Benefícios da semente de mamão

Você sabia que consumir as sementes do mamão faz bem? Diversos estudos têm comprovado a ação positiva desse hábito para a saúde. Ao contrário do que se costuma fazer, desperdiçar esses caroços é um grande erro.

Isso porque, apesar do gosto amargo, ele agrega muitos benefícios, atuando como um poderoso laxante natural. Além disso, faz bem ao intestino, melhorando seu funcionamento, e também consegue combater vermes.

E o melhor de tudo é que temos esse fruto em abundância no Brasil. Na verdade, o local de origem do mamão é a América Central, mas é o Brasil que detém o título de maior produtor mundial dessa fruta. Sua polpa é muito consumida in natura, na forma de sucos e doces.

Sementes de mamão

Por serem ricas em fibras, essas sementes dão saciedade, o que ajuda em dietas para emagrecer (Foto: depositphotos)

No entanto, suas sementes, que correspondem em média a 14% do peso do fruto, constituem geralmente material de descarte tanto na indústria de alimentos como no consumo doméstico (1).

Os principais benefícios das sementes de mamão

É possível verificar a relação das sementes do mamão com as atividades anti-protozoária, anti-helmíntica e antibacteriana, além da ação laxante.

Combate vermes

Um dos maiores benefícios do consumo das sementes de mamão é seu poder anti-helmíntico. É o que afirma uma pesquisa realizada no Instituto Municipal de Ensino Superior de Assis, em São Paulo (2). Segundo o estudo, um composto chamado de isotiocianato de benzila é o responsável por essa propriedade do ingrediente, combatendo desde bactérias a fungos, vírus e protozoários.

Estudo semelhante realizado em Minas Gerais (3) verificou, a partir do uso da semente de mamão, a inibição do crescimento de colônias de Staphylococcus aureus (bactéria presente na pele e fossas nasais, responsáveis por doenças de pele e respiratórias), Bacillus cereus (bactéria que causa infecção alimentar) e Escherichia coli (bactéria causadora de infecções gastrointestinais), entre outras.

Em resumo, acrescentar as sementes de mamão ao consumo diário impede a evolução de infecções e controla a manifestação de vermes e parasitas no organismo.

Favorece o funcionamento intestinal

As sementes de mamão são ricas em fibra, o que acelera o trânsito intestinal e favorece a formação das fezes. Seu consumo é muito indicado para resolver casos de constipação intestinal, atuando como poderoso laxante natural. (4)

Dá saciedade

O consumo das sementes do mamão não desencadeia efeitos diuréticos ou termogênicos expressivos quando comparado a outros alimentos, mas por ser um composto rico em fibras, necessita de mais tempo para ser digerido, passando mais tempo no organismo, o que gera saciedade. Ou seja, a pessoa demora mais tempo para sentir fome. Com isso, passa a comer menos e evita de “beliscar” fora de hora. Dessa forma, as sementes de mamão ajudam, de forma indireta, a emagrecer.

Como consumir

Existe uma verdadeira gama de opções para fazer uso das sementes do mamão. Além do consumo in natura, existe também a possibilidade de fazer a farinha das sementes tornando ainda mais fácil as combinações na cozinha.

In natura

Os caroços puros podem ser comidos junto com a fruta. Eles também podem ser adicionados a saladas de frutas, saladas tropicais, misturados aos legumes grelhados ou servidos dentro de sopas e ensopados.

Nessa configuração, algumas pessoas podem estranhar o amargor das sementes. Então, quando for usar os caroços nas receitas de shakes, sucos e vitaminas, invista também na combinação com outros ingredientes de sabor marcante para abrandar o gosto das sementes do mamão. A dica é apostar em limão, abacaxi, gengibre, hortelã e laranja.

Farinha das sementes do mamão

As sementes em forma de farinha podem ser usadas nas receitas acimas citadas de modo a facilitar sua ingestão. Mas também pode substituir a pimenta do reino no tempero de carnes e peixes. Esse uso é possível graças ao sabor picante que possui depois de serem moídas.

Uma dica é fazer um mix de tempero. Utilizando as mesmas quantidades de sal, alho em pó, sementes de mamão moídas e ervas a gosto. Esse tempero pronto pode ser usado para temperar carnes e frangos antes de assar.

Como fazer a farinha

O primeiro passo é retirar as sementes e lavar em água corrente com a ajuda de uma peneira. Em seguida, coloque as sementes numa assadeira coberta com papel manteiga. Asse por aproximadamente 3 horas, ou até que os caroços fiquem enrugados. Depois de frio, moa com pilão. Pode usar um liquidificador para triturar também.

Receitas

Molho

Pote com molho para salada

O molho das sementes de mamão pode ser usado em carnes e saladas (Foto: depositphotos)

Ingredientes

  • 1 xícara de azeite de oliva
  • 1/3 xícara de vinagre de vinho tinto
  • 1/3 xícara de sementes de mamão
  • ½ xícara de cebola branca picada
  • 1 colher (de sopa) de mel
  • 2 colheres (de chá) de molho de mostarda
  • Sal marinho.

Modo de preparo

Bata no liquidificador e guarde em recipiente fechado na geladeira. Use em saladas ou para acompanhar carnes.

Essa receita foi retirada do site Gostos e Delícias

Bolo

Fatia de bolo de semente de mamão

Além de nutritiva, essa receita pode ser consumida por intolerantes à lactose (Foto: Reprodução | Sesc SP)

Ingredientes

  • 1 xícara de mamão papaia picado
  • 1 xícara de óleo
  • 3 ovos inteiros
  • 1 xícara e ½ de açúcar
  • 1 colher (de sopa) de fermento em pó
  • ½ xícara de farinha de semente de mamão
  • 1 xícara e ½ de farinha de trigo.

Para a calda

  • 2 xícaras de açúcar
  • 1 xícara de suco de laranja.

Modo de preparo

Bata no liquidificador o mamão, os ovos e o óleo, até virar uma pasta. Após batido, junte em uma bacia o açúcar, as farinhas e o fermento e misture bem. Coloque em uma forma untada com manteiga e farinha e leve ao forno por 40 minutos. Para fazer a calda: leve o açúcar e o suco de laranja ao fogo e deixe ferver até engrossar.

Essa receita foi retirada do site Sesc SP

Geleia

Geleia no pão

A geleia condensa todos os nutrientes, sem apresentar o amargor característico das sementes do mamão (Foto: depositphotos)

Ingredientes

  • 3 xícaras de sementes de mamão
  • 2 xícaras e ½ de açúcar
  • 1 xícara de água.

Modo de preparo

Coloque as sementes em uma panela, cubra com água e leve para cozinhar por 15 minutos. Escorra a água, coloque as sementes no liquidificador e acrescente a xícara de água. Bata, depois peneire. Coloque o líquido coado em uma panela, acrescente o açúcar e leve ao fogo, mexendo até engrossar. Guarde em vidro tampado.

Essa receita foi retirada do site Petit Chef

Contraindicações e precauções

As mulheres grávidas devem consumir esse ingrediente sem exageros e sob orientação e acompanhamento médico. Por serem picantes, essas sementes mudam o PH do estômago, podendo gerar azia e refluxo.

Alguns compostos presentes nas sementes de mamão podem reduzir a fertilidade (4), portanto, se sua intenção é engravidar, vale a pena evitar esse alimento. Pessoas alérgicas devem interromper o consumo caso desencadeie reações.

Referências

(1) JORGE, Neuza; MALACRIDA, Cassia Roberta. Extratos de sementes de mamão (CARICA PAPAYA L.) como fonte de antioxidantes naturais, Universidade Estadual Paulista – SP, 2008. Disponível em: http://200.145.71.150/seer/index.php/alimentos/article/view/638/536 . Acesso em: 10 de setembro de 2019.

(2) OLIVEIRA, Lucas Ribeiro de. Atividade antibacteriana da semente do mamão papaia (Carica papaya L.), Instituto Municipal de Ensino Superior de Assis – SP, 2015. Disponível em: https://cepein.femanet.com.br/BDigital/arqTccs/1211360158.pdf . Acesso em: 10 de setembro de 2019.

(3) VALIATTI, Tiago Barcelos ET AL. Estudo fitoquímico e análise das atividades citotóxica e antibacteriana das flores masculinas de Carica sp., Universidade Vale do Rio Verde – MG, 2018. Disponível em: http://periodicos.unincor.br/index.php/revistaunincor/article/view/4377/pdf_821 . Acesso em: 10 de setembro de 2019.

(4) PORTE, Alexandre ET AL. Propriedades funcionais tecnológicas das farinhas de sementes de mamão (Carica papaya) e de abóbora (Cucurbita sp), Centro Universitário Augusto Motta – RJ, 2010. Disponível em: http://www.deag.ufcg.edu.br/rbpa/rev131/Art13112.pdf . Acesso em: 10 de setembro de 2019.

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.

Sobre o autor

Lívia Mota
Jornalista (DRT-PE: 4909), possui especialização em marketing e acumula experiência de mais de 10 anos no ramo da comunicação. Seu currículo reúne conhecimento nas áreas de produção e monitoramento de conteúdo para web, em comunicação empresarial interna e externa e na prestação de assessoria. Trabalhou no jornalismo impresso e digital com repórter, tendo passado pelas editorias de política, economia, cultura, polícia e cidades. Atualmente é editora da empresa iHaa Network, conglomerado de sites no qual o Remédio Caseiro faz parte.