Cranberries na luta contra o câncer

Pesquisa revela que o consumo diário de cranberries ajuda na luta contra o câncer. Entenda o estudo e saiba mais sobre a doença


O câncer de cólon é causado por alterações em um grupo de genes de reparo do DNA, que abrange tumores que afetam um determinado segmento do intestino grosso, denominado cólon. Trata-se de um dos tipos de câncer mais incidentes no mundo.

Na maioria dos casos, no entanto, ele é tratável e curável, desde que detectado de forma precoce. A maioria tem início em pólipos, que são lesões benignas que podem crescer na parede interna do intestino grosso.

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), anualmente, estima-se que hajam 32.600 novos casos desse tipo de câncer, sendo que 15.070 são homens e 17.530 são mulheres. Ainda falando em dados anuais, o câncer faz em média 14 mil vítimas somente no Brasil.

Cranberries na luta contra o câncer

Foto: Pixabay

Os fatores de risco que envolvem o câncer de cólon envolvem a idade acima de 50 anos, pacientes com diabetes e obesos, tabagistas e pacientes envolvidos com o alcoolismo, histórico familiar, pacientes com doença inflamatória intestinal, pacientes com polipose adenomatosa familiar ou ainda síndrome de Lynch.


Tratamento contra o câncer: cranberries

Segundo pesquisas recentemente publicadas, ao contrário do que se afirmava anteriormente, não são necessárias quatro xícaras de café de cranberrys, mas apenas um copo cheio diário já tem o superpoder de combater ao câncer de cólon. A pesquisa se baseou na alimentação de camundongos com câncer de cólon adaptada com extrato de cranberry. Com isso, puderam observar que houve uma significativa redução dos tumores em tamanho e número.

Com a identificação das moléculas terapêuticas presentes no fruto, ficaria ainda mais fácil a compreensão do seu potencial contra o câncer e, consequentemente, seria melhor a sua utilização.

Segundo o integrante Catherine Neto, da Universidade de Massachusetts, Dartmouth, o câncer de cólon pode ser um bom alvo para um tratamento dietético. Os extratos de cranberry podem ainda ser usados com um bom resultado de proteção contra outros tipos de câncer. Ela e seus colegas descobriram ainda com os estudos, que os produtos químicos que são derivados e extraídos da fruta, podem matar seletivamente as células tumorais do cólon em laboratório.

Os compostos foram extraídos no decorrer dos anos, parecendo, para a equipe, promissores nesse tratamento, mas eles resolveram aplicar aos animais para ver como seria o tratamento.

Segundo Neto, ainda é difícil dizer com certeza se com o suco teria os mesmos benefícios, uma vez que alguns componentes estão presentes em suas cascas.


Reportar erro