10 segredos que você nem imagina sobre as comidas de fast foods

Saiba quais procedimentos “não apropriados” as empresas de fast food adotam mas que guardam à sete chaves dos consumidores


As várias campanhas de conscientização para uma alimentação mais nutricional, saudável e balanceada, não são levadas em consideração. Isso porque o consumo de comidas do tipo fast-food tem crescido muito nos últimos anos, inclusive no Brasil.

De acordo com a agência de inteligência de mercado do mundo (Mintel), os brasileiros gastaram em 2013 uma quantia equivalente a R$ 50 bilhões em alimentos rápidos. Número que representa um aumento de 82% relacionado ao ano de 2008.

Unindo o crescimento de consumo, aumenta também o peso das pessoas. A obesidade é hoje uma das principais causas de mortes precoces e do surgimento de doenças inflamatórias crônicas. A ingestão do excesso de gorduras trans, saturadas, energia, sódio e açúcares é totalmente prejudicial à saúde.

Por esses aspectos esses alimentos já são considerados uma ameaça, agora conheça os segredos que as redes mundiais de fast-food guardam à sete chaves.

10 segredos sobre as comidas rápidas

Ingredientes velhos

10-segredos-que-voce-nem-imagina-sobre-as-comidas-de-fast-foods velho

Foto: reprodução

Nem sempre o estoque de comidas é esgotado em um dia de serviço, por isso muito do que sobra no dia anterior é o usado no seguinte.

Desta forma, as redes de fast-food reaproveitam itens relativamente velhos no seus produtos “novos”. Isso incluem não só saladas, mas também as carnes que compõem o hambúrguer.

Xarope de milho

10-segredos-que-voce-nem-imagina-sobre-as-comidas-de-fast-foods xarope

Foto: reprodução

Esse é um ingrediente altamente vilão, mas que está inserido em quase todas as receitas das comidas rápidas.

Além de ser prejudicial a saúde pelo fato de conter uma grande taxa de açúcar, esse item tem a capacidade de deixar o consumidor viciado, pois ele inibe o saciamento e faz você pensar que ainda está com fome.

Máquinas de refrigerantes sem higiene

10-segredos-que-voce-nem-imagina-sobre-as-comidas-de-fast-foods refri

Foto: reprodução

Difícil você vê alguém comendo um hambúrguer ou batata frita acompanhado de água. Na verdade, as redes de fast-food já cria pacotes onde o cliente paga um determinado valor pelo hambúrger, batata e refrigerante.

O que pouca gente sabe, é que as máquinas de refrigerantes não passam por uma higienização.

De acordo com um estudo americano, divulgado pela CNN, 48% das máquinas de refrigerantes possuem bactérias coliformes, as que também são encontradas nas fezes. A dica é fugir desses refris e optar por bebidas lacradas.

Hambúrguer com grelhas falsas

10-segredos-que-voce-nem-imagina-sobre-as-comidas-de-fast-foods grelha

Foto: reprodução

Sabe essas marquinhas de grelha que por vezes podem ser encontradas nas carnes dos hambúrgueres? Pois então, elas são falsas!

Isso mesmo, as empresas que processam essas carnes também são as responsáveis por essas marquinhas. Para elas, isso é um motivo a mais para deixar os clientes com água na boca.


Milk-shakes maléficos

10-segredos-que-voce-nem-imagina-sobre-as-comidas-de-fast-foods fruta

Foto: reprodução

Se você pensa que só os hambúrgueres são prejudiciais à saúde, está enganado. Os milk-shakes comercializados nas empresas de fast-food, segundo a Discovery, podem ter mais de 50 produtos químicos em suas composições, sendo mais artificial que qualquer outra coisa. Muito raramente existe alguma fruta real nessas bebidas.

Batatas velhas

10-segredos-que-voce-nem-imagina-sobre-as-comidas-de-fast-foods batata

Foto: reprodução

Como o próprio nome já diz, as fast-food, são comidas rápidas. Ou seja, elas precisam ficar prontas rápidas, para atender mais clientes e receber mais por isso.

Nessa linha de pensamento, não tem como ficar fritando uma porção de batata de cada vez, sendo assim elas são preparadas em grandes quantidades e a medida que um pedido for sendo feito elas serão utilizadas.

Em outras palavras, são velhas. Para conseguir uma porção nova, peça sem sal. Eles terão que assar um nova porção na hora.

Epidemia de fast-food

10-segredos-que-voce-nem-imagina-sobre-as-comidas-de-fast-foods epidemia (2)

Foto: reprodução

Como já mencionado no início deste artigo, o comércio de alimentos de processamento rápido está em alta e a tendência parece que é aumentar ainda mais.

A estimativa é que as vendas pulem para R$ 75 bilhões, em 2018. O ritmo dos brasileiros está semelhante ao dos Estados Unidos, país onde essa prática surgiu.

Limões nas bebidas

10-segredos-que-voce-nem-imagina-sobre-as-comidas-de-fast-foods limao

Foto: reprodução

De acordo com o site Discovery, geralmente, os limões ofertados pelas redes de fast-food não passam por uma lavagem correta e são adicionados aos refrigerantes e bebidas de qualquer forma.

Assim, as cascas do limão podem está infectadas e a ingestão disso pode lhe causar algum efeito colateral. Se sua bebida vier com limão, jogue fora.

Hambúrguer com carnes misturadas

10-segredos-que-voce-nem-imagina-sobre-as-comidas-de-fast-foods carne

foto: reprodução

As carnes dos hambúrgueres raramente vem de apenas uma vaca. Ainda segundo a publicação feita pelo site da Discovery, uma carne pode ser feita a partir de 100 vacas!

Trabalho escravo

10-segredos-que-voce-nem-imagina-sobre-as-comidas-de-fast-foods escravo

Foto: reprodução

Você pode achar irrelevante o fato de está fazendo mal à sua própria saúde. Porém, as redes de fast-food vão além de processarem alimentos maléficos, elas também apelam para o trabalho escravo, de acordo com a Discovery.

Então fica a alerta, não é apenas a sua saúde que está em jogo, mas também a vida de muitas pessoas.


Reportar erro