Remédios caseiros para candidíase vaginal

Esse problema afeta muitas mulheres. Mas a boa notícia é que ela tem cura e pode ser a partir do uso de receitas naturais

Muito comum nas mulheres, a candidíase é um problema que surge a partir do aumento da população do fungo conhecido como Candida albicans. A presença desse fungo na flora da região íntima é algo normal, mas é importante tomar os devidos cuidados nas situações em que ela se desenvolve mais do que o normal.

Esse aumento costuma acontecer quando a mulher está com o sistema imunológico sem as defesas necessárias, grávida, possui diabetes, está tomando excessivamente antibióticos ou corticoides ou ainda tem maus hábitos higiênicos envolvendo a região.

Fungos costumam ter preferência por lugares úmidos, por isso, sempre que lavar a vagina seque-a bem. Evite também passar muito tempo com tecidos molhados, como biquínis e maiôs e compartilhar itens pessoais, como calcinhas e toalhas.

Apesar de não ser considerada uma doença sexualmente transmissível, uma mulher que esteja em tratamento da candidíase deve usar preservativo com seu(a) parceiro(a) para evitar transmitir fungos de uma pessoa para outra.

Alho, babosa e camomila são alguns remédios caseiros para candidíase vaginal

Fungos costumam ter preferência por lugares úmidos (Foto: depositphotos)

O homem pode se contaminar com esse fungo, mas não irá apresentar sintomas claros de candidíase. Se depois que a mulher tiver feito o tratamento, estiver livre da candidíase, ela transar com alguém que está com o fungo, ela será contaminada novamente. Por isso, sempre que a mulher estiver em tratamento, o parceiro deve fazê-lo também.

Como saber se estou com candidíase

É extremamente normal uma mulher ter corrimento, mas o que diz se ela está saudável ou não é a cor, cheiro e espessura do líquido. Fique sempre atenta caso o corrimento tenha cor branca e uma consistência que lembre leite coalhado.

Veja também: Chá de bolsa-de-pastor é aliado das mulheres

Outro sintoma da candidíase é a coceira intensa na região íntima e uma forte ardência, dor e desconforto, principalmente na hora do ato sexual. Quando a mulher está com candidíase a região íntima também costuma ficar inchada, vermelha e com escoriações.

Tratamento natural para candidíase

A candidíase tem cura e o tratamento pode ser feito através do uso de comprimidos que podem ser ingeridos ou colocados na região íntima. Existem também pomadas antifúngicas que podem ser passadas na vagina, mas todos esses tratamentos devem ser solicitados por um ginecologista.

Além do tratamento clínico, também existem formas caseiras de combater a candidíase. Apesar dessas receitas serem naturais e eficazes é importante sempre fazer o acompanhamento médico e não substituir esse tipo de tratamento por um solicitado pelo ginecologista, mas sim, complementar.

Se, mesmo após os tratamentos, os sintomas continuarem aparecendo, procure novamente a ajuda de um profissional da área.

Veja também: Tratamentos naturais para a candidíase intestinal

Iogurte natural

O iogurte natural pode ser um poderoso remédio natural no tratamento da candidíase devido aos probióticos contidos no produto.

Com o auxílio de uma seringa sem agulha, coloque o iogurte dentro da vagina duas vezes ao dia. Sempre que você realizar o procedimento, faça uso de um absorvente para evitar que a calcinha fique molhada.

Camomila seca

O banho de assento feito com camomila ajuda a acalmar infecções vaginais e ainda equilibra o pH da vagina, impedindo a manifestação de micro-organismos.

Misture três colheres (de sopa) de camomila em um litro de água morna e filtrada. Coloque o líquido em uma bacia e sente-se. Aguarde cerca de cinco minutos. Depois, seque bem a região. É importante também não dividir essa toalha com mais ninguém.

Vinagre de maçã

Outro banho de assento que ajudar a regular o pH da vagina e fortalece a imunidade é feito com o vinagre de maçã. Misture meia xícara de vinagre de maçã em uma bacia com água morna e filtrada. Sente na mistura por alguns minutos. Repita o procedimento até três vezes ao dia.

Óleo de coco

Substâncias naturais presentes no óleo de coco são capazes de destruir mais de 50 tipos de espécies de Candida, segundo um estudo publicado no Journal of Medicinal Food.

Para conseguir usufruir dos benefícios trazidos pelo óleo de coco no combate à candidíase é importante que ele seja 100% virgem. Aplique diretamente na área afetada até três vezes ao dia. Busque também adicionar o ingrediente na sua dieta.

Chá de neem

Conhecida também como mélia, as folhas de neem têm propriedades antifúngicas e antibacterianas, ajudando a eliminar bactérias e fungos ruins. Ferva um punhado de folhas de neem em três copos de água filtrada e coe. Use a mistura para lavar a área vaginal uma vez ao dia.

Babosa

A planta possui vitaminas, enzimas, aminoácidos e propriedades anti-inflamatórias, anti-irritantes e anti-fúngicas que ajudam a inibir o crescimento do fungo causador da candidíase. Extraia o gel das folhas da babosa e aplique na região íntima algumas vezes por dia. Lembre-se de lavar bem a planta antes de usá-la.

Alho

O alho é um excelente tratamento natural que ajuda a aliviar a coceira e outros incômodos ocasionados pela candidíase. Retire a casca do dente de alho e, antes de dormir, coloque dentro da vagina. Quando acordar, remova-o e lave a região com água morna filtrada. Repita o procedimento uma vez por dia durante três dias.

Veja também: Como fazer chá de limão com alho

Bicarbonato de sódio

A solução de 5% de bicarbonato de sódio ajuda a eliminar o fungo candida albicans. Para isso, basta misturar uma xícara do produto em uma bacia com água quente e sentar-se. Permaneça na posição por cerca de 15 minutos uma vez por dia durante uma semana.

Hortelã

Leve meio litro de água junto com cinco folhas de louro e a mesma quantidade de hortelã ao fogo. Depois acrescente dez gotas de própolis em infusão. Desligue o fogo e deixe abafado até que esfrie. Lave a região íntima com a mistura.

Óleo de orégano

Por conter um componente denominado carvacrol, um antifúngico e antimicrobiano, o óleo de orégano também é outra forma natural de eliminar a candidíase.

Misture três gotas de óleo de orégano e com uma colher (de sopa) de azeite de oliva extra-virgem aplique sobre a área afetada. Deixe a mistura agir por algumas horas. Repita o procedimento até três por dia durante uma semana.

Veja também: Aprenda a preparar banho de assento com bicarbonato de sódio

Oxicoco

Devido ao composto arbutin encontrado na fruta, o também conhecido como cranberry é capaz de eliminar a Candida albicans. Procure ingerir um copo de suco, sem açúcar, até três vezes por dia durante algumas semanas.

Sobre o autor

Formada em Jornalismo pela Unicap, pós-graduada em Comunicação Empresarial e Mídias Digitais pela Devry, fez intercâmbio na ETC School, em Bournemouth (UK) e tem experiência nas áreas de assessoria de comunicação, produção de vídeo e foto e redação.