangendo diversos temas, e realiza trabalhos de tradução e versão em Português-Espanhol.