Sapoti: o que é e benefícios

O sapoti é uma fruta tropical, de sabor doce e agradável, muito comum na região Nordeste do Brasil. Apesar de muito adaptável, essa fruta não é das mais fáceis de ser encontrada. Sua busca vale a pena pela capacidade que ela tem de combater a anemia, fortalecer a saúde do coração e atuar contra a prisão de ventre, sendo um verdadeiro laxante natural.

Além das vantagens para a saúde, seus valores para a gastronomia são muitos. Ele pode ser matéria-prima para sucos, geleias e sorvetes. A seguir conheça mais sobre o sapoti e aprenda algumas receitinhas diferentes para você surpreender as visitas.

Os principais benefícios do sapoti

O sapoti pode ser considerado um alimento completo, pois é rico em vitaminas, carboidratos, proteínas e fibras. E é com base nessa última que encabeçamos a lista dos benefícios do sapoti. (1)

Imagem dos benefícios do sapoti

É um laxante natural

O sapoti consegue restabelecer o fluxo intestinal melhorando os sintomas do intestino preso. Essa atuação se dá graças a presença das fibras na composição da fruta. A fibra é uma porção do alimento que não é absorvida, passando direto pelo intestino delgado, sendo fermentada, em grande parte, no intestino grosso.

Essa ação favorece o desenvolvimento de bactérias benéficas que ajudam no trânsito intestinal e que contribuem para regularidade das evacuações. No entanto, para atingir o efeito laxante, é importante ingerir água, pois o resultado pode ser o inverso uma vez que a fibra retém água.

Combate a anemia

O Ministério da Saúde aponta a anemia como um dos principais problemas de saúde pública mundial, chegando a acometer mais de 2 bilhões de pessoas. E a metade dos casos é determinada pela deficiência de ferro. (2)

O ferro é um dos principais componentes da hemoglobina, pigmento vermelho do sangue. Quando os valores da hemoglobina estão abaixo do normal, define-se como quadro de anemia, que tem como sintomas: palidez, cansaço, falta de apetite, apatia e taquicardia.

Segundo estudo realizado pelo núcleo de pesquisa da Embrapa, o ferro é o elemento presente em maior quantidade em todas as partes do fruto. A abundância desse nutriente na sua composição, torna o sapoti em um forte aliado contra a doença. (3)

Fortalece o imunológico

A deficiência de zinco torna o corpo mais suscetível às infecções virais. Esse mineral, que também aparece em quantidades expressivas na estrutura do sapoti, está associado a produção de linfócitos, que são importantes células de defesa, o que torna o sistema imunológico mais forte e protegido contra gripes, resfriados, conjuntivite e outras infecções.

Evita problemas no coração e nos músculos

O sapoti apresenta elevados valores de sódio, sendo a fruta tropical mais rica nesse nutriente. Além do sódio, o potássio também foi encontrado em grande escala. Esses dois nutrientes juntos agregam valor tanto para a saúde do coração quanto para a os músculos. (2)

A principal função da dupla é balancear a quantidade de água no corpo. Enquanto o sódio atua retendo líquidos, o potássio contribui para a eliminação dele. Ou seja, os dois trabalham em conjunto para manter o equilíbrio de água no corpo.

A harmonia entre eles é importante porque o excesso de líquido circulando no corpo faz com que o coração precise trabalhar mais para bombear uma maior quantidade de sangue. Essa sobrecarga pode levar ao infarto ou AVC (Acidente Vascular Cerebral).

Também são responsáveis pelas contrações musculares. A ausência deles pode acarretar em fraqueza muscular.

Tabela nutricional

Porção de 100 gramas Quantidade por porção
Valor energético 83 Kcal
Proteína 0,44 g
Carboidrato 19,96 g
Colesterol 0
Fibra 5,3 g
Cálcio 21 mg
Ferro 0,8 mg
Magnésio 12 mg
Fósforo 12 mg
Potássio 193 mg
Sódio 12 mg
Zinco 0,1 mg
Vitamina C 14,7 mg

* Valores diários de referência com base em uma dieta de 2000kcal ou 8400kj. Seus valores diários podem ser maiores ou menores dependendo de suas necessidades energéticas. Dados retirados do Serviço de pesquisa agrícola do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos, USDA.

Como comer

A forma mais usual de se consumir os frutos de sapoti é in natura. A fruta, quando madura e depois de descascada, pode ser consumida diretamente, assim como se faz com a maçã. Também pode ser comida com colher, cortando a fruta ao meio e usando uma colher para extrair sua polpa.

No entanto, existe uma infinidade de outras formas para se consumir o sapoti: sucos, geleias, saladas de fruta, sorvete e doces em geral são algumas opções.

Receitas

Suco

Ingredientes

  • 200 g de polpa de sapoti
  • 1 xícara de água
  • 4 colheres (de sopa) de açúcar
  • 1 xícara de gelo.

Modo de preparo

Bata todos os ingredientes no liquidificador e sirva.

Essa receita foi retirada do site Receitas de Vovó

Geleia

Ingredientes

  • 1 kg de sapotis
  • 500g de açúcar
  • Suco de meio limão
  • 1 pitada de sal.

Modo de preparo

Após lavar as frutas, coloque-as numa panela com água e cozinhe até ficarem macias. Escorra e descasque. Coloque a polpa da fruta numa panela junto aos demais ingredientes e cubra com água. Deixe ferver até soltar do fundo.

Essa receita foi retirada do site Cozinha da Márcia

Sorvete

Ingredientes

  • 1 lata de creme de leite
  • 1 lata de leite condensado
  • 1 lata (a mesma do leite condensado) de leite
  • 2 latas de polpa de sapoti.

Modo de preparo

Bata todos os ingredientes no liquidificador e ponha para congelar.

Essa receita foi retirada do site Flávio Chaves

Contraindicações e efeitos colaterais

Não foram encontradas contraindicações ou efeitos colaterais na literatura consultada.

Características

Sapotis inteiros e cortado ao meio

Por ser composto de ferro, o consumo do sapoti ajuda no combate a anemia (Foto: depositphotos)

O sapotizeiro é uma espécie frutífera natural do México e América Central. Atualmente seu fruto é explorado comercialmente, sobretudo, na Índia, Filipinas, Malásia, México, Venezuela, Brasil e países da América Central. (3)

O pé de sapoti é uma árvore de crescimento lento mas de porte elevado, podendo atingir até 20 m de altura. A polpa do fruto é suculenta, de coloração amarelada e textura macia, seu sabor é doce e agradável.

Curiosidade

O látex extraído do tronco dessa árvore já foi matéria-prima usada para a fabricação de chiclete. Isso aconteceu por muitos anos, no entanto, hoje gomas sintéticas substituíram as naturais. (3)

Referências

(1) SUGUINO, Eduardo et al. Produção de mudas de sapotizeiro por meio da estaquia em diferentes substratos, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, 2011.

(2) Ministério da Saúde. Anemia por deficiência de ferro, 2014. Disponível em: http://portalarquivos.saude.gov.br/images/pdf/2014/dezembro/15/Anemia-por-Defici–ncia-de-Ferro.pdf . Acesso em: 12 de setembro de 2019.

(3) JÚNIOR, Josué Francisco da Silva. O sapotizeiro no Brasil, Embrapa Tabuleiros Costeiros, 2014. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452014000100011 . Acesso em: 12 de setembro de 2019.

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.

Sobre o autor

Lívia Mota
Jornalista (DRT-PE: 4909), possui especialização em marketing e acumula experiência de mais de 10 anos no ramo da comunicação. Seu currículo reúne conhecimento nas áreas de produção e monitoramento de conteúdo para web, em comunicação empresarial interna e externa e na prestação de assessoria. Trabalhou no jornalismo impresso e digital com repórter, tendo passado pelas editorias de política, economia, cultura, polícia e cidades. Atualmente é editora da empresa iHaa Network, conglomerado de sites no qual o Remédio Caseiro faz parte.