Trate a caspa com o chá de tomilho

Algumas pessoas são geneticamente predispostas a irritação pelo fungo que causa esse problema

Sabia que é possível tratar a caspa com chá de tomilho? A caspa é um problema comum que atinge muitas pessoas. Também conhecida como dermatite seborreica, é um tipo de processo inflamatório, não contagioso, que provoca a descamação da pele, causando vermelhidão e coceira. É uma patologia crônica, ou seja, não tem cura, mas é facilmente controlada com o tratamento adequado.

Segundo a dermatologista Cínthia Orasmo, as lesões surgem nas áreas da pele com maior produção de oleosidade e ricas em glândulas de sebo. “No couro cabeludo é mais comum, mas também é possível atingir a área das sobrancelhas, pálpebras, nariz, área da barba, região peitoral, ouvido, atrás das orelhas e costas”, diz.

Atualmente, a teoria mais aceita em relação a uma possível causa para o surgimento da caspa, é que as glândulas de sebo e a oleosidade produzida por elas, levam a um aumento na quantidade de fungos do gênero Malassezia. “O fungo Malassezia faz parte dos germes normais da pele, sendo encontrado facilmente nas pessoas, mas a forma como o sistema imunológico de cada pessoa lida com sua presença é que causa inflamação e os demais sintomas da caspa. Ou seja, algumas pessoas são geneticamente predispostas a irritação pelo Malassezia”, explica a médica.

Atualmente, existem vários tratamentos que ajudam a amenizar os desconforto causados pela caspa. Mas, para quem gosta de soluções naturais, o chá de tomilho pode ser uma ótima opção para tratar esse problema.

O chá de tomilho para tratar caspa

O tomilho (Thymus vulgaris) é uma erva muito utilizada para fins medicinais e também como especiaria culinária na forma de tempero ou compondo diversas receitas. De aroma agradável e sabor amargo, essa planta pode trazer inúmeras vantagens para a saúde.

“O tomilho é antialérgico, anti-inflamatório, antisséptico e antimicrobiano. Nele estão presentes altos índices dos chamados compostos fenólicos, principalmente o timol, o eugenol e o carvacrol, que são poderosos antioxidantes. Além disso, também é rico em vitamina A, vitamina C, ferro, cálcio, magnésio, potássio e fibras”, aponta a nutricionista Orion Araújo.

Xícara com chá de tomilho

O chá de tomilho é um remédio natural eficaz para diminuir o problema da caspa (Foto: depositphotos)

 

Devido a essas atribuições, o chá de tomilho é um remédio natural eficaz para diminuir o problema da caspa. As propriedades antissépticas e antimicrobianas auxiliam na redução das caspas, da coceira na cabeça e a combater o fungo causador da doença. Além disso, ele melhora a circulação sanguínea, o que também ajuda a recuperar o couro cabeludo, fortalecer o cabelo e reduzir a queda dos fios, sintoma muito comum de quem sofre com caspas em grande quantidade.

Além disso, Orion diz que outro benefício do tomilho é que ele previne doenças crônicas.Os já citados compostos fenólicos (timol, carvacrol e eugenol) desempenham uma série de propriedades fisiológicas, fazendo desta erva um alimento poderoso na prevenção de doenças crônicas”. Isso prova mais uma vez a eficácia da erva para a caspa, já que ela também é considerada uma doença crônica.

Veja também: Livre-se da caspa fazendo 10 tratamentos naturais e caseiros

Como preparar o chá?

O chá é uma das melhores formas de se consumir o tomilho para fins medicinais, pois mantém boas concentrações dos nutrientes presentes nesta planta. Para preparar, utilize 4 colheres (de sopa) de tomilho para 2 xícaras de água.

Adicione o tomilho na xícara com água fervente e tampe. Deixe a mistura descansar por aproximadamente 10 minutos. Após o chá esfriar, coe e aplique no cabelo molhado, massageando suavemente a cabeça para espalhar a mistura. Certifique-se que o chá atingiu todo o couro cabeludo. Deixar o cabelo secar sem enxaguar novamente.

Para tratar a caspa, o chá de tomilho é mais eficiente ao ser aplicado nos cabelos, mas também é possível consumi-lo como bebida. Para isso, Orion recomenda: “o ideal é não passar de 3 xícaras ao dia, ou seja, 1 colher (de sopa) da erva seca para 1 litro de água”.

Apesar do chá de tomilho ser um ótimo tratamento natural, nos casos mais graves de caspa, onde as lesões do couro cabeludo ultrapassam os limites dos cabelos, tornando-se visíveis, em que há muita vermelhidão, coceira e descamação intensa, o ideal é se consultar com um dermatologista, para que ele prescreva os medicamentos adequados para controlar o problema.

Outras opções de tratamento para a caspa

Ainda em relação a soluções caseiras, o tratamento também pode ser feito utilizando outras plantas medicinais como a sálvia, o alecrim, aloe vera e sabugueiro; que também devem ser usadas na forma de chá e aplicadas diretamente no couro cabeludo.

Cínthia diz que, de maneira geral, a caspa pode ser bem controlada ao ponto de não incomodar o paciente. “Nos casos leves, somente caspa no couro cabeludo, podem ser tratados com shampoos anti caspa, sendo que a diferença entre os shampoos está nos diferentes ativos, dentre eles o sulfeto de selênio, ciclopirox, ácido salicílico, alcatrão, piritionato de zinco, cetoconazol e clotrimazol. Já se as lesões forem muito intensas é preciso acrescentar loções ou shampoos especiais com corticoides para um controle mais efetivo”, explica a dermatologista.

Lembrando que apenas médicos especializados podem receitar os medicamentos e até mesmo os produtos corretos para cada tipo de tratamento.

Veja tambémQuais remédios caseiros posso fazer para tratar caspa no cabelo

Csspa no cabelo

A caspa não tem cura, mas pode ser facilmente controlada (Foto: depositphotos)

Formas de prevenção

Chíntia explica que a dermatite seborreica tem períodos de exacerbação e costuma ter alguns fatores que desencadeiam e/ou pioram as lesões. Portanto, seguem algumas medidas que podem ajudar a prevenir ou amenizar esse problema:

    • Evite tomar banhos muito quentes;
    • Não utilize o secador de cabelo com muita frequência em temperatura alta, pois isso pode ocasionar o ressecamento do couro cabeludo e provocar a descamação;
    • Lave os cabelos pelo menos três vezes por semana com água morna ou fria;
    • Enxágue bem o cabelo após usar o shampoo para retirar todos os resíduos do produto no couro cabeludo;
    • Evite consumir bebidas alcoólicas em excesso;
    • Procure manter alimentação e hábitos saudáveis, evitando comidas muito gordurosas;
    • Tabagismo também não é indicado;
    • Não durma ou prenda os cabelos molhados;
    • Evite usar bonés e chapéus por muito tempo para não abafar muito a cabeça.

Além destes fatores, outras condições podem piorar ou desencadear a caspa. Entre elas, estão: casos de alterações hormonais, cansaço, estresse, clima frio e seco e até a utilização de alguns remédios, como os antibióticos.

*Informações sobre as especialistas entrevistadas

Dra Cínthia Orasmo
Dermatologista CRM SP 134.438 / RQE 62.645

Orion Araújo
Nutricionista
Mestre em Alimentação, Nutrição e Saúde pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ)
Especialista em Nutrição Clínica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Sobre o autor

Jornalista (MTB-RJ: 36167), formada em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela PUC-Rio e especialização em Jornalismo Cultural, pela UERJ. Como redatora web, escreve matérias sobre assuntos diversos. Também atua na área de marketing de conteúdo e produção audiovisual.