Saiba como dar adeus aos suores da menopausa com remédios caseiros

A Erva-de-São-Cristóvão pode ser uma forte aliada

Entre os 45 e 50 anos, as mulheres passam por um período chamado de menopausa. Não trata-se de uma doença, mas sim de uma marco transitório no organismo feminino.

Este fenômeno é natural e ocorre em todas as mulheres, em umas mais cedo do que outras. Quando surge, este evento provoca modificações no funcionamento do corpo, como irritações mentais, ressecamento vagina, lapsos de memória, ciclo menstrual desregulado, oscilações de humor e a famosa sudorese.

De todos os sinais que surgem nesta fase da vida, as mulheres costumam reclamar muito de um calor exacerbado, mesmo que não esteja uma temperatura alta. A sudorese, muitas vezes, ocorre de madrugada e isso pode acarretar em noites mal dormidas e até insônia. Por esta razão, é importante tomar algumas medidas para evitar este desconforto.

As grandes quantidades de suor que ocorrem na menopausa podem ser controladas

A sudorese, muitas vezes, ocorre de madrugada e acarreta em noites mal dormidas (Foto: Pixabay)

Remédios naturais para tratar a sudorese da menopausa

As grandes quantidades de suor que ocorrem na menopausa podem ser controladas com o uso de alguns produtos que podem ser facilmente encontrados em lojas de produtos naturais. De acordo com o livro “1.001 Remédios Caseiros”, da editora Seleções Reader’s Digest, há, pelo menos, duas receitas caseiras para afastar a sudorese, são elas:

Erva-de-São-Cristóvão

Compre a tintura de erva-de-São-Cristóvão e tome de 0,5 a 1 ml puro. Esta mesma quantidade também pode ser ingerida através da mistura com um meio copo de suco ou água, técnica que deixa o remédio um pouco mais saboroso. Você pode tomar este produto de duas até quatro vezes ao dia, seguindo o tratamento de seis semanas consecutivas e quatro não.

Veja também: Alimente-se bem e evite os sintomas da menopausa

De acordo com pesquisadores, esta erva tem a capacidade de diminuir o calor, tendo em vista que ela reduz os níveis do hormônio luteinizante (LH) da corrente sanguínea, o qual dilata os vasos sanguíneos e provocam o sentimento de calor. Mas, além de combater o calor, esta mesma tintura tem a função de controlar o nervosismo, a depressão e até mesmo o ressecamento vaginal.

Tintura de sálvia

Também sendo um remédio natural para amenizar os suores, a tintura de sálvia pode ser utilizada da seguinte forma: misturar de três a 15 gotas deste produto em meio copo de água ou de algum chá. A quantidade indicada é de três vezes ao dia. Este produto ainda é benéfico no tratamento de outros 60 problemas de saúde, é tanto que seu próprio nome vem do latim salvere e significa curar.

Veja também: Menopausa: receita de chá com ervas variadas trata sintomas

Outras medidas preventivas

Vestir-se com roupas mais leves é uma saída prática para quem está na menopausa, pois assim é possível se manter refrescada. Uma dica de peças são as feitas com fibras naturais. Além disso, aposte em uma boa ventilação em casa, no trabalho, faculdade ou até mesmo no carro.

Outra dica valiosa é o banho morno durante 20 minutos, no período da manhã, antes de começar as atividades do dia. Este é suficiente para evitar as ondas de calor durante o dia todo, por isso é uma medida de prevenção que deve ser colocada em prática.

Veja também: Sucos que combatem os sintomas da menopausa