6 benefícios do sândalo e seu óleo

Para quem não sabe, sândalo é uma planta originária da Índia e é tida como uma árvore sagrada. Sua madeira é cheirosa e por isso é muito utilizada na perfumaria e aromaterapia, rendendo um óleo perfeito para massagens.

Uma das principais propriedades dessa planta e de seu óleo é a ação relaxante. Mas também são utilizados como estimulantes do sistema imunológico.

Folhas e flores da planta sândalo
Além de tratar a pele, o sândalo pode ser usado para melhorar a meditação (Foto: depositphotos)

Outro grande benefício do sândalo é seu efeito hidratante para pele seca. Além de atuar no tratamento e prevenção de alguns problemas dermatológicos.

Óleo de sândalo: 6 benefícios

Os efeitos positivos do óleo dessa planta são resultados da composição simples que ela possui. Diferentemente de outros óleos essenciais, o de sândalo é composto basicamente por um único componente, o santalol. Para você ter uma noção, 95% dele é formado por essa substância, enquanto os outros 5% têm composição diversa. (1)

1- Protege e cuida do sistema nervoso

Esse produto natural possui efeito relaxante e sedativo sobre os nervos. Por essa razão, é muito indicado para o tratamento de depressão, ansiedade e problemas relacionados ao estresse.

Além disso, também é benéfico em casos como dores de cabeça, tensão nervosa e insônia, pois promove um sono reparador e alivia mentes ansiosas. Por fim, é um facilitador da meditação, assim como o óleo de mirra. (2,3,4,5)

2- Estimula o sistema imunológico

Assim como o gengibre é muito indicado para problemas como gripes e resfriados, o sândalo também é. Isso porque, ambos possuem uma ação chamada adstringente, ajudando a resolver a congestão da muscosa e a fortalecer o sistema imune.

Aliado à essa ação, ainda podemos contar com o efeito calmante. Portanto, a árvore sagrada da Índia rende um óleo que pode servir para tratar infecções respiratórias, tosse seca e bronquite crônica. (1,2,3)

3- Combate infecções

Outras ações desse óleo essencial são o tratamento e a prevenção de infecções. Além de ajudar a restaurar a mucosa já afetada pelos agentes infecciosos, esse remédio natural também diminui o risco desses problemas.

Uma das regiões mais beneficiadas por esses efeitos é o trato geniturinário, referente aos órgãos genitais e urinários. Por essa razão, os tratamentos para cistite e gonorreia podem ser fortalecidos com sândalo.

Também contribuem com esses benefícios as propriedades antiviral, antimicrobiana e antifúngica que estão presentes na planta indiana. Elas são responsáveis pelo combate aos mais diversos tipos de micro-organismos causadores de doenças, como vírus, bactérias e fungos. (2,3,5)

4- Protege o fígado

Santalum album L, nome científico da planta, apresenta atividade hepatoprotetora. Muitos medicamentos podem sobrecarregar o fígado, fazendo com que o órgão perca sua funcionalidade natural.

O paracetamol, quando ingerido em excesso, é um exemplo desses remédios que atacam o órgão. Mas, quando falamos sobre a proteção hepática, estamos nos referindo à proteção que o fígado recebe contra essas substâncias químicas. (2)

5- Auxilia na prevenção de doenças degenerativas

Câncer, diabetes e mal de Alzeimer são algumas das doenças consideradas degenerativas. Mas, para entender a ação preventiva do óleo de sândalo sobre essas enfermidades, é preciso compreender o que significa a atividade antioxidante.

Diariamente, o nosso organismo recebe uma enorme demanda de radicais livres, seja pela poluição, por uma alimentação inadequada ou até mesmo pela alta exposição aos raios solares.

Os radicais livres são moléculas consideradas instáveis, pois em quantidades normais são inofensivos ao corpo, mas quando em excesso podem atacar as nossas células saudáveis, causando assim um processo de oxidação.

Portanto, os antioxidantes agem no sentido de bloquear a ação ofensiva dessas moléculas, impedindo o seu ataque e protegendo a integridade das células.

As doenças citadas no início desse tópico podem ser causadas por esse ataque. Sendo assim, uma forma de evitá-las é usando produtos ou alimentos antioxidantes cotidianamente. (2)

Já no caso específico do câncer, o óleo em questão também tem um efeito antiproliferativo. Isso significa dizer que ele ajuda a impedir o desenvolvimento e a multiplicação das células tumorais. (3)

6- Cuida da saúde da pele

Homens e mulheres podem aproveitar desse benefício, pois o óleo é apropriado para qualquer tipo de pele. No caso das peles oleosas, o melhor é usá-lo nas acnes.

No entanto, ele é ainda mais eficiente em peles que perdem umidade facilmente. Por isso, quem sofre com pele seca pode aproveitar das propriedades emoliente, calmante, hidratante e refrescante.

Entre os tratamentos efetivos com esse produto estão as rachaduras, sensibilidade, inflamação ou ressecamento. Também pode aliviar eczema e psoríase.

Além de tratar doenças inflamatórias e eruptivas na epiderme, óleo de sândalo é indicado ainda para auxiliar no tratamento de câncer de pele. Isso porque, ele consegue diminuir a multiplicidade dos tumores nessa região. (2,6)

Como usá-lo na aromaterapia?

A aromaterapia permite usar produtos naturais de diversas formas como em massagens, banhos, assentos, pomadas, compressas etc. Em todas essas variações externas o óleo de sândalo é bem-vindo e pode ser empregado sozinho ou acompanhado de outros.

Ele também pode ser aplicado como uma loção pós-barba ou creme. Mas uma outra atuação importante é através da inalação, principalmente para tratar de problemas respiratórios. (2)

A seguir você confere uma dica de como aproveitar os benefícios desse óleo para massagens!

Receita de mistura anti-estresse

  • 20 ml de óleo de semente de uva
  • 5 gotas de sândalo
  • 3 gotas de lavanda
  • 2 gotas de óleo de laranja.

Misture todos os óleos e faça uma massagem nos ombros, costas e até nos pés. Tanto o uso tópico como a inalação do cheiro dessa receita vão ajudar a diminuir o estresse. (5)

Outras utilizações: perfumaria e incenso

Por ser conhecida como madeira cheirosa, a planta pode ser usada no preparo de outros produtos como perfumes e incenso. Ambos possuem um cheiro característico do sândalo e no último caso, é perfeito para ativar a meditação.

Sândalo pode fazer mal?

Em pessoas sensíveis, ele pode causar irritação na pele. Sendo assim, recomenda-se fazer um teste em uma parte pequena do corpo, e só depois aplicar onde se deseja.

O uso de óleo de sândalo em grávidas e lactantes é incerto, por isso que não se deve usar nesses períodos. (7)

Referências

(1) ANDREI, Patrícia; COMUNE, Aparecida Peres Del. “Aromaterapia e suas aplicações“. Centro Universitário S. Camilo, São Paulo, v. 11, n. 4, p. 57-68, 2005. Disponível em: http://www.saocamilo-sp.br/pdf/cadernos/36/07_aromaterapia.pdf. Acesso em: 28 de novembro de 2019.

(2) KUMAR, Rakesh; ANJUM, Nishat; TRIPATHI, Y. C. “Phytochemistry and pharmacology of Santalum album L.: a review”. Chemistry Division, Forest Research Institute, New Forest, Dehradun, Índia. 2015. Disponível em: https://wjpr.net/admin/assets/article_issue/1443612188.pdf. Acesso em: 28 de novembro de 2019.

(3) FERREIRA, Ana Rita Alves. “Uso de óleos essenciais como agentes terapêuticos“. Universidade Fernando Pessoa, 2014. Disponível em: https://bdigital.ufp.pt/bitstream/10284/4513/1/PPG_21290.pdf. Acesso em: 28 de novembro de 2019.

(4) SETZER, William N. “Essential oils and anxiolytic aromatherapy“. Natural Product Communications, 2009. Disponível em: https://doi.org/10.1177/1934578X0900400928. Acesso em: 28 de novembro de 2019.

(5) CRUZ, Mari Gema Fontelles De La. “O uso de óleos essenciais na terapêutica“. Centro Universitário de Várzea Grande (UNIVAG). Disponível em: http://laszlo.ind.br/admin/artigos/arquivos/oleosnaterapeutica.pdf. Acesso em: 28 de novembro de 2019.

(6) ZHANG, Xiaoying; SWIVEDI, Chandradhar. “Skin cancer chemoprevention by alpha-santalol“. Frotiers in Bioscience, 2011. Disponível em: https://www.bioscience.org/2011/v3s/af/186/fulltext.htm. Acesso em: 28 de novembro de 2019.

(7) DRUGS. “Sandalwood Oil“. 2019. Disponível em: https://www.drugs.com/npp/sandalwood-oil.html. Acesso em: 28 de novembro de 2019.

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.

Sobre o autor

Avatar
Jornalista (MTB-PE: 6750), formada em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, pela UniFavip-DeVry, escreve artigos para os mais diversos veículos. Produz um conteúdo original, é atualizada com as noções de SEO e tem versatilidade na produção dos textos.